quinta-feira, 10 de maio de 2018

Irão lança ataque devastador contra Israel


http://www.ifcj.org/news/stand-for-israel/Iranian-Forces-Fire-20-Rockets-at-Israel.html

Via The Israel Project: O regime do Irão escondeu 150.000 mísseis em residências, escolas e hospitais em todo o Líbano. 

Eles ameaçam "arrasar Tel Aviv e Haifa" e fazer às crianças israelitas o que já fizeram com as crianças sírias:




20 mísseis iranianos sobre Israel, a maior parte deles interceptado pela Cúpula de Ferro. Pode ser já o início do confronto final, a Guerra de Gog e Magog, da qual falam as profecias milenares e os puros de coração (as crianças e os autistas).
Não há, para já, vítimas a registar. Israel está e defender-se. O conflito  pode escalar a qualquer momento.


Como de costume, o Mundo está a debater se Israel tem ou não o direito de se defender. A resposta mais comum é "NÃO". Como sempre.


O Ministro da Defesa de Israel já avisou que sempre que o Irão fizer chover em Israel, Israel assegurar-se-á que haja inundações no Irão (o que é um escândalo, obviamente; os judeus deveriam pintar alvos na testa e correr em direcção aos mísseis dos aiatolas!).!
Apoie Israel com as suas orações.

P.S. - Israel ataca defesa aérea síria com precisão cirúrgica

IDF divulgou imagens de um ataque aéreo israelita contra uma bateria de artilharia antiaérea SA22 na Síria.

As forças Quds do Irão lançaram uma enxurrada de mísseis contra bases do IDF nas colinas de Golan, no norte de Israel, na quarta-feira à noite, o primeiro ataque iraniano directo do Irão contra Israel, não como de costume através dos seus representantes (Hezzbollah e outros). O ataque provocou uma resposta da Força Aérea de Israel (IAF) a dezenas de alvos iranianos na Síria.


Jactos da IAF atingiram dezenas de alvos militares pertencentes às forças iranianas de Quds em território sírio na madrugada de quinta-feira.

“O Irão cruzou uma linha vermelha. Nós respondemos de acordo”, disse Netanyahu no final do dia, em vídeo, numa advertência ao presidente sírio, Bashar al-Assad. "Se os militares sírios agirem contra nós, agiremos em conformidade."

1 comentário:

  1. Israel não só tem o direito de se defender, como de retaliar,e defender o seu território hostilizado por forças fanáticas radicais as mesmas que ameaçam a Europa,perante a passividade dos traidores e cobardes lideres Europeus, que conduzem a Europa para uma guerra futura contra a sharia e implantação do Islamismo.

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.