quinta-feira, 23 de maio de 2013

O que disse o suspeito de Woolwich

 

Temos muitos leitores que não entendem Inglês. Por isso vamos traduzir: no vídeo acima, um dos jihadistas islâmicos que decapitaram ontem um jovem soldado no Reino Unido, menciona a Surat-Tawb.

O vídeo tem sido editado de modo a omitir as referências ao Corão . Na versão que as televisões passam nem se ouve o terrorista a falar. E se não fosse o jornal The Sun, certamente teria ficado no segredo dos deuses...


O primeiro-ministro britânico, David Cameron, afirmou esta quinta-feira que se tratou de "uma traição ao islão e às comunidades muçulmanas".

Pode ter sido, mas por isso não deixa de merecer condenação e acção enérgica. Quando houver cristãos, judeus, budistas, hinduístas, taoístas, confucionistas, Testemunhas de Jeová, a cometerem destes crimes, a nossa opinião será rigorosamente a mesma, como é óbvio! Lembramos que estes «traidores do Islão» (?) matam mais gente num ano que a Inquisição matou em 350! E nos tempos da Inquisição toda a gente matava, por dá cá aquela palha, inclusive católicos eram mortos por protestantes, na mesma escala.

O 'suspeito', que a Imprensa insiste em tratar assim apesar de confessar o seu crime (testemunhado e filmado pelos transeuntes) com um cutelo nas mão ensaguentadas, afirma que «a Surat at-Tawba e muitas passagens de todo o Alcorão mandam combater os infiéis como eles nos combatem a nós».

Depois acrescenta:

"Nós juramos por Deus Todo-Poderoso que nunca vamos parar de vos atacar ... O vosso povo nunca estará seguro.


"Na nossa terra, nossas mulheres tem que ver o mesmo. Vocês nunca estarão a salvo.

"Façam cair os vossos Governos, que não se importam convosco.

"Vocês acham que o David Cameron vai ser apanhado na rua, quando começarmos a nossa luta, rebentando convosco? Vocês acham que os políticos vão morrer? Não! Vai ser o cidadão comum, como você, e os seus filhos.

"Então, livrem-se deles. Digam-lhes para trazerem as tropas de volta, para que todos possam viver em paz."


Testemunhas disseram que os dois homens terroristas islâmicos trataram a vítima "como um pedaço de carne".
Relataram também que uma mulher loira saiu do seu carro e correu em direcção aos 'suspeitos', confrontando-os, para pararem de atacar o jovem soldado.Os terroristas convidaram os transeuntes a filmarem o ataque, enquanto gritavam "Allahu Akbar" - Deus é grande.
 
A Surat at-Tawba é o nono capítulo do Corão, e de acordo com estudiosos islâmicos é o último ou um dos últimos a ter sido revelado, e tem conteúdo doutrinário - o que significa que terá prioridade sobre os demais.  

Alguns destaques:

"E quando os meses sagrados passaram, em seguida matareis os idólatras onde quer que os encontreis e capturá-los-eis e cercá-los-eis, e sentar-vos-eis esperarando por eles em cada local de emboscada. Mas se eles se arrependerem, deixá-los-eis ir em paz. Allah é Indulgente, Misericordiosíssimo. "- 09:05

"Combatê-los-eis. Allah vai castigá-los por suas mãos e vontade, desgraçá-los-á e dar-vos-á a vitória sobre eles e satisfará o povo crente e removerá a fúria dos corações dos crentes, e Allah se transforma em perdão para quem Ele quer, e Allah é Sapiente, Prudentíssimo. "- 9:14-15

"Lutai contra aqueles que não acreditam em Allah e que não aceitem Allah e o Seu Mensageiro  e que não adoptem a religião da verdade a quem foi dada a Escritura - combatê-los-ei até que paguem a jizyah voluntariamente, e eles serão humilhados. "- 09:29


"Ó Profeta, luta contra os infiéis e os hipócritas, e sê implacável sobre eles. E o seu refúgio é o inferno, e miserável é o seu destino." - 9:73

"Ó crentes, lutai contra os descrentes vossos vizinhos e deixai-los conhecer a vossa dureza. E saibam que Allah está com os justos." - 9:12

1 comentário:

  1. Desta vez foi claramente citado o Corão. O Corão é o carro e a Mesquita a gasolina para o colocar a andar. Churchil dizia: O islão no Homem é como a raiva nos cães

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.