quarta-feira, 15 de maio de 2013

Uma ameaça global

Na Nigéria os islamistas já põe em risco a soberania nacional. Veja o Público:
  
“Estamos a enfrentar uma rebelião e insurreição por grupos terroristas que são uma grande ameaça à nossa unidade nacional”, disse o Presidente numa comunicação televisiva. “Atacaram edifícios do Governo. Assassinaram civis inocentes e responsáveis do Estado. Incendiaram casas, raptaram mulheres e crianças”, enumerou. “Estas acções são uma declaração de guerra.”

Na Nigéria já não há paz, nem ordem pública, nem Direito que valha à população. Se disser que corremos o mesmo risco e pelos mesmos motivos, alguns chamar-me-ão "alarmista". Em Portugal temos vivido sem isto, mas outros países, aqui mesmo na Europa, não podem dizer o mesmo. O Islamismo radical é uma ameaça tão grave mas mais complexa que o Nazismo. A motivação para os ataques a Israel é a mesma dos do Boko Haram, da Al-Qaeda ou de qualquer outra organização terrorista islamista. E a seguir à "reconquista" de Israel, boa parte dos extremistas apontam baterias ao "Al Andaluz" a Península Ibérica. Convido-vos a visualizarem este documentário, com espírito crítico, e a fazerem o vosso juízo após confirmarem a veracidade e pertinência (ou não) do mesmo:


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.