sábado, 28 de dezembro de 2013

Explosão de amor em base israelita!


VÍDEO: Soldados do IDF comovidos por demonstração de amor!

 O vídeo acaba de ser lançado:



Uma base militar do IDF (Forças de Defesa de Israel) perto de Siquém (Nablus) foi pacificamente invadida por autocarros cheios de visitantes norte-americanos e israelitas, que celebraram o feriado de Acção de Graças e Chanukah com os soldados, levando pacotes de presente com roupas quentes e milhares de cartas de apoio de todo o mundo.




Os soldados desta base pertencem à brigada de elite "Givati". A festa, organizada pela Unidos com Israel e pela Agradeça aos Soldados Israelitas, incluiu jantar, música e dança. Foi uma oportunidade não só para mostrar gratidão para com os corajosos defensores da terra e do povo de Israel - e do Mundo Livre - mas também de passar as festividades de Hanukkah e Acção de Graças de uma forma verdadeiramente significativa, já que ambas as festas são baseados nos conceitos de liberdade e gratidão.

Os soldados israelitas receberam casacos quentes de inverno pelo Chanukah de pessoas de todo o mundo, milhares de cartas de apoiantes, judeus e não-judeus, de lugares tão diversos como Singapura, Tailândia, Alemanha, Inglaterra, EUA, Brasil e Austrália - para citar alguns.


 Gift-giving

 Presentes de apoiantes de todo o mundo...


"Nós agradecemos não só às pessoas aqui presentes, mas também aos milhões de pessoas em todo o mundo ... em mais de 100 países", disse Michael Gerbitz, da Unidos com Israel, dirigindo-se aos soldados, alguns dos quais tinham imigrado para Israel vindos da América."Nós amamos os EUA", continuou. "É um grande país, um país de 'Chesed' [ bondade ] ... mas Israel é a nossa casa. A nossa mensagem aos judeus ainda não têm a sorte de estar aqui: sejam reconhecidos para com a América, mas juntem-se a nós aqui."A base está localizada a cerca de 40 quilómetros a norte de Jerusalém, perto da cidade de Siquém
(aka Nablus), historicamente judaica.  Tudo que está sob a administração da Autoridade Palestina e inclui uma população de mais de 130.000 árabes. "Absolutamente nenhum judeu pode lá entrar" - um soldado esclareceu os visitantes.

Siquém tornou-se um foco de terrorismo, e o IDF é alvo preferencial dos actos mais horríveis cometidos pelos terroristas. O soldado explicou, durante um passeio pelo Monte Gerizim, com vista para Siquém e para a Tumba de José: "Há sempre acção. E noventa por cento das vezes conseguimos apanhar os terroristas. De monotonia não nos podemos queixar."

Fluente em Inglês, ele não teve escrúpulos em dizer aos convidados: "Vocês estão agora num dos lugares mais perigosos de toda o Israel."
"Vocês estão a ter a oportunidade de conhecer das pessoas mais corajosas que vocês já conheceram em a vossa vida" declarou Mimi Jankovits, directora executiva da Agradeça aos Soldados Israelitas. "Eles estão proteger-nos a todos."

 Menorah and Hatikvah
Depois de terem acendido a Menorah de Chanukah feita de mísseis Kassam, os convivas cantaram a   Hatikvah, o Hino Nacional de Israel.

Gerbitz explicou a importância histórica de Siquém como a Terra-Mãe do povo Hebraico. De acordo com a Bíblia, essa cidade foi o primeiro destino do Patriarca   Abraão ao entrar na Terra de Canaã (Israel) "coração do povo judeu." O antepassado hebraico Jacob comprou terras em Siquém para os judeus viverem quando retornassem à Terra Santa.


Gerbitz apontou a importância de José* ter sido enterrado em Siquém: "José foi, talvez, o judeu de maior sucesso fora de Israel, e ele ansiava voltar aqui", disse ela.

* - Nota nossa: os leitores lembram-se certamente do famoso José do Egipto.


"Os árabes importam-se tanto com Siquém, porque eles entendem que a cidade é profundamente simbólica da conexão da alma judaica com a Terra de Israel", afirmou.

Soldiers and guests had a wonderful time partying at Chanukah party in support of the IDF

Soldados e convidados tiveram uma maravilhosa festa de Chanukah
A Chanukah comemora não só um feito militar, mas um objectivo espiritual, uma vitória, um triunfo da luz sobre as trevas. Neste espírito, a Menorah desta festa foi feita de mísseis disparados contra Israel a partir de Gaza. Material originalmente usado para trazer a escuridão ao mundo, transformado em ferramenta para criar luz.

"É óptimo saber que temos amigos de todo o mundo", disse um soldado, radiante e reconhecido. Na verdade, os jovens homens e mulheres que servem o seu país pareciam confusos com a efusão de amor e preocupação por eles, dizendo que não tinham ideia de que tantas pessoas em todo o mundo compreendem a sua missão.

 Vídeo da transmissão ao vivo e completa do evento.
 

Campanha para enviar pacotes com roupa quente de Inverno e saudações pessoais aos soldados estão em andamento: Clique aqui para participar.

Autor: Atara Beck, equipe de redacção da Unidos com Israel


_______________________________


- Para todos os nossos leitores e amigos, para os nossos inimigos e para os que persistem em glorificar o terrorismo, vilipendiar o Mundo Livre e difamar Israel, os nossos calorosos votos de Paz e de um Ano Novo muito feliz. Shabbat Shalom.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.