sexta-feira, 19 de abril de 2024

Israel atinge alvos militares no Irão

“Recusamos, absolutamente, ser o único povo no mundo que consente que o seu destino seja decidido por outros.” - Golda Meir.

 

As instalações nucleares do Irão não foram atingidas, de acordo com o órgão de vigilância atómica da ONU.

Por Charles Bybelezer, JNS

Israel atacou nas profundezas do Irão na manhã de sexta-feira, tendo como alvo uma instalação militar perto da cidade de Isfahan, a cerca de 1.500 quilómetros do Estado judeu.

Três fontes iranianas confirmaram ao The New York Times que uma base aérea em Isfahan foi atingida, enquanto autoridades anónimas israelitas e norte-americanas foram citadas por meios de comunicação como tendo dito que as FDI (Forças de Defesa de Israel) conduziram o ataque.

A Imprensa iraniana negou qualquer ataque com mísseis israelitas, alegando que a República Islâmica havia abatido drones no seu espaço aéreo.

As instalações nucleares do Irão não foram atingidas, de acordo com o órgão de vigilância atómica da ONU.

Uma autoridade israelita disse ao Washington Post que o ataque “pretendia sinalizar ao Irão que Israel tinha a capacidade de atacar dentro do país”.

 

Jerusalém teria dito aos Estados Unidos na quinta-feira que planeava retaliar dentro de uma janela de 24 a 48 horas pelo enorme ataque de drones e mísseis de Teerão no fim de semana passado.

Não houve comentários imediatos das Forças de Defesa de Israel ou do Gabinete do Primeiro Ministro.

A embaixada dos EUA em Jerusalém emitiu um alerta aos funcionários do governo e às suas famílias, restringindo as viagens às regiões de Tel Aviv, Jerusalém e Beersheva com “muita cautela, após relatos de que Israel conduziu um ataque de retaliação dentro do Irão”.

Na manhã de sexta-feira, as FDI também atacaram sistemas de defesa aérea no sul da Síria, de acordo com a agência de notícias estatal SANA.

Os militares israelitas atacaram mais de 50 alvos pertencentes ao Hezbollah e outros grupos terroristas apoiados pelo Irão na Síria desde 7 de Outubro, num esforço contínuo para evitar um maior entrincheiramento militar iraniano no país.

Durante a noite de sábado, o Irão lançou mais de 300 mísseis, incluindo mísseis balísticos e drones, contra o Estado judeu. As FDI disseram que Israel os e seus aliados militares interceptaram cerca de 99% dos projéteis.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse na quarta-feira que Israel tomaria a a sua própria decisão sobre como responder ao ataque sem precedentes de Teerão.

“Agradeço aos nossos amigos por apoiarem a defesa de Israel – apoio tanto em palavras como em acções”, disse Netanyahu antes de uma reunião do Gabinete em Jerusalém.

“Eles também têm todos os tipos de sugestões e conselhos. Agradeço, mas quero deixar claro: tomaremos as nossas próprias decisões e o Estado de Israel fará tudo o que for necessário para se defender”, acrescentou.

Os governos ocidentais apelaram a Israel para que se abstenha de retaliar contra Teerão, temendo a expansão da guerra regional.

O presidente dos EUA, Joe Biden, teria dito a Netanyahu durante um telefonema no sábado que Washington não participaria nem apoiaria um ataque israelita.

A emissora pública israelita Kan News informou esta semana que Netanyahu havia retrocedido numa resposta militar já aprovada ao Irão, devido à pressão de Biden.

Autoridades egípcias anónimas disseram ao canal de notícias Al-Araby Al-Jadeed do Qatar, na quarta-feira, que Washington concordou em apoiar uma operação israelita na cidade de Rafah, no extremo sul de Gaza, em troca de Jerusalém renunciar a um grande ataque à República Islâmica.

Em Janeiro de 2023, Israel supostamente conduziu um ataque de drone a uma instalação de produção de UAVs kamikaze Shahed-136 perto de Isfahan.

O líder supremo iraniano, Ali Khamenei, completou 85 anos em 19 de Abril.

 


quinta-feira, 18 de abril de 2024

Abertura da Época Balnear em Gaza

Publicado no AMIGO DE ISRAEL 2.0:  

 

A 7 de Outubro de 2023 Israel sofreu um massacre de 1500 pessoas, como contornos demoníacos, perpetrado pelo grupo terrorista Hamas e pela população "cicil" de Gaza (território independente dado aos colonos árabes (tal como a Jordânia e o Sinai, em troca de "paz"). 
A propaganda PALLYWOOD diz que Gaza é uma "prisão ao ar livre". 
Mesmo durante a Operação Espadas de Ferro (actualmente em curso), as Forças de Defesa de Israel estão a sacrificar as vidas dos seus soldados para poupar as dos "palestinos".
O Hamas, pelo seu lado, continua a matá-los regularmente, como documentámos por diversas vezes. No entanto, como o ódio aos judeus é a sua razão de viver, a população de Gaza continua a apoiar massivamente o Hamas.

Imagine o que aconteceria se os media tradicionais não divulgassem a propaganda nazi do Hamas e em vez disso mostrassem a VERDADE. O ódio, a perseguição e a matança de judeus era capaz de abrandar um bocado - exactamente o que os jornalistas não querem!

Começou hoje a época balnear em Gaza:  



 Visite a nossa secção GAZA

Rio no Irão fica vermelho, antes da Páscoa judaica

Mostrar-lhe-ei feitos maravilhosos, como nos dias em que saíste da terra do Egipto.
MIQUEIAS 7:15

Enquanto o Irão sofre uma seca prolongada, as suas orações por chuva foram respondidas da maneira mais bíblica, quando um vídeo apareceu nas redes sociais mostrando chuvas torrenciais fluindo em vermelho brilhante.
A Organização Meteorológica do Irão não é conhecida pelas suas inclinações proféticas. No entanto, no mês passado, emitiu um “alerta vermelho” para inundações em cinco províncias ocidentais, à medida que uma nova onda de fortes chuvas se aproxima, pouco antes do Nowruz, o Ano Novo persa. O Irão está a sofrer uma seca e a precipitação global do ano está 28 por cento abaixo da média de longo prazo.

A chuva realmente caiu em grandes quantidades, mas vídeos nas redes sociais mostraram torrentes de água fluindo em vermelho sangue na ilha de Ormuz. Embora o fenómeno não seja desconhecido, o momento do evento fez com que muitos comentassem. 


Há poucos dias, o Irão lançou um ataque massivo, visando Israel com mais de 350 drones, ICBMs e mísseis de cruzeiro. Milagrosamente, o ataque foi em grande parte ineficaz.
 

terça-feira, 16 de abril de 2024

"Máxima contenção"

 Publicado no AMIGO DE ISRAEL 2.0:  


ISRAEL - Socorro, eles estão a estuprar a minha filha!

MUNDO - Mostra lá o vídeo....

 

ISRAEL - Socorro, eles estão a matar o meu bebé!

MUNDO - OK, vamos redigir umas palavras de condenação.

 

ISRAEL - Socorro, eles estão a levar a minha família como refém!

MUNDO - Quando fores lá tentar recuperar a tua família, leva comida quente para os sequestradores e as esposas. Eles podem estar com apetite.

 

ISRAEL - Socorro, o Hezbollah está a disparar mísseis contra os meus filhos!

MUNDO - Vamos lá ser adultos! Dá a mão aos terroristas do Hezzbollah e sê gentil com eles.

 

ISRAEL - Socorro, estou a ser bombardeado com mísseis balísticos!

MUNDO – É preciso desescalar a situação.

 

ISRAEL - Socorro, o Irão está a despejar mísseis sobre a cabeça dos meus bebés.

MUNDO - Precisamos de pessoas serenas, é tempo de mandarem o Netanyahu embora.

 

UCRÂNIA- Socorro, depois de anos a ameaçar a Rússia de que me tornaría parte da NATO, eles atacaram-nos!

MUNDO - Do que é que precisas? Armas nucleares, soldados, jactos? Estou pronto para  lutar ao teu lado!....

PA@APbrooklyn29 

 

“Se Hitler estivesse vivo hoje, cantaria louvores à ONU”

"Irão lançou um ataque a Israel sem a intenção de ferir"

 Publicado no AMIGO DE ISRAEL 2.0: 

Nota prévia:

Israel não atacou a Embaixada do Irão. Israel atacou o edifício do grupo terrorista irnaniano Guarda Revolucionária da República Islâmica do Irão. Com essa operação, liquidou os responsáveis pelo planeamento, financiamento e treino de terroristas do Massacre de 7 de Outubro.

 

Breve resumo do ataque do Irão contra Israel: 


Imagens intensas mostram interceptações de Arrow 3 e Iron Dome em Israel

170 UAVs (drones de ataque).
30 mísseis de cruzeiro.
120 mísseis balísticos, alguns dos quais caíram em Israel, atingindo a Base Aérea de Nevatim.
Um pequeno número de drones e mísseis foram lançados a partir de representantes iranianos no Iraque e no Iémen.
Os projécteis tinham um total combinado de 60 toneladas de explosivos – o que poderia ter causado danos tremendos.

Este foi o maior ataque da História, em termos de concentração de fogo x tempo.


O que diz o Jornalismo Sério


"O Irão lançou um ataque a Israel sem a intenção de ferir.". (...)

Margarida Mota


Jornalista
Licenciada em Relações Internacionais pela Universidade Lusíada do Porto, é jornalista na editoria Internacional do Expresso desde 2000. Acompanha com especial interesse a atualidade noticiosa no Médio Oriente e Norte de África. Fez reportagens na Palestina, Irão, Egito e Afeganistão. 

EXPRESSO


Se Hitler fosse vivo, estaría a bater palmas à ONU 

Se Goebbels fosse vivo hoje, seria correspondente do Expresso.

 

 

“Se Hitler estivesse vivo hoje, cantaria louvores à ONU”

 Publicado no AMIGO DE ISRAEL 2.0: 

Está a circular esta foto, do final dos anos 70, que mostra quem parece ser o nosso amigo António Guterres, com os mega-terroristas Yasser Arafat e Khalil al-Wazir (Abu Jihad); a avaliar pela postura submissa de serventuário do Islão parece ser mesmo o Gugu:


“Se Hitler estivesse vivo hoje, cantaria louvores às Nações Unidas”, diz embaixador de Israel na ONU

Numa violação flagrante da sua própria Carta de Princípios, a ONU está a tentar forçar o reconhecimento de um “Estado terrorista palestiniano” dentro das fronteiras de Israel, um estado jihadista nazi que está empenhado na aniquilação total do povo judeu.

FOX News - O Embaixador de Israel nas Nações Unidas manifestou-se veementemente contra a noção de um Estado "palestino" durante uma reunião do Conselho de Segurança da ONU, chegando ao ponto de sugerir que a ONU havia retrocedido no seu objectivo original de impedir a propagação da ideologia nazi, apoiando a criação de um Estado "palestino" .

Ao discursar na Assembleia Geral, Gilad Erdan exibiu uma fotografia da época da Segunda Guerra Mundial de Haj Amin Al-Husseini, o Grande Mufti de Jerusalém, a falar com o Chanceler alemão Adolf Hitler.

Al-Husseini, que Erdan descreveu como “um dos pais fundadores do nacionalismo 'palestiniano'”, foi um entusiasta apoiante nazi cujo antissemitismo está bem documentado. O Grande Mufti implorou a Hitler por ajuda para se livrar do Mandato Britânico e dos imigrantes judeus que vinham para a Terra Santa. 





segunda-feira, 15 de abril de 2024

Austrália: Muçulmano ataca Bispo e fiéis à facada

 Publicado no AMIGO DE ISRAEL 2.0:

CONFIRMA-SE -É UM MUÇULMANO, AOS GRITOS DE ALLAHU AKBAR. Não que os media alguma vez o digam, claro...

De que ri este homem?


Bispo australiano atacado durante a Missa:


Vários fiéis atacados. Multidão aguarda a saída do terrorista:


O terrorista, orgulhoso, ri-se:


Vídeos Radio Genoa



Cruz traçada com excrementos, nos quais foram coladas hóstias.


50 igrejas vandalizadas em França, só em Fevereiro

Italia: Padre decapitado por 'migrante' a quem ajudava

Muçulmano invade Missa no Entroncamento e faz proclamação contra o Cristianismo

Recordando o Padre Hamel, decapitado por recusar submeter-se a Alá

Irlanda: Muçulmanos declaram a supremacia islâmica em Missa católica

Cidadania e Desenvolvimento

 Cidadania:


Desenvolvimento:


Cidadania e Desenvolvimento:


Vídeos de Radio Genoa

Ainda bem que o actual governo não aboliu a disciplina de Cidadania e Desenvolvimento. A avaliar pelo que vai pelo Ocidente, o que a juventude mais precisa é de mais Wokismo, Marxismo Cultural (visite a nossa secção homónima) e extrema-esquerdismo! 
E diversidade! Sobretudo muita diversidade (a qual é, como sabemos, a nossa força!).

Imagens intensas mostram interceptações de Arrow 3 e Iron Dome em Israel

Publicado no AMIGO DE ISRAEL 2.0:

Irão lança ataque contra Israel

O Irão lançou mais de 200 mísseis balísticos e drones de guerra contra Israel.

 Ataque iraniano ao Negev:



Ataques com mísseis iranianos contra a base aérea israelita de Ramon, perto de Eilat:

A base aérea israelita de Nevatim foi atingida por 7 mísseis balísticos iranianas de médio alcance:

Um alto funcionário das Forças de Defesa de Israel disse que foram interceptados 99% dos mísseis e drones.

Há mais a caminho. 


 

Mar Morto, Israel, ontem. 


Temos visto (por mero acidente) jornalistas completamente furiosos, a espumarem pela boca, porque Israel interceptou 99% dos mísseis. 

Uma esganiçada qualquer gania que não se pode considerar um ataque, porque o Irão só disparou uns brinquedinhos sem importância. 

Desejamos de todo o coração que um destes brinquedos aqui em cima caiam em cima dessa esganiçada e de todos os antissemitas do Mundo.

domingo, 14 de abril de 2024

'Tá quieto, ó morto...

Publicado no AMIGO DE ISRAEL 2.0:

 

Um vídeo de um hospital de Gaza, partilhado pela CNN, mostra uma mulher ao lado de um corpo que parece mover-se apesar de ter sido vítima de um ataque aéreo israelita.

Um vídeo gravado num hospital de Gaza e inicialmente partilhado pela CNN mostra uma mulher sentada ao lado do que parece ser o corpo de uma pessoa alegadamente morta num ataque aéreo israelita.

No entanto, a filmagem parece retratar o corpo movendo a cabeça e deslocando-se, levando a questões sobre a sua autenticidade.

O governo israelita apontou este vídeo como prova de que o Ministério da Saúde de Gaza está sob o controlo do Hamas e questionou a exactidão dos números de vítimas comunicados pelo Ministério da Saúde gerido pelo Hamas, que alega mais de 10.000 mortes no conflito em curso. Isto levanta preocupações sobre o verdadeiro número de vítimas.





Milhões de incautos comem estas mentiras, despudoradamente trombeteadas pela Imprensa institucional. 
- Visite a nossa secção PALLYWOOD.

sábado, 13 de abril de 2024

Irão lança ataque contra Israel

Nota: o ataque do Irão contra Israel não é, ao contrário do que afirmam os jornaleiros a soldo do Islão, uma "retaliação pelo ataque à Embaixada". Israel não atacou a Embaixada do Irão na Síria, mas um edifício que abrigava terroristas iranianos, entre eles o responsável máximo pelo planeamento do Massacre de 7 de Outubro. Israel tenciona eliminá-los a todos - como qualquer outro país do mundo faria! O Irão anda há 40 anos a atacar Israel através de grupos terroristas como o Hamas e o Hezzbollah. Esta foi a primeira vez que o Irão atacou Israel directamente.


E habitareis na terra que dei a vossos pais; e vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso DEUS!

Ezequiel 36:28 

 

Kfir (1 ano) e Ariel (4 anos), prisioneiros do Hamas em Gaza.

No exacto lugar onde David enfrentou e venceu Golias.



Tu subirás contra o meu povo Israel como uma nuvem, para cobrir a terra. Acontecerá nos últimos dias.
Ezequiel 38:16

 


Jerusalém, agora.


 

Assim diz o Senhor Deus: “Eis que estou contra ti, ó Gogue” Ezequiel 38:3



Quem é terrorista de Bondi Junction?

  Publicado no AMIGO DE ISRAEL 2.0:


POST CENSURADO E SABOTADO IMEDIATAMENTE APÓS A PUBLICAÇÃO. 
TRANSCREVEMOS E REPOSTÁMOS VÍDEOS DAS MANIFESTAÇÕES DE COLONOS MUÇULMANOS NA AUSTRÁLIA EM CELEBRAÇÃO DO MASSACRE DE 7 DE OUTUBRO, E OS ISLAMISTAS E ESQUERDISTAS DE SERVIÇO DEITARAM OS VÍDEOS ABAIXO DE IMEDIATO. 
O ISLÃO É ASSIM: APAGAM E RE-ESCREVEM A HISTÓRIA À MEDIDA DA SUA IDEOLOGIA DEMONÍACA. 
OS MUÇULMANOS E OS SEUS SERVENTUÁRIOS ESQUERDISTAS UNEM-SE PARA ESCAMOTEAR A VERDADE. MAIS CEDO DO QUE PENSAM, ACERTARÃO CONTAS - E NÃO É COM O ALÁ!


MASSACRE ISLÂMICO na Austrália: 7 MORTOS, mãe e bebé esfaqueados, ‘atacante conhecido da Polícia”

O ataque teve lugar num bairro fortemente judeu e a um Sábado, como o Massacre de 7 de Outubro. 
Ninguém ainda divulgou a identidade do assassino em série:

Se o atacante for um não-muçulmano, a Polícia, o governo e a Velha Imprensa irão proclamá-lo. 


Esta valente muher-polícia abateu o assassino. Foi na Austrália. Se tivesse sido em Israel, os jornalistas estariam a titular: "Polícia israelita executa jovem 'palestino'".

Logo na sequência do Massacre de 7 de Outubro, os muçulmanos, em todo o mundo mas também na Austrália, juntaram-se para celebrar:

Muçulmanos celebram terror e incendeiam a Ópera de Sidney

ESTE POST FOI FORTEMENTE CENSURADO A PARTIR DAQUI 

Retiraram, mal foram publicados, os vídeos em que se viam os muçulmanos a incendiarem a Ópera de Sidney, a gritarem pelo massacre dos judeus e pelas câmaras de gás, a celebrarem o Massacre de 7 de Outubro, e a Polícia australiana a prender um homem pelo "crime" de transportar uma bandadeira de Israel. Não nos calarão, podem ter a certeza.

O Governo da Austrália já não tem coragem de tratar os invasores islamistas como trata os cidadãos normais. 
Como em todo o mundo, os muçulmanos juntaram-se em Sidney para celebrar a matança de judeus, a decorrer em Israel. Gritaram MORTE AOS JUDEUS! E outros slogans islamonazis.

Como em todo o mundo, a Polícia não se atreveu a deter os terroristas, que até incendiaram a Ópera de Sidney. O Califado Global está aí!...

O ódio antissemita é um pilar fundamental do Islão. 

Leia a Carta de Princípios do Hamas. 
“Israel existirá e continuará a existir até o Islão o abolir, tal como aboliu o que existia antes dele.” 

O vulgo pensa que o Islão é apenas umas religião. Na verdade, como o Comunismo e o Nazismo, o Islão é um sistema tirânico TOTAL. 

O Islão apaga toda a História e extermina as populações que o precederam num território. 

Os Árabes são da Arábia e ocupam todo o Médio Oriente, depois de terem exterminado todas as populações nativas - apenas sobreviveram, apesar de todas as tentativas de genocídio, judeus e cristãos coptas (os verdadeiros egípcios). E mesmo esses, vivem sob constante ameaça. O Islão é diabólico; é ainda pior que o Nazismo e o Comunismo! Matou e mata muito mais.

SÃO ESTES OS TAIS "REFUGIADOS", QUE DE REPENTE PASSARAM A SAIR DE TODOS OS PAÍSES ISLÂMICOS E IR "REFUGIAR-SE" ATÉ NA LONGÍNQUA AUSTRÁLIA!


Quem se mete com eles: 


 LEVA!!! 

ATAQUE TERRORISTA na Austrália: 7 MORTOS, mãe e bebé esfaqueados, ‘atacante conhecido da Polícia”

     Publicado no AMIGO DE ISRAEL 2.0:

 

Cá vamos nós... O comissário assistente da Polícia de Nova Gales do Sul, Anthony Cooke, declarou que não havia indicação de motivação para o acto, mas não descartou que este esteja relacionado com o terrorismo. Todos sabemos o que isso significa.

Mães e bebês são mortos à facadas num shopping e a questão oficial mais importante é esconder o motivo do massacre.

GELLER REPORT

 

Harrriet, de 9 meses, foi esfaqueada várias vezes por um islamista radical que atacou hoje um shopping center em Bondi Junction, Sydney, Austrália.

A sua heróica mãe, Ash, lutou contra o assassino, que empunhava uma faca e, nos seus últimos momentos, atirou a sua bebé ferida para os braços de estranhos para lhe salvar a vida.

Harriet está em estado crítico.

Bondi Junction é um bairro predominantemente judeu. 

The Pesian Jewess 


Nenhum órgão de informação tradicional que tenhamos consultado mostra imagens do terrorista ou refere a sua motivação islâmica. Pelo contrário, todos dizem que não se tratou de terrorismo. Menos a BBC, que diz que foi "a extrema-direita". 

Como temos vindo a demonstrar, há mais de uma década, esta cáfila de politiqueiros e jornaleiros é toda paga para proteger o Islão. 

Só órgãos de informação modestos e locais se atreveram a mostrar vídeos do terrorista a chacinar as suas vítimas:



Realmente, não há motivo para suspeitar que se trate de um muçulmano, eles até nunca matam ninguém à facada...