segunda-feira, 16 de abril de 2018

O que os islamistas que vivem na Europa realmente querem



Por: Eduard Yitzhak Fonte: Porisrael.org via NOTÍCIAS DE ISRAEL

https://israelnoticias.com/

Assim como os partidos políticos oferecem aos eleitores (clientes) a ideologia (mercadoria) que eles querem, o Partido Islâmico da Bélgica sabe ao certo o que querem os seus futuros eleitores. O que eles querem é criar um Estado islâmico belga, com separação de homens e mulheres. [1]
Pela segunda vez em 6 anos, o Partido Islâmico vai participar nas eleições municipais da Bélgica. O partido quer criar um Estado Islâmico e separar homens e mulheres nos transportes públicos, relata o jornal belga HLN.

"O nosso objectivo é um Estado islâmico a 100%, mas isso não quer dizer que nós queiramos forçar as coisas", diz o fundador do partido, Redouane Ahrouch. "Ao estabelecer a lei da Sharia, queremos seguir o caminho do Profeta [Muhammad] e do Alcorão", acrescenta ele.
O Partido Islâmico tem dois membros eleitos como resultado das eleições de 2012. Este ano participará em 28 municípios. Ahrouch diz que quer alcançar as metas do partido "sem violar a Constituição belga". Não está claro como ele quer fazê-lo, mas ele está determinado a fazê-lo.
Especialistas dizem que o Partido Islâmico poderá obter bons resultados porque muitos partidos esquerdistas com candidatos muçulmanos estão a perder popularidade entre os eleitores marroquinos e turcos. O nome do Partido Islâmico também pode encorajar os muçulmanos a votarem nele, por causa das suas ideias bem reconhecidas: a aplicação da Sharia.


 Leia no LEI ISLÂMICA EM AÇÃO:

 

Bélgica: partido islâmico admite objetivo de implantar governo 100% islâmico; partidos islâmicos na Europa crescem com a imigração muçulmana



Pessoa nascida muçulmana, mas que não apoie a aplicação da Sharia é considerado um "traidor" ao Islão, e nos países onde vigora a Sharia o castigo para essa pessoa é a pena de morte.

Este jovem muçulmano tunisino converteu-se ao Cristianismo. A pena é aplica pelos clérigos muçulmanos:


P.S. - Os islmofascistas do Youtube retiraram, mas as pessoas voltaram a postar:


No Islão, os não-muçulmanos podem ser mortos, torturados, mutilados, escravizados, e no geral, servem apenas para trabalhar para os muçulmanos, pagando-lhes o imposto de infiel "com humilhação".


Muito perto de Bélgica, em Roterdão, na Holanda, o presidente da câmara é um muçulmano - Ahmed Aboutaleb nasceu em Marrocos e emigrou para a Holanda quando tinha 15 anos, e disse aos muçulmanos que anseiam pela Sharia e não apreciam a liberdade de viver no Ocidente, que façam as malas e "Fuck Off" ("que se vão fo***"). [2] 
Ahmed Aboutaleb, presidente de Roterdão, que sabe o que são muçulmanos, disse que "todos os muçulmanos são ligeiramente salafistas" e quando falou na NPO Radio 1 acrescentou que, por vezes, se considera a si mesmo também um jihadista. [3]
Essas declarações causaram bastante agitação nas redes sociais, com dezenas de pessoas comentando. "O presidente marroquino de Roterdão, Ahmed Aboutaleb, assumiu-se como salafista". Wilders disse no Twitter. "Um salafista como presidente da segunda maior cidade da Holanda é uma desgraça e uma ameaça total. Ele deve ser demitido imediatamente ".



Dentro do "ambiente" Salafista , 70 % dos estudantes muçulmanos em França não condenam atentados jihadistas jornal satírico francês Charlie Hebdo e no supermercado judaico em Janeiro de 2015. [4] Especialistas em terrorismo islâmico dizem que é religião, o Islão, e não os factores sociais que levam à radicalização da juventude muçulmana. [5]
O presidente turco, Tayyip Erdogan culpou, em Março 2017, pela hostilidade dos muçulmanos para com a Europa "os ataques da Cruz contra o Crescente", quando o Tribunal de Justiça Europeu (TJCE) decidiu que a proibição de "qualquer sinal político, filosófico ou religioso não constitui discriminação directa", razão pela qual Erdogan acusou a Europa de iniciar uma nova batalha entre o Islão e o Cristianismo. [6]
As ameaças contra Israel são muito mais claras e directas do que aquelas contra os "Cruzados", como os muçulmanos descrevem os europeus. O jornal turco Yeni Safak próximo do pretendente ao trono de Califa Neo Otomano e supremacista islâmico Recep Tayyip Erdogan, apelou à Organização de Cooperação Islâmica [OCI], de 57 países muçulmanos, para constituir um "Exército do Islão" e para dirigir as suas forças para o norte, sul, leste e oeste contra Israel.
O artigo, intitulado "Um Apelo Urgente à Acção", pede aos 57 membros da OIC que formem um "Exército do Islão" para sitiar e atacar o Estado de Israel. O artigo incluiu um plano estratégico com um mapa interactivo e saudou o Paquistão, "o único país islãmico nuclear", dizendo que ele tinha "um status especial" entre os países da OIC. [7]

Erdogan e o seu Parlamento criaram um Comité Turco sobre "Direitos Humanos" que visitará a Europa para investigar a "islamofobia" nos países europeus. [8]

Turquia e Direitos Humanos são incongruentes na mesma frase.
O regime islâmico turco apoia o ISIS/Estado Islâmico na Síria, aprisiona membros da oposição, culpa-os pelo golpe militar, controla os fluxos migratórios de muçulmanos que querem invadir a Europa, chantageia a Europa abrindo ainda mais portas à migração muçulmana, mata civis - com armas químicas - na Síria, financia e equipa o movimento terrorista islâmico e nazi Hamas, financia organizações terroristas islâmicas na China, assassina civis curdos, financia mesquitas obedientes à sua Diktat, e sobre as mesquitas afirma: "Os minaretes são as nossas baionetas, as cúpulas os nossos capacetes, as mesquitas são as nossas casernas e os crentes os nossos soldados" - as mais de 90.000 mesquitas, onde as orações de conquista do Islão pedem aos muçulmanos que sejam "implacáveis ​​contra os infiéis". [9]

Para os muçulmanos, o problema da Europa é que está cheia de europeus, mas eles vão corrigir essa anomalia:


Erdogan está determinado a espalhar a sua agenda islâmica nos Balcãs, e o Kosovo é um meio para promover os seus planos de expansão do islamismo na Europa, usando o seu Presidente submisso, Hashim Thaci, para fazer as suas jogadas.
Milhões de euros fluem da Turquia para o Kosovo através de rotas ilegais, evitando bancos e outras instituições financeiras legítimas. Já em 2015, o jornal albanês Zeri, com sede em Pristina, revelou que Erdogan está a aumentar a sua influência através da construção de instituições religiosas, incluindo dezenas de novas mesquitas e a restauração das existentes, construídas durante o Império Otomano. Estas novas e velhas estruturas religiosas são financiadas através de um dos principais doadores, a Agência de Cooperação e Coordenação da Turquia (TIKA), que é administrada directamente pela embaixada turca em Pristina. [10]
Progressivamente o Islão, e a sua vontade de fazer a Jihad, penetram mais e mais na juventude muçulmana europeia, e o poder de Erdogan fortalece esse desejo, enquanto a Europa Ocidental se baba na sua senescência buenista e decadência hedonista, sem estar ciente de que o cavalo de Tróia do Islão se fortalece.
A Europa aplaude imprudentemente o seu futuro desaparecimento, confundindo a liberdade com a docilidade e a submissão dhimmi ao Islão.
Se a Europa Ocidental não acordar do seu narcisismo, os sucessores de Erdogan controlarão a agenda europeia. A Europa não pode permitir que Erdogan, através da sua Imprensa, convoque uma "Exército do Islão" para atacar Israel a partir do norte, sul, leste e oeste, por terra, mar e ar.
Ou a Europa acredita que a Jihad vai parar em Israel?
Se Israel cair, a Jihad expandir-de-á rapidamente por toda a Europa.



NOTAS
[1]   https://voiceofeurope.com/2018/04/islam-party-in-belgium-wants-to-create-an-islamic-state-and-separate-men-and-women/
https://www.hln.be/nieuws/binnenland/mannen-en-vrouwen-apart-op-de-bus-opmerkelijk-voorstel-van-islam-partij-stuit-op-felle-kritiek~a6174662/
[2]    https://news.vice.com/article/mayor-of-rotterdam-tells-muslim-extremists-in-the-netherlands-to-fuck-off
[3]  https://nltimes.nl/2017/12/26/every-muslim-bit-salafist-rotterdam-mayor
[4]  https://www.politico.eu/article/charlie-hebdo-had-it-coming-say-french-students-study/
[5]  http://www.liberation.fr/debats/2018/04/04/olivier-galland-l-effet-islam-explique-mieux-la-radicalite-que-des-facteurs-sociaux_1641050
http://www.breitbart.com/london/2018/04/08/french-sociologist-says-islam-important-social-factors-radicalisation-process/
[6]  http://www.newsweek.com/erdogan-islam-christianity-battle-europe-569792
[7]  https://www.jihadwatch.org/2018/03/turkish-paper-close-to-erdogan-calls-for-oic-army-of-islam-attack-against-israel
[8]  https://www.jihadwatch.org/2018/04/turkish-human-rights-committee-to-visit-europe-to-probe-islamophobia
[9]  https://www.jihadwatch.org/2018/01/turkey-90000-mosques-pray-conquest-prayers-calling-on-muslims-to-be-ruthless-against-unbelievers
[10]  http://alonben-meir.com/writing/kosovo-erdogans-dangerous-islamic-agenda/


Artículo original de © israelnoticias.com | Autorizado para su difusión incluyendo este mensaje y la dirección: https://israelnoticias.com/islam/que-realmente-quieren-islamistas-viven-europa
NOTAS

[1]   https://voiceofeurope.com/2018/04/islam-party-in-belgium-wants-to-create-an-islamic-state-and-separate-men-and-women/
https://www.hln.be/nieuws/binnenland/mannen-en-vrouwen-apart-op-de-bus-opmerkelijk-voorstel-van-islam-partij-stuit-op-felle-kritiek~a6174662/
[2]    https://news.vice.com/article/mayor-of-rotterdam-tells-muslim-extremists-in-the-netherlands-to-fuck-off
[3]  https://nltimes.nl/2017/12/26/every-muslim-bit-salafist-rotterdam-mayor
[4]  https://www.politico.eu/article/charlie-hebdo-had-it-coming-say-french-students-study/
[5]  http://www.liberation.fr/debats/2018/04/04/olivier-galland-l-effet-islam-explique-mieux-la-radicalite-que-des-facteurs-sociaux_1641050
http://www.breitbart.com/london/2018/04/08/french-sociologist-says-islam-important-social-factors-radicalisation-process/
[6]  http://www.newsweek.com/erdogan-islam-christianity-battle-europe-569792
[7]  https://www.jihadwatch.org/2018/03/turkish-paper-close-to-erdogan-calls-for-oic-army-of-islam-attack-against-israel
[8]  https://www.jihadwatch.org/2018/04/turkish-human-rights-committee-to-visit-europe-to-probe-islamophobia
[9]  https://www.jihadwatch.org/2018/01/turkey-90000-mosques-pray-conquest-prayers-calling-on-muslims-to-be-ruthless-against-unbelievers
[10]  http://alonben-meir.com/writing/kosovo-erdogans-dangerous-islamic-agenda/
NOTAS
[1]   https://voiceofeurope.com/2018/04/islam-party-in-belgium-wants-to-create-an-islamic-state-and-separate-men-and-women/
https://www.hln.be/nieuws/binnenland/mannen-en-vrouwen-apart-op-de-bus-opmerkelijk-voorstel-van-islam-partij-stuit-op-felle-kritiek~a6174662/
[2]    https://news.vice.com/article/mayor-of-rotterdam-tells-muslim-extremists-in-the-netherlands-to-fuck-off
[3]  https://nltimes.nl/2017/12/26/every-muslim-bit-salafist-rotterdam-mayor
[4]  https://www.politico.eu/article/charlie-hebdo-had-it-coming-say-french-students-study/
[5]  http://www.liberation.fr/debats/2018/04/04/olivier-galland-l-effet-islam-explique-mieux-la-radicalite-que-des-facteurs-sociaux_1641050
http://www.breitbart.com/london/2018/04/08/french-sociologist-says-islam-important-social-factors-radicalisation-process/
[6]  http://www.newsweek.com/erdogan-islam-christianity-battle-europe-569792
[7]  https://www.jihadwatch.org/2018/03/turkish-paper-close-to-erdogan-calls-for-oic-army-of-islam-attack-against-israel
[8]  https://www.jihadwatch.org/2018/04/turkish-human-rights-committee-to-visit-europe-to-probe-islamophobia
[9]  https://www.jihadwatch.org/2018/01/turkey-90000-mosques-pray-conquest-prayers-calling-on-muslims-to-be-ruthless-against-unbelievers
[10]  http://alonben-meir.com/writing/kosovo-erdogans-dangerous-islamic-agenda/


Artículo original de © israelnoticias.com | Autorizado para su difusión incluyendo este mensaje y la dirección: https://israelnoticias.com/islam/que-realmente-quieren-islamistas-viven-europa
NOTAS
[1]   https://voiceofeurope.com/2018/04/islam-party-in-belgium-wants-to-create-an-islamic-state-and-separate-men-and-women/
https://www.hln.be/nieuws/binnenland/mannen-en-vrouwen-apart-op-de-bus-opmerkelijk-voorstel-van-islam-partij-stuit-op-felle-kritiek~a6174662/
[2]    https://news.vice.com/article/mayor-of-rotterdam-tells-muslim-extremists-in-the-netherlands-to-fuck-off
[3]  https://nltimes.nl/2017/12/26/every-muslim-bit-salafist-rotterdam-mayor
[4]  https://www.politico.eu/article/charlie-hebdo-had-it-coming-say-french-students-study/
[5]  http://www.liberation.fr/debats/2018/04/04/olivier-galland-l-effet-islam-explique-mieux-la-radicalite-que-des-facteurs-sociaux_1641050
http://www.breitbart.com/london/2018/04/08/french-sociologist-says-islam-important-social-factors-radicalisation-process/
[6]  http://www.newsweek.com/erdogan-islam-christianity-battle-europe-569792
[7]  https://www.jihadwatch.org/2018/03/turkish-paper-close-to-erdogan-calls-for-oic-army-of-islam-attack-against-israel
[8]  https://www.jihadwatch.org/2018/04/turkish-human-rights-committee-to-visit-europe-to-probe-islamophobia
[9]  https://www.jihadwatch.org/2018/01/turkey-90000-mosques-pray-conquest-prayers-calling-on-muslims-to-be-ruthless-against-unbelievers
[10]  http://alonben-meir.com/writing/kosovo-erdogans-dangerous-islamic-agenda/


Artículo original de © israelnoticias.com | Autorizado para su difusión incluyendo este mensaje y la dirección: https://israelnoticias.com/islam/que-realmente-quieren-islamistas-viven-europa

.......................................


Consulte as nossas secções:


Nos vídeos abaixo podemos ver:

- A Bélgica já é uma República Islâmica

- A TOTAL impossibilidade de convivência do Islão com outras ideias
- Clérigo muçulmano afirma que quer trazer a luz à Europa para que os europeus decidam que querem o Islão.
- Jay Faiza explica porque é que o resto do Mundo é moralmente superior à barbárie maometana, e como os media e a Esquerda escondem o terrorismo islâmico e a islamização do Mundo Livre. 




Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão desactivados pois o blogue está inactivo. As nossas desculpas por qualquer incómodo.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.