domingo, 24 de novembro de 2013

Saladino está de volta!

«Os líderes iranianos perceberam claramente que podem dizer o que quiserem, e fazer o que quiserem, e nada disso vai impedir que Barack Obama de lhes darem tudo o que eles querem» - escrevia ontem Robert Spencer, conferencista, católico e militante anti jihad islâmica, no seu site Jihad Watch.

Com efeito, eles já nem escondem que o seu objectivo é a restauração do Califado, o Califado Global, e a submissão final dos infiéis. Já nem é preciso taqiyya. Agora é de caras! Saladino está de volta!

 سردار سلامی

 É em gente como o Salami que o Barack Hussein confia para a 'Paz'

"Comandante iraniano afirma: A Revolução Islâmica visa demolir o poder global dos Estados Unidos [sic ]" 
Tasnim, 23 de Novembro :

    TEERÃO (Tasnim) - Um alto comandante do CGRI ressaltou que o Irão é capaz de salvaguardar os seus interesses contra os seus adversários, lembrando que lutar contra um sistema global hierárquico desenvolvido e apoiado pelos EUA é uma grande missão para a Revolução Islâmica.

    "Os EUA querem fazer um sistema hierárquico prevalecer no mundo com a sua  própria gestão, e a Revolução Islâmica quer demolir tal sistema hierárquico". O comandante do Corpo dos Guardas da Revolução Islâmica (CGRI) tenente-comandante Hossein Salami , declarou-o numa cerimónia cultural no sábado, 23 de Novembro.

    Ele também apontou a altas capacidades defensivas do Irão nas esferas militares e culturais, e acrescentou: "Hoje, o nosso país é capaz de defender os seus valores e interesses nacionais e religiosos contra qualquer inimigo com qualquer capacidade".

    Alertando contra as diversas tácticas empregadas pelos adversários do país, Salami disse: "A batalha contra o inimigo não terminou hoje, mas o seu conteúdo e forma mudaram".

    "No momento, a guerra contra o inimigo transbordou da esfera militar para os campos de segurança, políticos, culturais e internos, e para a rivalidade na esfera de influência internacional e económica", explicou o comandante.

    Em declarações de 13 de Outubro, o Comandante Major General Mohammad Ali Jafari disse que o Irão tem sido capaz de manter uma forte posição no mundo, apesar das medidas hostis tomadas por inimigos do país, Israel em particular.

    "Apesar da inimizade daqueles que se opõem ao Islão, especialmente os movimentos hostis por parte do regime sionista de Israel, a República Islâmica do Irão tem feito uma grande quantidade de progresso", disse o major-general Jafari.
Exactamente! Não querer ser muçulmano à força, é ser inimigo do Islão. 'Quem não for por mim é contra mim' - onde é que já ouvimos isto?...

Os inimigos dos Estados Unidos e de Israel exultam com a ascensão de um Irão nuclear. O ódio que têm aos EUA, a Israel, ao Ocidente e ao Mundo Livre e civilizado em geral, é de tal ordem, que de bom grado se submeterão a tantas delícias iranianas como as que estes vídeos, escolhidos ao acaso, documentam.

Homossexuais torturados e executados; mulheres apedrejadas até à morte por acusações de adultério, execução de opositores políticos, um mar de horrores que a malta anti-EUA e anti-Israel, desconhece, preferindo imaginar o Irão como a fantasia muçulmana recorrente no Ocidente: um paraíso de tendas montadas no deserto, xeques a fumarem placidamente o narguilé, tudo muito limpo e muito puro, longe da nossa tenebrosa sociedade de consumo.

E vão navegando nesses pensamentos enquanto saboreiam uma Coca-Cola e um Lucky Strike, passando slogans anti-americanos no seu laptop Apple...

(O último vídeo está agora apenas em imagem parada, porque o youtube o censurou, por ser demasiado gráfico para os nossos delicados olhos ocidentais. Quando as pedradas começarem a chover na cabeça das alegadas adúlteras, podem sempre fechar os olhos...).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.