domingo, 11 de agosto de 2013

"Um branco velho e racista"

Via Yahoo.

Richard Dawkins é sem dúvida um dos grandes intelectuais do nosso tempo. Ateu convicto, defensor ferrenho do secularismo, racionalismo e Teoria da Evolução (o que lhe valeu a alcunha de"Rottweiler de Darwin"), Richard está habituado a polémicas e controvérsias pelas opiniões que tem e defende (de forma brilhante, na minha opinião).

Ao que ele não está habituado é a polémicas provenientes da constatação de factos. Recentemente Richard disse no Twitter:
Em português "Todos os muçulmanos do mundo têm menos prémios Nobel que o Trinity College, em Cambridge. No entanto, fizeram grandes coisas na Idade Média".

A resposta não se fez esperar. Enquanto praticamente ninguém fora da Igreja liga quando Richard diz algo do género "Alguém tão inteligente como Jesus seria ateu", este comentário acerca do número de prémios Nobel ganhos por muçulmanos foi duramente criticado a um nível quase universal. Desde lhe chamarem "um branco velho e racista" (de que raça é a religião do Islão afinal?) até o acusarem de "perseguir injustamente a fé muçulmana", as respostas provenientes de todos os quadrantes político-sociais não se fizeram esperar:


"Podemos fazer isso enquanto caucasianos? Pegar em troféus que nós inventámos e usar a falta deles por parte de outros como prova de superioridade?"

Owen Jones, ateu e comentarista associado à extrema-esquerda disse:


"Como se atreve a mascarar o seu preconceito como ateísmo? É um embaraço sem igual"

Houve quem tivesse bom-senso e fizesse notar que chamar-lhe racista -uma das respostas mais populares- estava errado, já que o Islão é uma fé e não uma raça. Facto que foi referido por Dawkins:


"Os muçulmanos não são uma raça. O que têm em comum é uma religião. Em vez do Trinity preferiam que fizesse a comparação com Judeus? Procurem no Google"

Richard acrescentou ainda


"Deus sabe que não sou amigo da religião, mas qual É a razão para este espantoso facto? Menos de 1% da população mundial é judia, mas tem 20% dos prémios Nobel"

E ainda:



 "Sim, concordo que os Prémios Nobel da Paz são controversos. Talvez os devesse ter descontado. Façam isso e vejam os números" (6 dos 10 prémios Nobel ganhos por muçulmanos são Prémios Nobel da Paz)

Dawkins deu uma resposta mais detalhada às várias críticas de que foi alvo aqui.


Quando questionado porque decidiu comparar os prémios Nobel ganhos por muçulmanos a resposta foi concisa:



"Porquê mencionar Nobels muçulmanos em vez de outro grupo? Porque ouvimos tantas vezes falar acerca de a) o número total de muçulman os e b) a ciência deles".

 Agora digo eu: qual é o total de medalhas de ouro olímpicas ganhas por atletas muçulmanos comparativamente a outras "raças"? Sem dúvida, essa também daria uma estatística interessante...

1 comentário:

  1. Dawkins só expôs dados, fatos. Não tirou nenhuma conclusão. Que culpa ele tem de alguns grupos humanos serem intelectualmente superiores a outros?
    Mais:
    http://amarretadoazarao.blogspot.com.br/2013/08/richard-dawkins-e-os-muculmanos.html

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.