domingo, 8 de abril de 2018

200 sírios mortos em ataque químico; EUA furiosos com relatos "horripilantes"


"Relatos e imagens de um ataque químico na Síria matou dezenas mostram crianças com espuma em torno das suas bocas e famílias inteiras 'mortas com gás' na cidade de Douma, controlada pelos rebeldes. Relatos mais recentes dizem que o número de mortos pode ultrapassar 100 pessoas".
Haaretz



Cerca de 200 pessoas foram mortas e mais de 1000 foram afectadas, num ataque químico perto de Damasco. Os EUA disseram que o ataque "horripilante" "exige uma resposta imediata", se for confirmado.
Por: World Israel News 

Cerca de 200 pessoas foram mortas no fim de semana num suposto ataque químico em Douma, uma cidade de 10 km. nordeste de Damasco, Síria. Mais de 1.000 ficaram feridos.

A Defesa Civil Síria, filiada na oposição, também conhecida como Capacetes Brancos, disse que a maioria das vítimas fatais eram mulheres e crianças.
Douma é a última fortaleza controlada pelos rebeldes perto da capital da Síria, controlada pelo Jaysh al-Islam (Exército do Islão). Espera-se que o número de mortos aumente, uma vez que muitas pessoas estão em estado crítico.
Raed al-Saleh, chefe do grupo de resgate dos Capacetes Brancos, disse à Al Jazeera que o gás cloro, bem como um gás não identificado, mas mais forte, possivelmente sarin, foram lançados em Douma.
"Voluntários dos Capacetes Brancos estão a tentar ajudar as pessoas, mas tudo o que podemos fazer é evacuá-las para outras áreas a pé porque a maioria dos veículos e centros ficou fora de serviço", disse Saleh.
Um membro dos Capacetes Brancos disse à Al Jazeera que uma família inteira sufocou até à morte enquanto se escondia na sua cave, tentando abrigar-se dos ataques aéreos.
A agência de notícias oficial síria SANA negou que as forças do governo de Assad tivessem usado armas químicas. Uma fonte oficial síria disse à SANA num comunicado  que a agência noticiosa afecta aos terroristas Jaish al-Islam está a repetir as alegações de usar armas químicas "para acusar o exército árabe sírio, numa tentativa flagrante de impedir o avanço do Exército".
A fonte acrescentou que o Exército Árabe Sírio, que "está a fazer um avanço rápido e determinado", não precisa usar nenhum material químico como é "reivindicado pelos filiados na Imprensa terrorista".


"As armas químicas, que não serviram aos terroristas e seus patrocinadores em Aleppo e Ghouta Oriental, também não os servirão hoje, pois o Estado sírio está determinado a acabar com o terrorismo em cada centímetro quadrado do território sírio", acrescentou a fonte oficial.
"Exigimos uma resposta imediata"
A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, disse que Washington estava a acompanhar de perto "relatos perturbadores" do suposto ataque com armas químicas contra um hospital de Douma.
"Esses relatos, se confirmados, são horripilantes e exigem uma resposta imediata da comunidade internacional", afirmou Nauert em um comunicado.
Um ataque semelhante levou a administração Trump a bombardear vários alvos de Assad há exactamente um ano.
Os supostos ataques químicos ocorreram quando as forças do governo sírio pressionaram a sua ofensiva contra a última cidade controlada pelos rebeldes no leste de Ghouta, sob a cobertura de ataques aéreos, e o bombardeio de áreas civis em ambos os lados ceifou mais vidas.
Forças do governo sírio retomaram sua ofensiva em Douma na tarde de sexta-feira depois que uma trégua de 10 dias ter fracassado devido a desacordo sobre a evacuação de combatentes rebeldes. A violência recomeçou dias depois de centenas de combatentes da oposição e seus parentes deixarem Douma em direcção às áreas controladas pelos rebeldes no norte da Síria.
......................................................................

4 comentários:

  1. Começo a perceber que o Assad é mesmo um monstro mas se ele cair o que será da Síria nas mãos daqueles rebeldes igualmente terroristas ? Teremos um Iraque reverso ? As vezes penso que o Ocidente deveria recolonizar o oriente médio mas do jeito que a Europa está sendo islamizada acho que seria inútil.

    ResponderEliminar
  2. Em Isaías 17, existe uma profecia sobre Damasco dizendo que essa cidade ficará em chamas, Assad e seus criados nao perdem poe esperar!!!!!

    ResponderEliminar
  3. É verdade, amigo, e também Jeremias:

    https://www.breakingisraelnews.com/105558/was-mondays-strike-in-syria-the-damascus-fire-prophesied-by-jeremiah/

    OdF

    ResponderEliminar
  4. Pelos comentários no face vemos que muitos americanos acham que é false flag. Sou obrigado a concordar com eles, Assad não é retardado, ele praticamente já ganhou a guerra e Trump tinha falado que ia se retirar da Síria, porque Assad provocaria assim ? Não faz sentido, alguém não quer que os usa vazem da Síria e duvido que sejam Assad e Putin. Além disso os rebeldes já usaram armamento químico antes. Mas vamos ficar de olho, nenhum dos lados é santo, todos tem sangue inocente nas mãos e todos esses pagarão um dia, pois Deus é justo.

    ResponderEliminar

Os comentários estão desactivados pois o blogue está inactivo. As nossas desculpas por qualquer incómodo.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.