sexta-feira, 5 de abril de 2013

Os túneis de Gaza

A Imprensa Mundial (a tal que dizem que é controlada por Israel) afadiga-se a fazer crer que Gaza é um campo de concentração onde os pobres palestinianos dependem dos túneis subterrâneos para receberem do Egipto... comida. 

A realidade é outra: a Autoridade Palestiniana recebe milhões por parte dos Estados Unidos e da União Europeia.



«Nas últimas quase duas décadas, desde a assinatura dos Acordos de Oslo, 25 vezes mais ajuda per capita foi doado ao povo palestino que todo o apoio dado pelos EUA à Europa com o Plano Marshall para a recuperação e reconstrução económica do Europa após a Segunda Guerra Mundial. Ao invés de ser usado para criar uma economia forte e uma Administração Palestina democrática, esse dinheiro foi canalizado para as contas bancárias privadas de líderes palestinos, financiou  atividades terroristas, e doutrinação da próxima geração nos valores do ódio, violência, racismo e anti -semitismo

Ver mais informação aqui, sff. E assine a petição, já agora...

Após a resposta israelita a anos de bombardeamentos, no final de 2012, a aviação israelita bombardeou os túneis, que não tardaram a ser reconstruídos, dada a importância que têm na economia paralela e no ataque a Israel - que, de resto, já recomeçou, com lançamento de mísseis sobre áreas indiscriminadas o Estado Judaico, mesmo durante a visita do Presidente Obama.

Damos a palavra à NBC News, em artigo de 26 de Novembro de 2013:

«According to an August report by the International Crisis Group, between $500-700 million in goods are estimated to pass through the tunnels each year. The Hamas government has charged a tax of around 14.5 percent since the beginning of 2012, the report said. In 2011 alone, 13,000 cars were estimated to have come through the tunnels.
Some smugglers have made a fortune off the smuggling.
"Eight hundred millionaires and 1,600 near-millionaires control the tunnels at the expense of both Egyptian and Palestinian national interests," Palestinian President Mahmoud Abbas, who leads the Palestinian Authority in the West Bank, told The Economist.
Thousands of other workers make a living transporting goods back and forth through the tunnels, reports say.
As of late 2010, around 1,000 tunnels were in operation along the border, the nonpartisan Congressional Research Service said in a report

TRADUÇÃO:  De acordo com um relatório de Agosto do International Crisis Group, entre US $ 500 -700.000.000 de bens passam através dos túneis a cada ano. O governo do Hamas cobrou uma taxa de cerca de 14,5 por cento desde o início de 2012, disse o relatório. Só em 2011, cerca de 13.000 veículos foram terão vindo através dos túneis.

Alguns traficantes fizeram uma fortuna fora do contrabando.

"Oitocentos milionários e 1600 quase-milionários controlam os túneis em detrimento dos interesses nacionais, tanto do Egito como da Palestina", disse o presidente palestino, Mahmoud Abbas, que lidera a Autoridade Palestina na Cisjordânia, à The Economist.

Milhares de outros trabalhadores ganham a vida transportando mercadorias através dos túneis, dizem os relatórios.

A partir do final de 2010, cerca de 1.000 túneis estavam em operação ao longo da fronteira, segundo o  Serviço de Pesquisa do Congresso, disse num relatório


As imagens são do mesmo artigo e ilustram a reconstrução dos túneis que ligam o Egipto a Gaza, os tais túneis que alguns pensam (ou dizem) ser destinados a impedir que os palestinianos morram de fome!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.