sábado, 23 de março de 2013

Israel - 3; Portugal - 3


Sejamos honestos: Israel merecia ter ganho. Portugal ocupa o 8º lugar no ranking e Israel nem nos 50 primeiros está, mas fez um jogo mais astuto, mais audacioso, fez pela vida. Portugal esteve a meio gás. Os golos foram de antologia, sobretudo o segundo de Israel, um toque de calcanhar de Hemed para Ben Basat, que concluiu de primeira. O empate ao cair do pano, com Coentrão a atirar ás cegas e a ser feliz, foi cruel para os israelitas. 

O jogo não teve erros de arbitragem nem situações dúbias em termos técnicos. Disciplinarmente o árbitro foi benevolente para com alguma dureza e má educação de alguns elementos de Portugal. Bruno Alves, por exemplo, distribuiu alguma cacetada, e Carlos Martins destacou-se pela má criação, chamando de tudo ao árbitro, que só lhe deu o amarelo quando o encarnado seria o mais indicado.

Não me parece justo criticarem o seleccionador português pela displicência dos jogadores, e também porque Israel não é uma selecção de amadores. Já tem jogadores cotados internacionalmente. Hemed continua a ser o melhor marcador da zona europeia de apuramento para o Mundial, com 6 golos.

Nas bancadas, chamaram-me a atenção as vistosas mulheres judias de cabelo apanhado e maquilhagem, e as mulheres árabes de hijab, que faz lembrar o traje das nossas freiras católicas. Todas israelitas a apoiar a sua selecção. Não houve incidentes a rodear este jogo, como é normal com os adeptos das duas selecções. Assim é que é bonito e assim é que devia ser: o desporto como factor de união e convívio.

Que as duas selecções consigam ser apuradas são os meus votos. Seria óptimo voltarem a encontrar-se na fase final.

Se não se fia nas minhas opiniões (e com razão, que não sou especialista da bola), leia quem sabe :-)

P.S. - Este jogo disputado às 12.45 horas serviu para os portugueses enriquecerem a sua cultura geral, ficando a saber que o dia de descanso sagrado em Israel é o sábado, que começa logo a contar ao pôr-do-sol de sexta-feira.

Shabbat Shalom: Feliz Sábado!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.