quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Retrocesso Civilizacional



Penas de 15 anos no Egito

Mãe e filhos condenados por trocarem Islão pelo Cristianismo

A egípcia Nadia Mohamed e os seus sete filhos foram condenados em tribunal a 15 anos de prisão, em Beni Suef, no centro do país, por se terem convertido ao Cristianismo

No Correio da Manhã.


Imaginemos por um instante que em Portugal se tinha condenado alguém a 15 anos, meses, dias, minutos ou segundos de prisão por ter abraçado o Islamismo após ter sido temporariamente católico. Imaginemos que em Israel alguém era condenado por ter aderido ao Islamismo após ter sido judeu. Imaginemos esta notícia em qualquer outro contexto nacional e religioso que não o islâmico. 

Porque é que tem que se aceitar sem um murmúrio este retrocesso civilizacional?

Para quem não sabe, o Egipto incorporou a Sharia (lei religiosa islâmica) na Constituição do país. Assim, a religião deixa de ser uma questão da consciência de cada um, e passa a ser uma imposição legal. E no Islamismo é permitido entrar, mas é proibido sair:

4 comentários:

  1. Queria-lhe recomendar um site muito interessante:
    http://www.gatestoneinstitute.org/

    Entretanto um pastor evangélico pode ser condenado ao enforcamento no Irão.

    O blog GatesofVienna está de quarentena: é o cerco do politicamente correcto.

    ResponderEliminar
  2. Para alerta de consciências distraídas ou adormecidas ou ainda, que continuem a pensar que "jihad" é coisa do passado ou que não é connosco.

    Há dias, em Londres, junto à Embaixada de França:

    http://www.youtube.com/watch?v=dwnSRx-l8wE&feature=player_embedded

    Trata-se de assunto sério, que não pode ser levado com leviandade, e não diz exclusivamente respeito à França ou à Inglaterra mas a todos nós!

    ResponderEliminar
  3. Olá amigo João,

    Infelizmente o pior cego é o que não quer ver. Há uma ditadura do politicamente correcto que impede que aqui no Ocidente chamemos as coisas pelos nomes: há os muçulmanos que levam a religião como asssunto pessoal, e há os que alimentam pretensões hegemónicas que já não são deste tempo, e que têm a sua expressão no terrorismo - eis a palavra que assusta os bem-pensantes.

    Abraço,

    I.B.

    ResponderEliminar
  4. Lura do Grilo,

    Teremos que gritar do alto dos montes quando o cerco cibernético se apertar ainda mais? Pois que seja!

    Excelentes sites, grato!

    I.B.

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.