segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

They blow up so fast...

Where-Excuses-Go-to-Die_Barbie-Suicide-Vest.jpg
E de repente as nossas adolescentes de cigarro nos queixos, a mascarem pastilha e a debitarem as obscenidades que ouvem na Casa dos Segredos, parecem estranhamente bem educadas e dentro dos eixos...

"Detida menina afegã com colete de bombas"

BBC, 6 de Janeiro

Rapariga afegã foi detida quando vestia um colete suicida no sul do Afeganistão, disseram autoridades.
Foi capturada na noite de domingo na província de Helmand, quando tentava realizar um ataque contra a polícia de fronteira, disse à BBC um porta-voz do Ministério do Interior.

A menina, de oito anos será irmã de um proeminente comandante do Taliban, diz-se estar em estado de choque e confusão.

- 8 anos!!!!!!!!

A polícia disse à BBC que ela foi encorajada a realizar o ataque pelo irmão.


De acordo com o porta-voz do ministério do Interior, Sediq Sediqi, um dos soldados afegãos avistou a garota vestindo o colete de suicídio.

Mas ela não conseguiu premir o botão para detonar o colete e foi presa antes que pudesse realizar o ataque, disse o correspondente da BBC, Bilal Sarwary repórter na capital afegã, Cabul.

A menina já foi transferido para a capital provincial de Lashkar Gah.



- Percebe agora  porque é que há controlos de fronteira em Israel?


Gostava de ter pessoas destas a vaguear pelas suas redondezas, procurando matá-lo?



Bombista suicida de 14 anos em Israel

  

Bombista suicida de 6 anos no Afeganistão.

O que diria a brigada bem pensante e politicamente correcta anti Israel, anti Estados Unidos, anti Europa, se esses países usassem inocentes crianças desta forma vil, nojenta, diabólica?


Pôr Israel no mesmo patamar moral que os terroristas do Hamas, do Hezzbollah, da Al Qaeda, ou de qualquer outra dessas organizações criminosas, é, antes de mais, um atestado de ignorância ou de malvadez. As crianças como escudos humanos. Ver vídeos em cima.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.