domingo, 25 de agosto de 2013

O Fa'cista Bush e o Bom Califa Obama



Dizer mal, ridicularizar, insultar, George Bush, foi um desporto nacional dos Estados Unidos. E de todo o mundo. Durante os anos da administração Bush não havia entrega de óscares que não tivesse a sua sessão de insultos ao Presidente, e de apoio ao terrorismo islâmico. Não havia festival de Verão em que os músicos (pagos a peso de ouro) não culpassem o "Buche" de todos os males do Mundo, nomeadamente da pobreza, por "roubar os recursos" aos países pobres. Em qualquer círculo de cabeças pensantes ficava bem dizer que o Bush nos dava "espasmos no duodeno". E que o bin Laden ou o Saddam Hussein "apenas defendiam o seu povo". 

Experimente agora dizer simplesmente "Não gosto do Obama!". No mínimo, será taxado de "racista". As mesmas pessoas que odiavam o "Buche" por ele ter nascido branco e rico, adoram o Obama por este ter 1/4 de genes africanos na sua composição corporal.

E como acontece com a rapaziada bem pensante e intelectualmente superior, quem não concordar com eles é malandro. E merece castigo.

Sobre o racismo de Obama, sobre a sua mais que provável filiação islâmica, sobre a mais que provável fraude eleitoral que permitiu a sua reeleição, falaremos mais tarde. Por agora, fiquemos no duplo padrão Bush X Obama. Um exemplo:

Neste vídeo, a descrição do acordo secreto entre Obama e Morsi (líder da organização terrorista Irmandade Muçulmana no Egipto). 8 biliões de dólares seriam entregues a Morsi (não ao Governo Egípcio) como SUBORNO, a troco da entrega de 40% do Sinai à organização terrorista Hamas, que luta pela extinção de Israel:



O site BARE NAKED ISLAM publicou a história: AQUI. Via Poste de veille.

A reacção não se fez esperar (até nos fez lembrar o que acontecia a quem se atrevesse a fazer uma piada sobre as habilitações académicas imaginárias daquele senhor grisalho que foi Primeiro-Ministro pelo Partido Socialista...).

As brigadas norte-americanas do vício e da virtude não fizeram por menos, e procederam à denúncia, intimidação e ameaça de punição para os «infiéis» que se atreveram a mencionar os alegados negócios sujos de Califa Obama:

 "A sua mensagem contra o presidente foi encaminhada para as autoridades competentes."

      De: San Diego Arco-íris <sdrainbow@hotmail.com> para barenakedislam@gmail.com
     Já denunciámos o seu site e o seu vídeo ao FBI, CIA, ao governo Obama e ao Tribunal Internacional de Haia por crimes contra a Humanidade.

     O gabinete do Presidente foi avisado das mentiras enganosas que a sua página fez contra ele.
     O que você postou no seu site já foi guardado como prova de que você está difamando, sem nenhuma evidência, o presidente Obama.
     Assim, mesmo se você apague, já temos uma cópia do seu artigo.

- Se este acordo secreto for verdadeiro, constituirá mais um motivo para uma provável impugnação a Obama.

1 comentário:

  1. Será que eles também denunciaram a TV14 e o Egyptian Daily News? Ou só o site que ecoou as notícias provenientes destas fontes? É que isto de matar o mensageiro por causa da mensagem nunca acabou bem. Já dizia Ayn Rand: "Pode-se evitar a realidade mas não se pode evitar as consequências de evitar a realidade".

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.