quarta-feira, 9 de julho de 2014

T SS F


"Notícia" inacreditavelmente difamatória na TSF!

A informação nos media mainstream, de um modo geral, não merece crédito. Por várias razões, e, entre elas, pela desonestidade com que reportam tudo o que diga respeito a Israel. Desonestidade na melhor das hipóteses. regra geral é propaganda de ódio, difamação e incitamento.

Há por aí excelentes jornalistas, casos de abnegação e profissionalismo que roçam o heroísmo, note-se. Geralmente acabam por soçobrar debaixo de avalanchas de ameaças, processos judiciais, e despedimentos. Por isso não vejo canais de informação e na rádio só ouço futebol.

Só por acidente acabo de ouvir na TSF uma "notícia" sobre a situação em Israel. Não posso reconstituir tudo à letra, mas foi mais ou menos isto:

"Prossegue a ofensiva de Israel contra a Palestina. Israel bombardeou uma casa em Gaza e morreram 15 pessoas. O Hamas respondeu ao ataque de Israel, disparando sobre Jerusalém e Tel Aviv, mas os rockets caíram todos em áreas desabitadas ou foram interceptados pelo sistema de defesa de Israel. O Hamas está a defender-se da operação movida por Israel".

Quem ouvir isto de boa-fé, pensa que Israel resolveu, por desfastio, ou por maldade, atacar pessoas inocentes. E que os pobres "palestinos", coitadinhos, respondem com umas bombinhas de Carnaval.

Segundo a Imprensa "palestina", um chefe terrorista do Hamas e outras 5 pessoas foram mortas num raide aéreo. Sedentos do paraíso de Alá, alguns subiram para o telhado, deliberadamente, como escudos humanos. Podem ter sido atingidos. Assim o quiseram.

Quem está de má fé, puxa do argumento de autoridade: 

"A TSF disse, e eu acredito na TSF e não em ti!".

Mas a realidade não depende de quem a narra. E a realidade é que Israel foi e está a ser alvo de centenas de mísseis vindos de Gaza, durante várias semanas. Agora, Israel respondeu aos terroristas!

NOTA: Os 15 terroristas que foram abatidos não eram "pessoas dentro de uma casa", como a TSF diz! Esse número inclui os terroristas que tentavam entrar numa base militar de Israel, vindos de Gaza (ver vídeo no final deste post). Se calhar Israel devia tê-los deixado assassinar quantos israelitas quisessem!

No chamado conflito Israelo-Árabe,  as coisas passam-se exactamente assim:




Porque é que os media e os políticos põem em igualdade moral (na melhor das hipóteses), um pequeno país livre e democrático, e os terroristas todos que o querem erradicar do mapa? Petróleo, extrema esquerdismo e ódio antissemita, basicamente!

Uma honrosa excepção acaba de nos chegar: a desmontagem das mentiras de um "palestino" de Gaza, feita pela BBC:


A Honest Reporting faz a resenha do dia. Juntamente com as mentiras costumeiras, a palavra de ordem é "vingança"

Na Imprensa mundial, a iniciativa do Hamas de atacar Israel não é reportada. A resposta de Israel, é! E, a partir daí, com os combates já acesos, cada acção de Israel é referida como... "vingança"!

Os judeus são, de um modo geral, gente boa, trabalhadora, inteligente, e com um grande sentido de humor - qualidade que muito apreciamos. Mas têm um enorme defeito: padecem de uma confrangedora ingenuidade!  O que ganharam, nestas décadas debaixo de guerras e de terrorismo, em terem aceite pacificamente 12% (!!!) do seu território no Plano de Partição do Mandato Britânico da Palestina? O que ganharam em terem dado mais de 2/3 do seu território (incluindo Gaza) aos terroristas, em troca da paz que nunca veio?

Por favor, Estado Judaico:

Retoma Gaza! Retoma a Judeia e Samaria! Essa gente só entende a  linguagem da força. E do resto do Mundo, não podes jamais esperar simpatia e compreensão.

 ------------------------------------

P.S. - Os terroristas abatidos não estavam dentro de uma casa coisa nenhuma. Estes assassinos vieram por mar, desde Gaza, e tentavam infiltrar uma base militar israelita. Foram neutralizados, graças a Deus:

 

P.P.S. - Em Jerusalém, milhares de árabes festejam efusivamente, no Monte do Templo (onde construíram a sua mesquita, profanando o local mais sagrado do Judaísmo) os mísseis disparados pelos terroristas de Gaza contra a população civil de Israel:


Esta canalha era imediatamente posta na fronteira. Vão para os 88% do território israelita, que a Jordânia abarbatou! Vão para a Península do Sinai, que Israel deu aos Árabes e que é hoje um paraíso de terrorismo! Vão para o Califado! Vão para o Diabo!

7 comentários:

  1. Quem financia estes cabroes? Quem lhes deu os rockets M360?

    ResponderEliminar
  2. http://amigodeisrael.blogspot.pt/2014/03/banco-mundial-financia-terrorismo-do.html

    UE, EUA, Banco Mundial. E Portugal, para ser fino, já boicota Israel também!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andamos a queimar dinheiro com estes loucos.

      Eliminar
  3. parem de matar a população civil
    não ao nazisionismo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como argumentar logicamente com alguém que não pensa de maneira lógica? Os terroristas atacam Israel e vocês celebra. Israel está a defender-se, e vocês detestam. temos pena, amiguinho. A psiquiatria já faz maravilhas. Cure-se!

      J.J.

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.