sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Muçulmanos, Marcianos, Desenganos...


 
Foi emitida uma fatwa a proibir idas a Marte! Ainda não há é nenhuma fatwa contra a ideia de que os muçulmanos devem travar uma guerra contra os infiéis e subjugá-los.
O chefe da NASA, Charlie Bolden, disse há alguns anos que Obama queria "encontrar uma maneira de estender a mão ao mundo muçulmano e envolver-se muito mais com as nações predominantemente muçulmanas, para ajudá-las a sentirem-se bem sobre a sua contribuição histórica para a ciência, matemática e engenharia". Só não podes é levá-los a Marte, Charlie!
 As prioridades de Obama - espalhar o Islão e agradar aos muçulmanos.
 Charlie Bolden em entrevista à Al Jazeera:

"O sheik saudita Ali al-Hemki emitiu uma fatwa contra as missões tripuladas a Marte"
de News.com.au, 31 de Outubro
  O Sheikh Ali al-Hemki, eminente membro do Conselho de Sábios Religiosos da Arábia Saudita, criticou o projecto Mars One, que está a organizar uma missão comercial ao planeta vermelho e atraiu manifestações de interesse de mais de 200 mil pessoas em todo o mundo.

    
O jornal Ah Hayat cita-o, dizendo que a missão não está de acordo com as práticas dos "muçulmanos
responsáveis".

    
"Essas experiências levarão à destruição daqueles que as tentarem, e por isso devem ser feitas com animais, não com pessoas", disse ele .

    
"Os crentes não devem devem lançar-se pelas suas próprias mãos para a perdição".
("E não te lançarás por tuas próprias mãos para a perdição" - Alcorão 2:195)
   477 cidadãos sauditas pediram para fazer parte da missão, mas apenas seis, até agora, foram aceites ....

- A nossa sincera solidariedade para todos os muçulmanos que estavam a afiar a cimitarra para uma voltinha até Marte, e que assim sendo, lá terão que ficar em terra...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.