terça-feira, 24 de setembro de 2013

A Viúva Branca - 2

 

É apontada como a comandante do ataque terrorista ao centro Westgate de Nairobi. Lewthaite é a viúva de Jermaine Lindsay, que se explodiu durante os atentados de Londres em 7 de Julho de 2005, no metro de Londres, matando 26 pessoas.
Dizem que ela é uma das terroristas que na Somália se juntaram à Al Shabaab. O primeiro-ministro David Cameron interrompeu uma visita à residência real de Balmoral, araa realizar algumas sessões de emergência. Pelo menos seis britânicos sucumbiram aos ferimentos , como vítimas deste ataque terrorista.Por sua parte, o FBI começou a investigar a possibilidade da presença de pelo menos seis terroristas ocidentais, três americanos, um canadiano, um britânico e um finlandês, no ataque, de acordo com a NBC -News e a CNN. A investigação está em fase preliminar, e é provável que possa ser concluída antes do fim do impasse entre as forças quenianas e os terroristas.Uma conta de Twitter associada com a Al Qaeda e a Al Shabaab identifica esses americanos como Ahmed Mohamed Isse, 22 anos, de St. Paul, Minnesota; Abdifatah Keenadiid Osman, 24 anos, de Minneapolis, Minnesota, e Gen Mustafe Noorudiin, de 27 anos, de Kansas City, Missouri. Todos falam Árabe. Minnesota e Missouri são os principais centros de imigração da Somália e da África Oriental para os Estados Unidos. Alguns são convertidos, outros lutaram contra a América no Iraque.
 - Que país tão mauzão, os Estados Unidos, hein?...

Estamos, portanto, confrontados com a primeira " legião estrangeira ocidental terrorista" , composta de convertidos e emigrantes explorados pelas indústrias do terror para fortalecer o ciclo de adeptos do Islão que pdem asilo na Europa e nos Estados Unidos .
 - Que países tão mauzões, os países europeus, hein?...

Ao analisarmos friamente as causas políticas destes eventos, a postura conciliatória para com o Islamismo porparte da Administração Obama, o relaxamento do vocabulário anti-terrorista, para não ofender o Islão, ou as origens quenianas do Presidente e a sua juventude no país, são factores que contam.
No entanto, recentemente, o governo Obama reforçou  sua guerra secreta contra a Al Shabaab na Somália, reforçando a colaboração com os serviços de informações do país.

Os EUA mantêm também campos de treino para soldados ugandeses, que lutam contra as forças da Al Shabaab, e forneceu drones Predator a bases em Djibuti, aviões de combate e cerca de 2.000 soldados e civis americanos.

O impasse continua entre um grupo de 10 a 20 terroristas islâmicos e as forças de segurança quenianas, dentro do Westgate Shopping em Nairobi, pelo segundo dia, desde domingo, quando o número de mortos é de 69, com 205 feridos e 63 desaparecidos neste momento.

A polícia queniana lançou quatro assaltos sucessivos, permitindo-lhe evoluir e conter os islamistas numa área restrita. O ataque foi realizado com forças e helicópteros de elite, ao que os terroristas responderam com raiva, dizendo que a intervenção colocava a vida dos reféns em perigo.
- Melhor que isso só mesmo não terem atacado o centro comercial, não terem assassinado, ferido e tomado reféns!

Entre 49 e 63 pessoas estão desaparecidas e podem fazer parte deste grupo de prisioneiros civis. O resultado será provavelmente sangrento.

De acordo com a AFP, as forças israelitas entraram no interior do centro comercial, onde os terroristas filiados da Al Qaeda tomaram reféns, segundo autoridades de segurança ( AFP) .


O envolvimento directo das forças de segurança de Israel neste cerco é limitado ao papel dos peritos de estratégia, para possibilitar uma rápida resolução do caso. É improvável que as forças especiais israelitas operem com grande liberdade de manobra, tal o alvoroço dos media.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.