terça-feira, 26 de novembro de 2013

Acordo ou Desacordo?

BUM! BUM! BUM! Rufam tambores! "Acordo histórico"! Parece entretanto que os tambores e os foguetes do Irão (ver posts anteriores sobre este assunto) foram mais um apelo populista do que o reflexo real do que aconteceu nas negociações.

Switzerland-Iran-nuclear-talks.jpg
Trará este acordo alguma coisa de bom para o Mundo Livre, ou é apenas uma bomba nuclear atada com um laçarote com remetente Teerão e destinatário Tel-Aviv?

"Deal or No Deal"
Adam Kredo para o Washington Free Beacon, 25 de Novembro:

    Os detalhes finais de um acordo nuclear assinado no fim de semana entre o Irão e os países ocidentais não vai realmente entrar em vigor até que novas negociações ocorram em data posterior, de acordo com um alto funcionário do governo e fontes no Capitólio.


    Mesmo tendo o Irão e o P5 +1 anunciado na noite de sábado que haviam chegado a um acordo interino de seis meses que inibe o programa nuclear do Irão, dando a Teerão a capacidade de continuar algumas actividades de enriquecimento de urânio, é agora claro que o congelamento de seis meses não entrará em vigor até o P5 +1 e o Irão concordarem num plano final para implementar o acordo provisório.

    "As características técnicas para implementar o Plano de Acção Conjunta devem ser finalizadas antes de os termos do Plano de começar", disse um alto funcionário do governo ao Washington Free Beacon na segunda-feira. (...)

    Fontes do Congresso confirmam que o congelamento vai manter-se até que as partes concordem em assinar um acordo suplementar.


    Isso significa que o relógio de seis meses referenciado pela administração e meios de comunicação ainda não foi iniciado. O Irão pode continuar suas actividades nucleares mais controversas enquanto os negociadores trabalham para finalizar o acordo interino alcançado no fim de semana.

    "Não há nenhum acordo em vigor", disse um assessor parlamentar familiarizado com a negociação. "O acordo assinado este fim de semana não foi um verdadeiro acordo, mas apenas uma lista de ideias e sem nenhuma maneira de implementá-las".


 
Apreensão: Jornalistas filo-islamistas portuguesas temem que o Irão não venha a ter a bomba atómica...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.