domingo, 18 de agosto de 2013

O que quer a Esquerda?

A Esquerda grega está aos saltos por causa de um grupo de islamistas (paquistaneses e norte-africanos) que fugiu de um centro de acolhimento de "refugiados". Os esquerdistas estão furibundos e falam em "campos de concentração na Europa", exigindo que toda a agente que venha do mundo islâmico seja imediatamente largada no mundo livre, sem condições.

 É o caso do lendário Carlos, Londres, conhecido leitor-comentador de extrema-esquerda do Público:

Campos de concentração sem cameras de gás... populam todo o sul da europa (e mais cedo ou mais tarde chegarão a Portugal). é este o belo cartão de visita que a tolerante e democrática União Europeia tem para mostrar a quem sai do luxo de paises como o uganda, senegal, afeganistao ou iraque em busca de uma vida melhor. Somos realmente umas bestas sem consciência.
Disto isto...

O que quer a Esquerda?

A resposta segue já a seguir:

 


Desempregado e a viver à custa do contribuinte, o amigo Mohammed Salim acha que os "infiéis" têm obrigação de o sustentar, mais a Esposa (só tem uma!!!!) e os onze filhos!

Deixou o seu emprego a ensinar Matemática e Ciências já há 3 anos, porque lhe rende mais arrecadar 29,096 libras anuais!

E assim até tem mais tempo para dedicar ao seu partido - que ataca o Governo Britânico, o mesmo que abriga, alimenta, veste e calça toda a sua família!

O amigo Mohammed também anda ocupado a preparar a chegada do seu 12º filho, com a sua Esposa Noreen, mas não tem planos para arranjar emprego...


” Detesto preservativos! ”


O amigo Mohammed declarou: "Durante muitos anos trabalhei em Derby como professor, ganhando 27000 libras por ano, e a Noreen ficava em casa com as crianças. Depois tive um corte de salário e passei a ganhar 24000. Foi uma merd*!"

Tinha que me levantar cedo e passar que tempos no trânsito! Quando chegava já sentia que tinha feito um dia de trabalho! Não havia c* que aguentasse! É muito melhor ficar em casa com a Noreen!

Esse é um luxo a que muitos contribuintes britânicos não se podem dar.
A família vive numa casa de 5 quartos, confortável, em Rochdale, Gtr Manchester. Recebem 19000 libras ao ano do Fundo de Desemprego, mais 6000 libras de abono de família, 2496 de subsídio escolar e 1000 de apoio à habitação.

m uma carrinha de estilo mini-autocarro para passearem pelas redondezas, dois televisores e um computador. Noreen não trabalhou desde que casou com o amigo Mohammed - seu primo - quando tinha 16 anos (casou tardinho...).

Noreen disse: "Passo o dia a cuidar das crianças. Mal se limpa um monte de pacotes de batatas fritas, aparece outro."

Enquanto ela se recosta no sofá afagando a sua mais recente criança, o amigo Mohammed explica: "Detesto preservativos!".


“Viva o Islão!”

Agora o amigo Mohammed passa muito mais tempo a trabalhar para o seu partido, o Islam Zinda Badd, que significa Viva o Islão!

E disse: "Temos andado a protestar contra a guerra no Iraque e contra o Serviço Nacional de Saúde. Queremos que as pessoas entendam que nem todos os muçulmanos são terroristas!".

“Usamos o Corão como guia. Não somos radicais.”

"Achamos que devemos cuidar uns dos outros, especialmente os ricos, que devem cuidar dos pobres, e que a riqueza deve ser repartida."
"É isto que é bom aqui no Reino Unido. Lá no Paquistão o Governo não cuida das pessoas. O Governo aqui ajuda muito".
- Saiu no Herald Sun e foi reproduzido pelo Winds of Jihad.

Para ter uma ideia do que será a Europa em breve, ler Cocó nas Panelas - 1 e Cocó nas Panelas - 2.


----------------------------------

BONUS TRACK - Muçulmanos na Dinamarca devolvem a generosidade de quem os acolhe, ameaçando com o domínio total do país dentro de poucos anos. Os clérigos apoiam o ISIS e incentivam os fiéis a fazê-lo:



Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.