domingo, 19 de maio de 2013

130


130 mortos em quatro dias. Números que nos chegam todos os dias e que no final de cada ano perfazem genocídios. Violência entre xiitas e sunitas no Iraque. Ainda há quem entenda que a culpa é dos Americanos, não se sabe bem porque carga de água, porque os confrontos são, como sempre, motivados por questões de intolerância religiosa.

Diz um americanófobo leitor do Público:

  1. Thank America !!! 

    Reforça outro, também afeito, como os islamistas radicais e os comunistas ortodoxos, ao hábito de culpar a América por todos os males do Mundo:


  2. NAo pode ser... A Democracia nao foi levada para la pelos USA?? Como pode ser??? 

    Respondem dois leitores (que nos pouparam trabalho): 
     
    1. O problema iraquiano é um religioso e étnico. Como se viu na ex-Jugoslávia e na Índia/Paquistão, às vezes a solução é mesmo a partição territorial em estados mais pequenos. Estados multi-étnicos e multi-religiosos raramente funcionam e quando o fazem, geralmente, é sob a batuta de uma ditadura, como no caso iraquiano, em que Saddam controlava com punho de ferro quaisquer divergências sectárias e religiosas com a polícia e o exército. O mesmo se passa na Síria, na China, Sudão (agora dividido em 2). Um dos poucos casos, que me recorde agora, de sucesso é o de Singapura...

    1. Lá vêm os EUA e esqueceu-se de Israel ,a serem culpados das guerras entre facções religiosas no mundo árabe !Os EUA derrubaram um ditador, e deixaram o pais preparaddo para uma democracia . Agora se eles não querem , se preferem matarem-se uns aos outros por questóes religiosas/poder e problema deles . A maior parte do povo não quer esta guerra e preferiria viver em paz e em democracia , mas os grupos sectários armados liderados por gente que quer o poder, não deixa . Quando o fanatismo religiosos, especialmente o belicose Islamismo, está acima dos interesses do povo que apenas quer viver em paz , esta matança não vai parar.Realmente fica sempre a questão no ar :Sera que é possivel um mulçumano fundamentalista viver em democracia enquanto as sua mentes forem medievais ??.Tém que tentar !! 

      É esta a diferença entre a Democracia e a Civilização versus o fanatismo religioso e a barbárie. Estes leitores do Público não saíram à rua para cortar cabeças de quem não lhes partilha as opiniões. 

      Israel está cercado por regimes e grupos terroristas islâmicos, e tem dentro do seu território outros tantos, mais os que lá trabalham e ainda se queixam por serem revistados na fronteira, não vão trazer armas ou coletes de bombas, como tantas vezes acontece. É isto que gostávamos que as pessoas entendessem, antes de culparem Israel por todos os males do mundo, como culpam a América. E antes que estejam na situação de Israel...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.