domingo, 27 de maio de 2018

VÍDEO: Ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão jura morte aos EUA e a Israel

O parceiro de John Kerry, o "parceiro confiável" do Irão, canta "Morte à América, Morte a Israel, Morte à Grã-Bretanha"
Após um discurso proferido pelo líder supremo aiatolá Ali Khamenei na quinta-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão, Mohammad Javad Zarif - ex-parceiro do secretário de Estado John Kerry nas negociações antes do acordo nuclear com o Irão de 2015 - foi captado em vídeo a gritar Morte aos Estados Unidos, à Grã-Bretanha, a Israel e aos muçulmanos que se opõem à República Islâmica.


É este regime que a União Europeia  e as esquerdas apoiam fervorosamente. 
A política externa europeia é guiada pela venda de armas ao Irão. Os políticos europeus são corruptos até à medula e não podem estar menos preocupados com a sorte da Europa e dos europeus.

A vida dos europeus vale literalmente um par de sapatos:

Políticos franceses COMPRADOS pelo Qatar (e baratinho...)


 No Irão, os nossos políticos islamófilos seriam enforcados.


É por isso que vemos os políticos, os jornalistas e os opinadores a censurarem a retirada dos EUA do acordo nuclear com o Irão. 

Qualquer busca na Internet (completamente dominada pelos mesmos) sobre o acordo que daria a bomba atómica ao Irão fornece invariavelmente resultados que exaltam o Irão e cilindram "o Trâmpe, pá!". 

Toda essa oligarquia, toda essa aliança pela Nova Ordem Mundial comunista/islamista/globalista vive embalada na doce esperança de que o Irão tenha a bomba atómica. Desde logo porque o Irão promete apagar Israel do mapa. 

Felizmente para as pessoas de bem, a tríade maligna - Obama, Hillary e Kerry - apoiante da Irmandade Muçulmana e do ISIS, inimiga do Mundo Livre, saiu da Casa Branca. 


Esposa portuguesa de Kerry patrocina Jihad

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão desactivados. As nossas desculpas.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.