domingo, 6 de agosto de 2017

1 milhão de empregos nos primeiros seis meses de Trump


A economia americana gerou mais de um milhão de empregos desde que o presidente Donald Trump assumiu o cargo.

Desafiando as expectativas de que a criação de emprego caísse neste ano, a América criou mais de 200 mil empregos em quatro dos seis meses do Trump no cargo. O número total de empregos criados desde o início de Fevereiro é de 1,07 milhões. Em média, a economia criou 179 mil empregos em cada um dos primeiros seis meses da presidência de Trump.

Muitos economistas pensavam que a criação de emprego desaceleraria este ano depois dos empregos que surgiram nos últimos dois anos do governo Obama. A queda do desemprego e o envelhecimento da população deveriam diminuir o crescimento da folha de pagamento mensal para entre 125,00 e 150 mil em média.

A taxa de desemprego caiu para 4,3 por cento, um nível que muitos economistas consideram perto do pleno emprego. Os salários, no entanto, não aumentaram tanto quanto a maioria dos economistas esperaria se a economia estivesse a operar no pleno emprego. Isso sugere que pode haver mais espaço para melhorias.
Via BREITBART
 ---------------------------

Nunca um presidente norte-americano esteve sujeito a tanta perseguição e difamação, tanto interna como externa. Os esquerdistas (que aplaudem o regime Venezuelano e a miséria em geral, e que se babavam de adoração pelo islamista Obama, padroeiro da jihad global), redobram a sua fúria e não olham a meios para derrubar Trump. Porque Trump cria riqueza, e não a miséria que eles tanto amam.
Obama tentou criar uma população amorfa, desempregada, dependente de senhas para comer, e votante fiel em quem lhas dá. Os Americanos escolheram a dignidade. E de caminho, como de costume, enquanto são difamados globalmente (a seguir a Israel, o país mais sob escrutínio, porque é, com Israel, o garante da Liberdade) vão, tal como Israel, dando a vida, a vista, os braços, as pernas, para que os habitantes do Mundo Livre possam dormir descansados nas suas camas.
Odiadores, frequentadores do Festival Islâmico de Mértola, esquerdistas em geral, ponham esta no vosso cachimbo do haxixe, e FUMEM-NA:


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.