terça-feira, 26 de dezembro de 2017

2017 - O Natal das "Barreiras Allahu Akbar"


Poster maometano prometendo o inferno aos infiéis, porque para a Religião da Paz, tudo é pecado, até o Natal...

O dilúvio das atrocidades maometanas globais submergiu-nos. É tão intenso que praticamente já desistimos de as reportar.
De qualquer forma, se você ainda não entendeu o que se passa, talvez nem entenda quando chegar a sua vez. É o que temos visto em toda a Europa: após cada massacre islamista, manifestações populares de apoio ao Islão.
Eis onde chega a estupidez humana: o tipo de gente que continua a afirmar que o Comunismo é o sol da terra, que a Coreia do Norte é um paraíso, que Cuba é uma maravilha e que na Venezuela não há fome, também apoia o Islão...

 Releia:

O Natal na Europa islamizada

Que ricas prendas!



Hoje trazemo-vos um post do Bare Naked Islam:
"De acordo com o presidente de Londres, o extremista muçulmano paquistanês Sadiq Khan, apoiante do ISIS, "a diversidade é a nossa força". As barreiras de cimento coloridas ilustram bem essa diversidade. Estão lá para proteger os cidadãos dos jihadistas islâmicos que atiram camiões para cima das pessoas. E demonstram o quanto estamos multiculturalmente enriquecidos".
Eis o Natal na Europa islamizada, os cidadãos entrincheirados atrás de barreiras de cimento, guardados pela Polícia e pelas Forças Armadas, por causa da maravilhosa Religião da Paz e seus refujihadistas:

"Mas nem todos são terroristas!" - gritam, histéricos, os hippies da Rua da Paz e do Festival Islâmico de Mértola, aqui mesmo, em Lisboa, onde o município também montou barreiras de cimento para proteger a população da Religião da Paz.

Os cámónes pensavam que só eles é que tinham direito à paz, mas a malta mostra-lhes comé que é:

De facto nem todos os maometanos são terroristas. Mas a esmagadora maioria apoia o terrorismo, e qualquer um deles se pode "radicalizar" de um momento para o outro:

1 BILIÃO* de muçulmanos querem a Sharia


* - 1 BILIÃO: MIL MILHÕES.

Como o Islão destrói as sociedades




Desde o 11 de Setembro, 32277 ataques terroristas islâmicos
Lista dos últimos 30 dias AQUI.
Em Novembro, 133 ataques, 2013 mortos, 1123 feridos, 23 ataques suicidas e 20 países atingidos.
Na semana de 9 a 15 de Dezembro, 30 ataques, 146 mortos, 99 feridos, 5 ataques suicidas e 10 países atingidos.
- Dados compilados por The Religion of Peace

Consulte a nossa secção:


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.