quinta-feira, 12 de abril de 2018

Noite de terror para cristãos no Chipre após ataque de imigrantes muçulmanos


O que fizeram os cristãos para “provocar” os migrantes muçulmanos? Absolutamente nada. Os migrantes atacaram-nos pelo crime de serem cristãos. Este é o futuro da Europa, assim como do Canadá e dos EUA, se a esquerda seguir o seu caminho e continuarmos a ser inundados por migrantes muçulmanos. Não há razão para acreditar que eles se comportarão diferentemente aqui de como se comportaram em todos os outros lugares. O presidente Trump está a tentar impedir o fluxo de migrantes e é criticado como “racista” e “intolerante”. Essa história mostra a realidade.
Pamela Geller


“Noite de terror para os cristãos em Chipre após o ataque de migrantes muçulmanos”
Voz da Europa, 7 de Abril de 2018:

     Quarta-feira à noite, cerca de 20 imigrantes muçulmanos atacaram uma congregação cristã na igreja de Santa Maria durante a liturgia em Leukosia, relata a Pronews da Grécia.

     A maioria dos cristãos estava dentro da igreja quando 20 muçulmanos de repente chegaram ao pátio do templo e começaram a gritar, insultar e espancar os fiéis.

     De acordo com declarações dadas por moradores locais no noticiário ao vivo da Sigma, um dos muçulmanos estava acenando com um enxadão e tentou usá-lo contra membros da congregação. Os muçulmanos desapareceram depois de a Polícia, chamada pelos crentes aterrorizados, ter aparecido.

 .........................

No Dia da Recordação do Holocausto, escolhemos este, dentre MILHARES de casos que poderíamos ter escolhido.Escolhemos este caso para lembrar que está a decorrer O MAIOR HOLOCAUSTO DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE, O DOS CRISTÃOS ÁS MÃOS DOS MUÇULMANOS:

Islão - 1 Cristão Massacrado a cada 5 minutos


Especialista do Holocausto dos Cristãos é o cristão egípcio RAYMOND INBRAHIM


Islão - O que o Ocidente Precisa Saber





LEI ISLÂMICA EM AÇÃO

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão desactivados. As nossas desculpas.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.