domingo, 22 de setembro de 2013

SALVEM OS CRISTÃOS



No dia de hoje, o ataque jihadista mais devastador deu-se no Paquistão. À saída da Missa de Domingo. Os militantes islamistas esperaram pela saída dos cristãos e activaram os explosivos, matando 70. A organização radical Jundullah reivindicou o atentado.

Os militantes islamistas radicais têm nos judeus e nos cristãos as suas vítimas preferenciais, porque não reconheceram o seu profeta. No Paquistão, como no Egipto e noutras paragens, os cristãos, que ainda são um número considerável, estão a sofrer fortes ataques por parte dos islamistas radicais. Assassínios, queimas de crentes (vivos), violações, raptos, tortura, destruição de igrejas, cobrança da 'taxa de infiéis' (a famosa jizya), tentativas de incriminação em crimes de blasfémia, são alguns dos problemas que as comunidades cristãs encontram.

A organização SALVEM OS CRISTÃOS (clique na imagem abaixo, sff) é das poucas que a nível mundial se atreve a denunciar a selvática e implacável perseguição aos cristãos. O responsável é Walid Shoebat, ex-terrorista islâmico e ex-membro da Irmandade Muçulmana, convertido ao Cristianismo, hoje grande apoiante da paz, da efectiva convivência religiosa e do Estado de Israel.



O Ocidente - religiões cristãs incluídas - estabeleceu que tudo o que esteja relacionado com o Islão é tabu. O medo de melindrar os muçulmanos instalou uma ditadura de silêncio, ocasionalmente quebrada por gente corajosa como por exemplo Walid Shoebat. As organizações islâmicas a que se convencionou chamar "moderadas", entendem também que a violência diária assinada por islamistas radicais não deve ser comentada, "porque constitui uma grande dor para os verdadeiros muçulmanos". A despeito do tamanho da "dor", não ficaria mal aos clérigos muçulmanos condenarem energicamente actos como este, ainda que seja um tanto difícil fazer uma média de 5 condenações diárias (a média de ataques da Religião da Paz). Nem o activo sheik David Munir aguentaria um ritmo desses...

O medo que os cristãos paquistaneses sentem:



Ontem no Quénia, terroristas islâmicos mandaram sair os muçulmanos e abriram fogo indiscriminadamente sobre crianças, mulheres e homens que ali se encontravam. O número de mortes é agora de 59 e os feridos graves cifram-se em 175. Há pelo menos 30 reféns nas instalações. As Forças de Defesa de Israel foram chamadas pelo Quénia para colaborar na tentativa de neutralização dos terroristas, atendendo à experiência que têm de lidar com este tipo de terrorismo. A operação é particularmente difícil, pois o objectivo máximo destes terroristas é a própria morte.

Desde o 11 de Setembro de 2001, com os ataques de 11 de Setembro que explodiram as Torres Gémeas em Nova Iorque, que uma Jihad (guerra santa) global foi lançada por grupos de militantes islamistas radicais, que lutam pelo domínio total da sua religião sobre o planeta, o Califado Global.

O ataque de Nova Iorque coincidiu com o aniversário da derrota das forças islâmicas na Batalha de Viena, e pretende marcar uma nova era de conquistas. Os atentados mortais cifram-se, à hora em que escrevemos, em 21629.

Na semana passada, por exemplo, a contabilidade foi a seguinte:

Relatório semanal da jihad global
de Setembro 14 a Setembro 20 de 2013
Ataques jihadistas:
56
 Allahu Akbars*:
6
 Mortos:
511
Feridos Graves:
573
 *Ataques Suicidas



Os ataques ocorrem numa média de 5 por dia, uns mais devastadores que outros.

A lista de mortos e feridos é astronómica. A lista dos ataques, por mês e por ano, com os métodos usados, os locais onde ocorreram e as vítimas, está no site A Religião da Paz:



LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2004

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2005

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2006

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2007


LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2008

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2009

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2010

 LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2011

 LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2012

 LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2013 (1º SEMESTRE)

2 comentários:

  1. Boa actualização do blogue. Também gostei do site "thereligionofpeace". Obrigado pela info.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado. O TheReligionofPeace é dos mais completos. O Jihadwatch.org é fonte de muitos posts dos que aqui coloco. Em Português há o facebook chamado Algumas Coisas Acerca do Islão. Temos que procurar fontes alternativas, pois a Imprensa mainstream ou tem medo ou apoia a islamização global e a jihad.

      Abraço,

      Israel Bloom

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.