terça-feira, 24 de setembro de 2013

A Viúva Branca - 1

A misteriosa “viúva branca”

KenyaVeuve blanche



Ataque terrorista jihadista em Nairobi (Quênia): O chefe da quadrilha seria a "Viúva Branca", uma mulher britânica converteu ao Islão
Três cidadãos norte-americanos pertencentes à Al Qaeda, fazem parte dos atacantes. A chefe da quadrilha seria uma mulher britânico convertido ao Islão.

O Ministério das Relações Exteriores israelita recusou confirmar ou negar qualquer envolvimento directo na intervenção anti terrorista no Quênia.

Na noite de segunda-feira para terça-feira, o Ministério queniano do Interior disse deter o controle por todo o edifício, todos os reféns foram libertados, mas mesmo assim não quer correr qualquer risco .

O cerco da Polícia ao Westgate Shopping Nairobi terminou na noite de ontem em torno das 23:30h, quase 60 horas após o início do assalto por jihadistas. O governo do Quênia disse que todos os reféns do ataque, realizado no sábado por um grupo que reivindica ser o Al Shebab da Somália, foram libertados. Nairobi anunciou que matou três terroristas e tem suspeitos detidos. Denso fumo negro foi visto sobre o edifício segunda-feira após uma explosão.


O ataque, um dos mais sangrentos da história do Quênia, é o primeiro realizado por um comando " globalizado " .

Esta tarde de segunda-feira 23, depois de vários ataques consecutivos, os terroristas estão confinados no quarto andar, mas um denso fumo negro continua a escapar dessa área. A prova de que a situação ainda está longe, depois de 48 horas, de estar sob controle.


É provável que as forças islamistas multinacionais tenham ateado fogo aos colchões para retardar a progressão da polícia e do exército ...

Os terroristas afirmam ainda mantêm 89 reféns, enquanto o governo queniano diz que a maioria deles foram libertados. Entre os que permanecem, contam-se quatro franceses, dois israelitas e outros ocidentais ...

É um grupo bem organizado, estruturado, tem controle de métodos de captura, usa a internet de modo inteligente e constante, e está especialmente determinado a ir "até até ao fim", ou seja, cometer suicídio e matar os reféns. A hipótese avançada é de que eles poderiam ter guardado armas e explosivos previamente no edifício, apesar das advertências israelitas e norte-americanas sobre a vulnerabilidade da área.

Segundo a imprensa britânica , o chefe do gangue terrorista é Samantha Lewthwaite , mulher convertida ao Islão e filha de um oficial do exército britânico.
A terrorista inglesa  Sam Lewthwaite, conhecida como a Viúva Branca:
 
 

3 comentários:

  1. Para fazer companhia ao Che Psicopata Guevara nas T'shirts? Hmm, os islamitas ainda a acusam de adultério e começam a fazer T'shirts com a sujeita a ser lapidada por adultera.

    ResponderEliminar
  2. Filha de um oficial do exército britânico... pobre homem. Essa é daquelas que se um gajo for bonzinho para ela faz cara de enjoo e diz que é um chato certinho atinado, sem pegada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pobre homem, diz bem. Ter criado uma filha para esta andar a matar gente inocente por esse mundo fora em nome de um deus qualquer, deve ser um desgosto terrível para uns pais.

      I.B.

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.