sexta-feira, 14 de junho de 2024

"Eu facho tudo dileitino!!!"

 





O imigrante “pescador de cravos” que se considera empreendedor

Foi no dia 6 de junho, durante uma arruada na Póvoa de Varzim, no âmbito das eleições europeias, que o presidente do CHEGA, André Ventura, foi interpelado por um imigrante, enquanto andava pelas ruas, acompanhado pelo cabeça de lista do CHEGA às euro- peias, o embaixador António Tânger Corrêa, e o resto da comitiva. De acordo com o imigrante, era oriundo do “Bangladesh” e implorava por “casas para outros imigrantes”. 
Em conversa com André Ventura, o imigrante alegou que: “sempre que ele (André Ventura) falava, era racista”. Iqbal Hossain, o imigrante, que de acordo com o Observador, tem 33 anos, já se encontrava no local do arranque da arruada na Póvoa de Varzim, uma hora antes da chegada da comitiva. De mãos nos bolsos, esperava André Ventura, que já sabia, de antemão, que iria estar presente. 
Perto das 12h00, hora da chegada do cabeça de lista, Iqbal é visto a receber instruções de um dos operadores de câmara da SIC: “É com aquele senhor velhinho, mais baixo, que tens de falar”, afirma o repórter de imagem, referindo-se ao embaixador. 
Contudo, nesse mesmo momento, o imigrante é abordado por um membro da comitiva do CHEGA que o afasta do local, na tentativa de perceber qual seria o motivo que o prendia ali. Ao que Iqbal responde ter intenção de “falar com André Ventura, porque os imigrantes não têm casa e sempre que o presidente do CHEGA fala é racista”. 
Ventura chega e com a imprensa em alvoroço, Iqbal aproveita para se juntar à confusão, com o intuito de tirar uma fotografia com o presidente do CHEGA, tal como tantos outros militantes e apoiantes do partido, presentes no local. André Ventura segue a prestar declarações à imprensa e tira uma fotografia de família, num coreto que se encontrava ali perto, altura em que Iqbal volta a abordar o líder do CHEGA: “85% dos pescadores indonésios, em Portugal, não tem casa e dorme nos barcos”. 
Com as atenções postas sobre ele, Iqbal continua: “tenho uma filha que nasceu cá e mandei-a embora, porque ouvi muitas pessoas a reclamar”. “Estou muito triste, faço tudo direitinho, tenho visto”, acrescenta. 
Perante estas declarações, André Ventura interrompe o imigrante e diz compreender a situação, esclarecendo que o partido defende que se “cumpram as regras, você e todos”, sem balizar nenhuma nacionalidade. O presidente do CHEGA explica ainda que “o Estado não pode dar casas a outras pessoas (fazendo alusão aos imigrantes), quando não há para os nossos (referindo-se aos portugueses)”. 
Ainda assim, Iqbal volta a atacar Ventura e sublinha: “sempre que fala é racista”, sendo só nesta altura que Ventura decide seguir com a arruada – declarações e episódio foram apenas emitidas, na íntegra, no canal de televisão CNN Portugal e nas redes sociais do partido. 
Para trás, ficou Iqbal Hossain a conversar com a comunicação social e, tal como se pode ver na peça divulgada pela SIC e SIC Notícias, Iqbal diz que trabalha “nas estufas a cortar cravos”, deixando para último as declarações sobre ser “pescador imigrante” e ter mandado a filha embora de Portugal, porque “as pessoas olham para mim e dizem: imigrante, imigrante!”. 
No entanto, nesse mesmo dia, o CHEGA recebeu informações, por parte de um mo- torista TVDE, que indicavam que Iqbal é “dono de uma loja na Póvoa de Varzim” e que “orgulhosamente diz a toda a gente que ele, a mulher e filha recebem 300 euros, cada um, pelo Estado”. 
Após estas informações, o Folha Nacional apurou, numa breve pesquisa pelas redes sociais, que Iqbal se considera um empreendedor e é seguidor de várias páginas nas redes sociais, do Bloco de Esquerda. 
O Folha Nacional descobriu ainda que Iqbal, juntamente com a mulher, são donos de um estabelecimento, na Póvoa de Varzim e que, em 2023, considerava “os portugueses terem bom coração”. 
Contudo, todas estas informações foram apagadas, no dia seguinte à arruada, mas o Folha Nacional foi ainda a tempo de as guardar. 
O imigrante é ainda dono de duas empresas, tal como averiguado pelo Folha Nacional, através do site e informa: uma de comércio a retalho, em supermercados e hipermercados, e outra de alojamento para turistas. 
Note-se que esta última empresa é utilizada pela mulher de Iqbal, através da sua conta de Tiktok, para promover o imóvel, onde o marido foi entrevistado, por vários meios de comunicação – conta essa com um post, no dia 25 de maio, onde mostra Iqbal e a mulher a passear com a filha (a “mandada embora de Portugal”) no centro da Póvoa de Varzim. 
Na entrevista, Iqbal encontra-se na cozinha de um apartamento que, tal como se pode ver pela peça da SIC, trata-se de um imóvel novo, com vários eletrodomésticos ainda por estrear. Exemplo disso, é o micro-ondas que ainda dispõe do autocolante de origem. 
Este foi o caso que marcou o final da campanha, levando André Ventura a acusar os jornalistas da SIC, autores da peça, de “inimigos do povo”, pois ocultaram as declarações do presidente do CHEGA e deturparam a veracidade dos factos, dizendo mesmo que “Ventura ouviu e seguiu caminho”, deixando “para trás os lamentos de um imigrante”. Já a CNN optou por passar a peça completa. 
Num vídeo nas redes sociais, o presidente do CHEGA decidiu esclarecer o caso. André Ventura afirmou que “alguém” plantou “o imigrante com uma história fabricada” e que “um canal de televisão optou por não dar as (suas) respostas”, escolhendo passar apenas “a parte em que o imigrante chora” e que alega que “(ele) é racista”, criticando o canal de “desinformação” e “manipulação” da verdade. 
Todavia, este caso na Póvoa de Varzim não foi um caso isolado. No início da campanha do CHEGA, numa arruada em Beja, André Ventura havia sido abordado por um outro imigrante. Desta vez, o imigrante chamava-se se Khan Babari, tinha na- cionalidade paquistanesa e perguntou ao líder do CHEGA se tinha “planos para a imigração”, chegando mesmo a admitir que fazia parte de um “grupo de imigrantes ilegais”.

FOLHA NACIONAL


A casa do "pobrezinho que não tem casa":

quinta-feira, 13 de junho de 2024

Racista mata menino de 3 anos à facada

"(...) A mulher acusada de massacrar Julian Wood, de 3 anos, no estacionamento de um supermercado em Ohio, riu e troçou durante uma audiência no Tribunal enquanto as acusações horríveis eram lidas contra ela.


Bionca Ellis

Bionca Ellis, 32 anos, exibiu o comportamento repugnante uma semana depois de ter esfaqueado a criança até à morte e também ferir a sua mãe de 38 anos, Margot Wood, num parque de estacionamento em North Olmsted, perto de Cleveland. (...)”. 

 


Julian Wood

Aqui está a reacção de Bionca Ellis no Tribunal:



Notícia completamente ausente da Velha Imprensa. Porque contraria a narrativa falsa de que as pessoas  brancas andam por aí a matar gente negra.
Só os media conservadores, como o New York Post, referem o caso. 

Há quatro anos, quando o cadastrado violento, toxicodepentente e actor pornográfico George Floyd morreu de overdose de fentanil quando se encontrava sob custódia policial, o Mundo não falou de outra coisa durante meses largos.  

Nos Estados Unidos a violência, os motins, a destruição, pilhagem, os espancamentos, assassinatos de pessoas brancas campearam durante um ano.

Para o Sistema vigente, foi "óbvio" que a morte de George Floyd teve a ver com "racismo". Mas neste caso, não é impossível que os mentígrafos nos venham acusar de fake-news por titularmos que Bionca Ellis matou a criança motivada por racismo. 

No caso de George Floyd, as culpas pela morte do criminoso foram atribuídas a Israel (no fim, os judeus são sempre os culpados..) porque a técnica que o agente da Polícia usou é usada pela Polícia de Israel para imobilizar os terroristas. O governo socialista português proibiu que a nossa Polícia continuasse a ter treino em Israel, por causa disso!

Nós traduzimos e postámos todas as estatísticas que demonstram que nos Estados Unidos morrem muito mais brancos do que pretos sob custódia policial; que são muitos mais os brancos assasssinados por pretos do que o contrário; e que os pretos cometem muito mais crimes que os brancos. 

Tudo isso foi CENSURADO pela ditadura vigente.

Compilámos, descarregámos e postámos horas e horas de vídeos de pretos a massacrarem brancos, nos Estados Unidos. 
Tudo isso foi CENSURADO pela ditadura vigente. 

Julian Wood era um menino branco.  Para a ditadura vigente, mereceu morrer. Bionca Ellis é uma heroína, e ainda é capaz de ser homenageada. Vamos a isso, Carlão?



terça-feira, 11 de junho de 2024

Nancy Pelosi assume a responsabilidade pelo golpe de 6 de Janeiro

VOCÊ NUNCA VERÁ ISTO NA TELEVISÃO:

Os esquerdistas do Partido Democrata passaram três anos a dizer que Donald Trump era o culpado pelos acontecimentos do 6 de Janeiro (a FARSA da "invasão" do Capitólio, protagonizada por agntes da CIA e outros cúmplices, nomeadamente na Polícia) – apesar de este se ter oferecido para autorizar milhares de soldados da Guarda Nacional.

Em nova filmagem, Nancy Pelosi assume a responsabilidade por não ter a Guarda Nacional no Capitólio no 6 de Janeiro. 

“Assumo a responsabilidade” pela ausência da Guarda Nacional no Capitólio no dia 6 de Janeiro, diz Nancy Pelosi. 

O dia 6 de Janeiro foi o ensaio geral para o golpe eleitoral de 2020.

Aqui está o NOVO VÍDEO de Nancy Pelosi assumindo a responsabilidade por não ter a Guarda Nacional no 6 de Janeiro:


ANTISSEMITAS atacam exposição pelas vítimas do 7 de Outubro

Nova Iorque: Apoiantes do Hamas atacam exposição memorial pelas vítimas do massacre do Nova Music Festival 

 

Multidão antissemita apoiante dos terroristas islamonazis do Hamas realizou um protesto contra o Nova Exhibit em Nova Iorque.

A exposição homenageia as 364 pessoas que perderam a vida durante o festival de música e apresenta os seus itens pessoais, incluindo sapatos, carros queimados e fotos.

Arvorando bandeiras dos terroristas, provocando familiares e amigos das vítimas da carnificina, tortura e derramamento de sangue inimagináveis.

 

“Quem me dera que o Hitler ainda cá estivesse! Ele acabaria com vocês todos”, disse um homem afro-americano aos judeus em Nova Iorque.



Estão a insultar os amigos e familiares das vítimas e sobreviventes do Massacre de 7 de Outubro. A Polícia não faz nada.



A multidão pró-terror reuniu-se em frente à Nova Exhibit em Nova Iorque. Verdadeiramente nojento. Eles protestam em frente a um memorial às vítimas do 7 de Outubro.


Muito mais vídeos no GELLER REPORT.


Islamistas, esquerdistas e nazis, unidos, aplaudem o Massacre de 7 de Outubro, em que se cometeram atrocidades impossíveis de ultrapassar, que fariam os nazis corar de vergonha:


Clique nas imagens abaixo e veja o que aconteceu no Massacre de 7 de Outubro: 


Guerra dos Seis Dias - 11 de Junho

Em 11 de junho de 1967, a Guerra dos Seis Dias entre Israel e os países árabes vizinhos terminou oficialmente com a entrada em vigor de um cessar-fogo mediado pela ONU. Israel, contra todas as probabilidades, derrotou as quatro nações árabes que se tinham reunido perto das fronteiras de Israel e ameaçavam varrer o pequeno Estado judeu do mapa, forçando Israel a agir rapidamente para proteger os seus civis e o seu território.

 


 

segunda-feira, 10 de junho de 2024

Jornalista e terrorista (como tantos outros)

“Uma das missões de resgate de reféns mais complicadas da História”


Na sequência do Massacre de 7 de Outubro, a jovem Noa Argamani foi mantida refém do JORNALISTA DA AL JAZEERA Abdallah Aljamal e da sua família.

Noa com o pai, depois da operação do IDF (esq); Noa a ser levada pelos terroristas e Noa antes do Festival Nova. News18.

 

Quando as Forças Especiais de Israel levaram a cabo a operação, o jornalista da Al Jazeera e a sua família tentaram impedir o resgate da jovem e foram neutralizados. 

Os jornalistas participaram activamente no Massacre de 7 de Outubro e muitos deles são ao mesmo tempo jornalistas e terroristas do Hamas. Este é apenas um exemplo. 

 

Reencontro

 

E não se pense que são apenas os da Al Jazeera ou os muçulmanos. A esmagadora maioria dos jornalistas, actualmente, são de extrema-esquerda e por isso aliados dos grupos terroristas islâmicos. Aliás, a cobertura jornalística deste resgate são absolutamente VERGONHOSAS, como podemos verificar neste artigo do Honest Reporting.


Directamente de Israel, Rafael Guanabara:


Uma perspectiva do  Rabino Ortodoxo Eliahu Hasky:


A crónica diária do Mundo em Revolução:

domingo, 9 de junho de 2024

A Mais Bela História de Amor!


Mais quatro meninas (estas polacas) que se convertem à Religião da Paz!!! 
Maravilhoso! Comovente! E é assim por todo o Mundo Livre:

Em breve, quiçá possam viver uma linda história de amor como esta, em que uma noiva em idade legal islâmica para casar*, demonstra toda a sua alegria em assinar o contrato de casamento:

* Aisha tinha 6 anos e Maomé tinha 54, quando casaram, protagonizando aquela que é, segundo o Islão, a mais bela história de amor de sempre! 


Hoje é dia de eleições para a o Parlamento Europeu.

As criancinhas de Gaza que fazem o Mundo chorar

 

O Mundo não chora quando as crianças de Gaza são mandadas escavar túneis, sabendo os pais de antemão que estas serão eliminadas depois do trabalho, para não poderem revelar os locais. 

O Mundo não chora quando as mães de Gaza assumem que fazem muitos filhos para que estes morram matando muitos judeus.

O Mundo não chora quando as crianças de Gaza são recrutadas para bombas humanas.

O Mundo não chora quando as criancças de Gaza são usadas como escudos humanos.

O Mundo chora é com estas encenações, que a Imprensa tradicional divulga como legítimas: 


O Mundo revolta-se é contra quem, como a página PALLYWOOD, mostra a VERDADE.

“Uma das missões de resgate de reféns mais complicadas da História”

QUATRO REFÉNS RESGATADOS PELAS FORÇAS DE DEFESA DE ISRAEL

Noa Argamani (25), Almog Meir Jan (21), Andrey Kozlov (27) e Shlomi Ziv (40) foram resgatados numa operação especial pelas IDF, ISA e Polícia de Israel de 2 locais separados no coração de Nuseirat após serem sequestrados pelo Hamas no festival de música Nova. 
Baruch Hashem! Graças a Deus!
Deus abençoe as Forças de Defesa de Israel!

GELLER REPORT 


“Uma das missões de resgate de reféns mais complicadas da história.”


A operação para resgatar os reféns de Nusayrat foi batizada de "Summer Seeds" e é definida pelas IDF (Forças de Defesa de Israel) como uma das mais complexas de todos os tempos para resgate de reféns.

Os reféns foram mantidos numa área densamente povoada por civis, acima do solo, em edifícios de 3 a 4 andares.

As forças atacaram os dois alvos distintos onde os reféns estavam detidos, com Noa detida no primeiro andar e Andrey, Shlomi e Almog no terceiro andar de outro edifício, separados por centenas de metros.

O Hamas transferiu os quatro reféns de apartamento em apartamento, e o plano era que se as forças atacassem apenas um edifício, os terroristas escapariam com os reféns no segundo edifício.

A Força Aérea reuniu informações aéreas nos últimos dias, e as IDF e o Shin Bet (serviço de Informações de Israel) criaram condições para atingir os alvos sem que os terroristas atirassem primeiro nos reféns, o que foi fundamental para o sucesso da operação. 

Os modelos construídos pela Yamam (unidade antiterrorista de Israel) lembraram aos altos funcionários militares os modelos estabelecidos para a Operação Entebbe, com edifícios, ruas e pequenas áreas para prática.


O principal problema estava no apartamento onde Andrey, Almog e Shlomi estavam detidos e onde o lutador Yamam Arnon Zamora foi morto.

O resgate ocorreu sob fogo pesado e, durante o desengajamento, dezenas de terroristas com RPGs e metralhadoras correram pelos becos em direção aos alvos.

Como resultado, civis de Gaza não envolvidos também foram mortos na densa troca de tiros. Os militares disseram: "A diferença entre o sucesso e o fracasso em tal operação é muito pequena, e contamos com tecnologia excepcional da Inteligência e do Shin Bet. Sem actividade terrestre e manobras na área de Gaza, não teria sido possível ter sucesso em tais operações."

As IDF também observaram que o resgate foi possível graças ao heroísmo do Comandante Zamora. “Os combatentes do Shin Bet e da Direcção de Inteligência entraram na cova dos leões no campo de refugiados e desmantelaram casas em áreas onde não havíamos manobrado”, disseram. “Isso é bravura no nível de Judas Macabeu. A operação foi plaejada durante semanas com exercícios, planos de resgate e incêndios executados, juntamente com cenários de casos e respostas.”

As forças invadiram simultaneamente as duas casas com armas especiais desenvolvidas para a operação. 

Imediatamente após a retirada dos reféns, as forças começaram a retirar-se enquanto combatiam dezenas de terroristas, mas um veículo com os três reféns ficou preso e foi alvo de fogo pesado. As forças da Divisão 98 saltaram para ajudar na batalha de resgate de veículos, e helicópteros de resgate entraram profundamente na faixa à luz do dia.

Três brigadas participaram da batalha de resgate, durante a qual Zamora também foi evacuado para o hospital: Brigada 7, Pára-quedistas e Kfir com a Flotilha 13, junto com outras forças especiais. “O plano de fogo executado foi focado, mas extremamente poderoso”, acrescentou o IDF. "A cooperação com o Shin Bet e Yamam atingiu vários níveis num único sistema operacional, sob a direcção do chefe do Shin Bet e do Chefe do Estado-Maior. Quatro chaves para a operação: ardil, surpresa, determinação e poder."

Para manter o sigilo da operação, milhares de militares das brigadas que participaram no resgate desconheciam a natureza da operação antes que ela acontecesse para preservar o elemento surpresa.

Apenas um punhado de comandantes esteve exposto à operação ontem, em vários níveis. Estas forças foram posicionadas nos pontos de lançamento correctos sem revelar o segredo.

Durante a operação, os soldados também ficaram levemente feridos, principalmente por estilhaços.

Hen Mazzig

 

IMAGENS EXCLUSIVAS do helicóptero que trouxe Noa de volta para casa do cativeiro do Hamas:



Fonte:


A ONU, a União Europeia, a Liga Árabe, o bloco comunista-islamista (vulgo Eixo do Mal), os jornaleiros amestrados, os comunistas, os neo-nazis e todos os antissemitas do mundo, estão furiosos! 
Depois do Massacre de 7 de Outubro, e após muitos anos de assassinatos, raptos e bombardeamentos dos terroristas do Hamas sobre Israel, os malandros dos judeus tiveram o atrevimento de ir resgatar mais quatro reféns!!! 
Centenas de soldados israelitas têm morrido em Gaza, chacinados pelos terroristas, para poupar "civis", mulheres e crianças - em Gaza não existem civis inocentes, toda a Gaza participou no massacre e está unida no ódio a Israel!
Mas não chega! Para agradar a um mundo que ama judeus mortos, Israel deveria ter deixado os reféns na posse do Hamas, a serem mutilados, torturados e estuprados; e os judeus deveriam cometer suicídio colectivo! Judeu bom é aquele que entra na cãmara de gás a cantar, com os filhos ao colo! 
Pela nossa parte, embora saudemos o resgate dos reféns, se considerarmos o que eles passaram e estão a passar nas mãos dos terroristas; se considerarmos as vidas de jovens soldados sacrificadas para contentar os antissemitas deste mundo, que exigem sangue judeu; a nossa solução teria sido outra. Não haveria reféns para resgatar, mas não haveria mais Hamas em Gaza. NUNCA MAIS! 

 


O IDF tem estado à altura do seu antepassado Sansão. Mas no tempo de Sansão não havia jornaleiros amestrados, nem ONUs e UEs antissemitas, nem sequer Hamas; os Filisteus eram bem menos selváticos que o Hamas e bem menos hipócritas que os Guterres da vida.


 28 Então Sansão clamou ao SENHOR, e disse: Senhor DEUS, peço-te que te lembres de mim, e fortalece-me agora só esta vez, ó Deus, para que de uma vez me vingue dos filisteus, pelos meus dois olhos.

29 Abraçou-se, pois, Sansão com as duas colunas do meio, em que se sustinha a casa, e arrimou-se sobre elas, com a sua mão direita numa, e com a sua esquerda na outra.

30 E disse Sansão: Morra eu com os filisteus. E inclinou-se com força, e a casa caiu sobre os príncipes e sobre todo o povo que nela havia; e foram mais os mortos que matou na sua morte do que os que matara em sua vida.

Juízes 16 

sábado, 8 de junho de 2024

SICLIXO. JORNALIXO.


O Mister Fafo de Portugal muda de nacionalidade e profissão em cada actuação. A SICLIXO colabora na farsa:


A SICLIXO manipula, mente, engana o Povo. A SICLIXO é inimiga do POVO:


A generalidade os jornalisas, não passa de militantes de extrema-esquerda a soldo de quem paga mais. A SICLIXO do senhor Globalsemão bate recordes de abjecção.

Vídeos de:

sexta-feira, 7 de junho de 2024

ALEMANHA: Mais um ataque à facada contra um político anti-islamização

Alcorão 47:4: “Quando encontrares os infiéis, corta-lhes o pescoço…”

Polícia alemão atacado à facada morreu

ALEMANHA: Mais um ataque à facada por muçulmano afegão em Mannheim contra um político anti-islamização

Político conservador alemão do partido anti-islamização AFD (Alternativa para a Alemanha) esfaqueado na rua por um aspirante a terrorista muçulmano afegão, a segunda vez numa semana que um político conservador quase foi assassinado por um muçulmano naquela cidade.

Cartazes da campanha eleitoral da Alternativa para a Alemanha (AfD) e do partido Volt estão pendurados em postes de iluminação em Berlim, Alemanha. Um candidato do partido de direita alemão foi esfaqueado na terça-feira, poucos dias depois de um migrante muçulmano afegão esfaquear várias pessoas, incluindo um polícia, que mais tarde morreu devido aos ferimentos. 

 

Breitbart - Um candidato eleitoral na Alemanha foi esfaqueado na cabeça e no estômago na noite de terça-feira depois de confrontar um gangue de homens muçulmanos rasgando cartazes eleitorais, o segundo esfaqueamento de um direitista numa única cidade alemã em quatro dias. 
O candidato eleitoral do conselho da Alternativa para a Alemanha (AfD), de 62 anos, Heinrich Koch, foi esfaqueado em Mannheim na terça-feira. O jornal alemão Die Welt relata que o activista de direita foi cortado na orelha e no estômago pelo agressor e levado para o hospital.

 


O esfaqueador muçulmano de 25 anos fazia alegadamente parte de um grupo de três pessoas que roubava cartazes eleitorais na cidade, diz-se, e o activista tinha-o perseguido. Dois conseguiram escapar, mas um membro do gangue tê-lo-ia cortado com uma faca tipo estilete. Ele então fugiu, mas foi preso posteriormente.

Conforme relatado, o esfaqueamento de activistas de direita anti-islamização em Mannheim na semana passada e o debate em torno do assunto que desde então irrompeu ocorrem poucos dias antes das eleições para o Parlamento Europeu desta semana e das eleições locais alemãs que terão lugar no domingo. 


Veja mais em BARE NAKED ISLAM

 


Claro que os media do Sistema desvalorizam por completo estes ataques. Uns omitem, outros mentem, dizendo que foram cometidos por "militantes da extrema-direita". Outros ainda, dizem que os muçulmanos afegãos que cometeram estes ataques terroristas são pessoas com problemas mentais (o costume). 

Quanto à extrema-esquerda, acorreu às ruas da Alemanha para se solidarizar com os terroristas e com a islamização:



E já agora...



quinta-feira, 6 de junho de 2024

"O Menino Jesus não odeia os mariquinhas"

 


Por estranho que possa parecer, este é o título de um livrinho infantil com actividades para crianças, lançado em Espanha e à venda também em Portugal, por todas as grandes editoras.

Depois do escândalo, os mentígrafos espanhóis apressaram-se a vir atirar areia para os olhos das pessoas, verberando o "ódio da extrema-direita" e dizendo que o livro afinal é para adultos. 
Mas que tipo de  adulto poderá interessar-se por um livrinho de colorir com um conteúdos  destes? 

Freiras em masturbação mútua.


Páginas para dobrar de modo a consumar coito anal e afins.


Crianças em actos de sodomia e sexo oral.


"Como é que o Manelinho vai contar aos pais que é homossexual?"


A velha falácia: "Se há animais homossexuais, porque não os seres humanos?"

Este jogo consiste em saber a quem pertence o pénis que está a penetrar a pessoa no canto inferior direito. 

 

- Não nos parece, de todo, que o livro seja "satírico". O livro anterior da série é para crianças e este foi vendido como tal, embora depois a editora tenha vindo dier que se tratou de um erro. 

Escusado será dizer que não temos nada contra as pessoas homossexuais. Temos é contra esta doutrinação das crianças. 

E contra esta tremenda HIPOCRISIA: 

Nos países islâmicos, a homossexualidade é severamente punida, muitas vezes com a morte, mas a esquerda caviar só ataca o Cristianismo e o Judaísmo. O autor deste obra jamais se atreverá a escrever que Alá ou Maomé não odeiam os mariquinhas e muito menos a desenhar clérigos muçulmanos em actividades homossexuais.

"Na barriga do meu pai"

Um post para contrabalançar um bocadinho a avalancha de propaganda LGBTQ+etc. deste mês do "Orgulho LGBTQ+etc.". Lembre-se de que toda esta loucura começou com o chamado "casamento gay". E veja onde já vamos:

"Na barriga do meu pai: a história de um pai transgénero dando à luz", é  o título de um livro infantil (!!!) que tem sido amplamente louvado pela crítica:

Está à venda na Amazon e passamos a transcrever a apresentação:

"Inspirada na família real do autor, esta história comovente sobre dois pais que aguardam ansiosamente o nascimento de seu primeiro filho segue a emoção e a alegria de receber um novo bebé numa família amorosa. Acontece que a pessoa que dá à luz é um dos pais.

Escrito de uma forma acessível a crianças de todas as idades e fácil de entender, a obra fornece alguns factos básicos sobre o parto de pais transgéneros e celebra a nova vida com ilustrações coloridas e ousadas e uma história saudável com a mensagem; 'não importa a aparência de sua família, contanto que você esteja seguro e amado.'

Junto com a história, há perguntas interativas opcionais para ajudar as crianças a explorar seus sentimentos num espaço seguro, além de perguntas frequentes, dicas para adultos e links e recursos para instituições de caridade para transgéneros centradas na família.

Este livro é excelente para:

Apresentar crianças a pais transgéneros

Abrir discussão em torno de diferentes famílias" 

Permitir que as crianças se tornem adultos gentis e compreensivos

Ao comprar este livro você está a apoiar um autor transgénero e a ajudar a amplificar as vozes de autores LGBTQ+ em todo o mundo. Obrigado!

As nossas histórias são reais, nossas famílias são reais, nosso amor é real."

 

A obra é para "CRIANÇAS DE TODAS AS IDADES:

Vídeo Tik Tok

 

O "homem grávido" fez capas de revista:


Homem trans grávido agraciado com a capa da Glamour UK Pride

A edição britânica da Glamour apresenta um homem transexual grávido, Logan Brown, na capa de sua edição digital do Orgulho de Junho.

Brown, que foi entrevistado e fotografado pouco antes de dar à luz uma filha, aparece na capa da Glamour UK expondo a sua barriga de grávida numa foto que a revista chama de “uma reminiscência da capa da Vanity Fair de Demi Moore por Annie Leibowitz em 1992”:

 

Brown fez parceria com Bailey J. Mills, uma artista drag não binária e estrela do TikTok. Ele diz que engravidou acidentalmente enquanto deixava a testosterona por um tempo por motivos de saúde.

“Foi como se o meu mundo inteiro tivesse parado” quando ele fez um teste de gravidez e o resultado deu positivo, disse ele à revista. “Que tudo, toda a minha masculinidade pela qual trabalhei duro, por tanto tempo, parecia completamente apagada.”

Mas finalmente ele aceitou o desenvolvimento. “Tive que chegar ao ponto de ter confiança em quem sou e ser um homem grávido”, disse ele. “Comecei a educar as pessoas sobre isso. Percebi que não queria pensar em ter que me livrar do bebé quando isso estava a acontecer dentro do meu corpo; foi uma sensação muito, muito estranha. E eu de certa forma conectei-me a isso e pensei, ‘Nunca mais terei essa oportunidade’ de – como um casal gay – ter um bebé que é biologicamente nosso. O que é realmente especial para mim e, no final, algo simplesmente deu certo.” (...)

 


Em suma: uma mulher que deseja "ser homem" tem relações sexuais com um homem que é "drag-queen não-binária", engravida, fica extremamente confusa, e escreve um livro para "educar as crianças" sobre o assunto.

Quem chamar a atenção para o facto biológico de que, na espécie humana, apenas as fêmeas engravidam,  arrisca-se a ser preso por"discurso de ódio".

Cá pelo Mundo Livre, os simpatizantes do Socialismo-Comunismo e dos regimes islâmicos, apoiam entusiasticamente estes progressismos. Nos países socialistas-comunistas e islamistas,  ser-se homossexual, bissexual, transsexual, etc., dá direito a cadeia, chicotadas, pena de morte, etc..

A propósito, senhor  primeiro-minisro Luís Montengero: já tomou medidas em relação à doutrinação woke nas escolas, vulgo "Cidadania e Desenvolvimento"? Ou tem medo de ser acusado de ser fascista e homofóbico?


Os riscos de se alterar a REALIDADE:  

terça-feira, 4 de junho de 2024

Porque é o que o Agir odeia o Ventura?

 

O Agir (assim é o nome artístico do jovem da foto, a colocar baton numa acção de extrema-esquerda anti-André Ventura) odeia o André Ventura e o CHEGA, como todo o artista que se preze. E não hesita em chamar-lhe, publicamente, "uma merda":


Se tivesse sido ao contrário, lá estaria o Ventura em Tribunal, é claro.... Mas esquerdista pode tudo !
Mas qual a razão de tanto ódio? 
É que este e tantos outros cantores comunistas, sem a teta das câmaras de esquerda, não se safavam. Ou, pelo menos, não fariam as negociatas milionárias que fazem. E com o CHEGA no poder, acabava-se-lhes a mama que era um instante!

 

 ORA VEJA:

 

O papá e o filhinho esquerdistas esfolaram quase 110 mil euros para irem actuar a Grândola-Vila-Morena-Terra-da-Fraternidade! E de certeza que se vêem a eles mesmos como uns heróis da classe trabalhadora e acham que merecem cada cêntimo que auferem desta maneira! No país mais pobre da União Europeia!

Se as entradas fossem a pagar, quanto teriam ganho? Se calhar até tinham tido prejuízo. Não admira, pois, que os artistas sejam quase todos da esquerda (e os que não são, ou escondem o que são, ou são cancelados!).

Ninguém gosta tanto de dinheiro como os comunistas! Se são pobres, roubam aos ricos. Se são ricos, roubam os pobres.

Os artistas comunistas são talvez os seres humanos mais narcisistas do mundo. Para eles, não há dinheiro nem honrarias que compensem devidamente o serviço que imaginam prestar aos simples mortais de cada vez que abrem a boca para zurrar cantigas ou disparates.

No Brasil é a Lei Rouanet. Cá em Portugal... é a Lei do PC!

segunda-feira, 3 de junho de 2024

Polícia alemão morre das facadas

 

"Rouven L, 29, foi morto durante um ataque com faca que deixou outras cinco pessoas feridas na praça central de Mannheim.

O polícia foi esfaqueado várias vezes na cabeça e no pescoço e passou por uma cirurgia de emergência após o ataque de sexta-feira.

O agente foi colocado em coma artificial, mas sucumbiu aos ferimentos no domingo." 
- Condensado de Yahoo News


A Velha Imprensa, ou  ignora completamente a morte do polícia (a Esquerda odeia a Polícia); ou dá a notícia sem citar que o atacante era um muçulmano a cumprir o que o Islão ordena (caso do Al-Correio da Manhã); ou mente descaradamente (caso da Al-SIC), dizendo que o atacante era "um alemão de extrema-direita".

Mais um infiel que morreu, assassinado por um muçulmano furioso porque o Islão estava ser desmascarado. As autoridades fazem tudo para esconder a realidade do Islão. A lei islâmica reina impune na Europa.

Este é mais um caso que evidencia as ordens que a Polícia tem de defender o Islão: o agente não imobilizou o terrorista - imobilizou a vítima e acabou assassinado no processo.

 


Falámos deste caso nestas duas postagens: 

 

Polícia esfaqueado na Alemanha à beira da morte

Cultura na Alemanha e porquinho voador na Suécia