quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Lembrem-se de quem começou...

Franceses já combatem "corpo a corpo" os islamistas do Mali

Aguarda-se a todo o momento que os do costume façam tábua rasa do terrorismo islamista que levou a esta intervenção, que façam tábua rasa do Direito Internacional, e que venham falar naquela Língua dos tempos de Antena do pós 25 de Abril em «ocupação ilegal do imperialismo internacional comandado pelos Estados Unidos para proteger a entidade sionista» e outras imbecilidades cansativas.

Ao lado da notícia do Público, o menu do dia vai para já e que eu visse, em «Bombistas suicidas atacam sede dos serviços secretos do Afeganistão» e «Pelo menos 24 mortos em nova vaga de violência sectária no Iraque». Tudo culpa do imperialismo americano e de Israel, supõe-se... E ainda o dia vai a meio. Mas nem será notícia. Notícia é a velha história da palestinianista Rachel Corrie que se foi meter no meio de uma operação anti-terrorismo e morreu.

Ontem tive a grata oportunidade de assistir a este documentário no canal História, que por qualquer motivo não se encontra disponível senão em formato ultra-mini. É uma pena, porque seria a base para quem quer perceber como se deu a fundação de Israel, contrariando todas as falácias da propaganda anti-semita.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.