terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Volta, Bush, estás perdoado!

Ele era para o feiote. Dizem que tinha cara de macaco. E diga-se em abono da verdade que não tinha um ar inteligente, e era até um bocadinho irritante. Não praticava jogging-para-inglês-ver, nem era dado a preocupações de imagem. Era mundialmente detestado e continuamente vergastado pelos media.
 

Já este aqui em baixo, é um bonitão. Tem carisma. Tem a voz colocada e o dom da palavra. Usa imagens literárias entusiasmantes, fuma, tem pernas finas e joga basquetebol quase como um profissional. Tem 1/4 de sangue africano, que lhe dá um ar exótico e sofisticado - e de caminho permite a uns milhões de indivíduos de pele branca, cheios de complexos de culpa, fazerem as pazes consigo mesmos.

Acontece que a boa imagem não salva vidas. E se o odiado antecessor estivesse no poder, não se tinham perdido tantas, de forma tão trágica, no Egipto, na Síria e em todo o mundo islâmico, que, com a complacência aqui do bonitão, se vai destruindo e destruindo-nos.

Hoje o mundo descobriu que o regime de Assad é uma tirania, e que terá assassinado milhares de pessoas. Um fiabilíssimo relatório pedido pelo Qatar - financiador do terrorismo sunita - conclui que Assad é o mau da fita. O único.

Passam incólumes as atrocidades cometidas pelos terroristas infectos, perdão, afectos à Al-Qaeda, que temos aqui divulgado sob a etiqueta "Síria", e que incluem genocídio, tortura, estupro, canibalismo, profanação de templos, decapitação de «infiéis», e todo um catálogo de horrores que os media alinhados com o Islão e com Obama parecem ignorar. Os cristãos têm sido alvos apetecidos da fúria dos jihadistas canibais da Síria.

Os muçulmanos não sunitas também não escapam. Este vídeo ilustra um inquérito de beira de estrada promovido pelos terroristas para detectarem não sunitas. Quem erra, não leva um cheque para casa, como no "Quem Quer Ser Milionário?". Leva um tiro na cabeça, na hora, livre de burocracias e complicações.



No site do ex-terrorista «palestino», convertido ao Cristianismo, Walid Shoebat - entre outros - podemos encontrar horas e horas de vídeos das façanhas dos canibais que operam na Síria. Todo o mundo vê isto, menos os media. E o Obama, que quando ouve falar em jihad, pega logo num taco de golfe. Com todos os seus defeitos, com o Bush no Poder, não teriamos porventura chegado a este ponto.

2 comentários:

  1. Estranho a forma como as noticias são apresentadas.
    Que o Assad não é "flor que se cheire" já sabiamos.
    Mas os "lutadores da liberdade" conseguem ser muito piores e muito mais asquerosos.
    Porque razão os midia não noticiam as barbaridades perpretadas pela malda da Al - Cateia, queria dizer, Al Qaeda?
    Tudo isto cheira muito mal.

    ResponderEliminar
  2. volta logo bush, esse ridiculo, babaca, inutil e pacifista do babacobama esta deixando os EUA e o mundo afundar.

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.