segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

E vão três atentados em Volgogrado!

Os jihadistas islâmicos continuam a assassinar impunemente em Volgogrado. Será que as autoridades russas desafiarão as mesquitas a pregarem contra as doutrinas islâmicas que levam à violência? Ou será que permitirão que a Rússia ceda ao caos jihadista, e, finalmente, se submeta ao Islão?
 RussiaBombing.jpg

"Explosão em hora de ponta mata 14 pessoas em  eléctrico em Volgogrado, Rússia; ataque mortal é o terceiro em quatro dias"
por Albina Kovalyova e Daniel Arkin para NBC News, 30 de Dezembro

    
MOSCOVO - Pelo menos 14 pessoas foram mortas e 28 ficaram feridas quando uma explosão destruiu um autocarro eléctrico na cidade russa de Volgogrado, esta segunda-feira - o terceiro ataque mortal no país em quatro dias.

    
A explosão, que as autoridades atribuem a um homem-bomba, arrancou grande parte do exterior do carro eléctrico, deixou corpos mutilados na rua e levantou temores sobre mais violência no período que antecede a Olimpíada de Inverno de Sochi, que a Rússia receberá dentro de seis semanas.

-O Paris-Dakar já não se realiza em África porque os islamistas  estão a varrer esse continente, lembramos.


    "Pelo o segundo dia, estão a matar-nos! É um pesadelo", disse uma mulher perto do local à Reuters, com a voz trémula. "O que devemos fazer, continuar a andar na rua?"
 O autocarro envolvido no atentado mortal esta segunda-feira está a ser rebocado para longe da cena, em Volgogrado, Rússia.

    
Volgogrado, cidade de um milhão de habitantes, a cerca de 400 km a nordeste de Sochi, é um centro de transporte fundamental para o sul da Rússia, com muitas linhas de autocarro que ligam às províncias voláteis do Cáucaso do Norte.

    
No domingo, 17 pessoas foram mortas num ataque terrorista por uma mulher-bomba numa estação ferroviária em Volgogrado. E na sexta-feira, um carro-bomba matou três pessoas no sul da cidade russa de Pyatigorsk, 170 km a leste de Sochi, onde os Jogos Olímpicos serão realizados.

    
Em Outubro, outra mulher-bomba foi responsabilizada por uma explosão num autocarros em Volgogrado, que matou cinco pessoas.

    
As explosões no domingo e segunda-feira  provavelmente estão ligadas porque o TNT e os estilhaços das bombas são "idênticos", disse Vladimir Markin, porta-voz da principal agência de investigação da Rússia.

    
"Isto confirma a versão dos investigadores de que ambos os ataques terroristas estão ligados", disse à televisão russa. "Eles devem ter sido preparados num só lugar." ...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.