domingo, 1 de dezembro de 2013

Fazemos 1 Aninho

"Cercado por países árabes e islâmicos, Israel está sozinho - um pequeno farol da democracia num hostil e tirânico Médio Oriente. Enquanto as nações ameaçam varrer Israel do mapa, tiroteios, esfaqueamentos e atentados suicidas mostram a face do inimigo de Israel. Mas a nação de Israel irá prevalecer - e derrotar o inimigo. O bem triunfa sempre sobre o Mal. A luz da nossa fé vai emergir da escuridão da morte e da destruição."
          Unidos com Israel


 

E como quem não quer a coisa, fazemos hoje 1 aninho de idade...



Começámos por ser uma newsletter para uma dúzia de amigos (entre os quais alguns que descobrimos estarem muito mal informados em relação a este país que amamos). Alguns ficaram profundamente ofendidos pelo simples facto de sermos amigos de Israel (veja-se por aqui o grau de lavagem cerebral que por aí anda...).

Tivemos de tudo: desde um que basicamente proibiu as referências ao Holocausto, porque "Holocaustos há muitos, (seu palerma)", a outro que se propunha entrar em Jerusalém de azorrague em punho e "chicotear aqueles agiotas todos"! (Ah, valente!!!...). Já para não falar das declarações abertas de simpatia pelo Nazismo e de uma ou outra ameaçazita de atropelamento... (mas isso são trocos, claro, e, se é anti-semitismo, é certo e sabido que é sempre e só "a brincar").

Depois de termos sido proibidos, por esta improvisada Gestapo, de distribuir o nosso blog-newsletter, pensámos: "Bem, então, não vale a pena continuar a alinhavar estes posts, a traduzir estes artigos, a compilar estes vídeos...".

Eis senão quando começámos a ver o contador de visitas a ultrapassar as 10, as 20, as 100, as 200, as 300, a ultrapassar as 500, e por ai fora. Ou é pessoal que gosta de aqui vir, ou então estão todos a tomar nota para nos fazerem a folha... Já tivemos as habituais acusações de que "somos pagos pelos Sionistas" - o que é estranho, porque nós mesmos somos Sionistas e somos uns tesos! Aproveitámos a deixa e deixámos nestas páginas o descarado convite a algum Sionista rico que nos quisesse financiar este agradável voluntariado. Tá bem, tá!... Os ricos, Sionistas ou não, não estão para abrir os cordões à bolsa. Acusações de sermos agentes da Mossad também temos tido. Seriamos assim os agentes secretos menos secretos do Mundo :-)

Queremos crer - e temos boas razões para tal - que este nosso hobby e imposição de consciência, tem permitido a algumas pessoas entenderem que os velhos preconceitos anti-semitas são ridículos, e que Israel não é o mau da fita.

Obrigado a todos os leitores, a todos os amigos e a todos os inimigos! Que Deus vos abençoe profusamente (não se ofendam os ateus, que também são aqui bem-vindos)! Muito obrigado!
Não temos qualquer motivo de arrependimento ou culpa. O nosso amor transpõe qualquer montanha!

2 comentários:

  1. Parabéns pelo blog! Seria interessante falar da relação esquecida entre Portugal e os judeus. Segundo vários estudos, muitos portugueses têm um antepassado judaico, sobretudo devido às conversões forçadas de há 500 anos. Já ouvi da boca de estrangeiros que os portugueses parecem "meio judeus".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado. E esse é um tema interessante. neste 2º ano vamos tentar abordar outros temas, entre os quais, esse.

      Abraço,

      I.B.

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.