sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Mais um culpado de ser branco


O Sr. Professor Kamau já andava há que tempos a pregar o extermínio dos brancos. Como o Hitler fez em relação, por exemplo, aos judeus. Ninguém se atreveu a contestar, para não ser chamado "racista". Ontem foi assassinado mais um branco, pelo crime de ter nascido branco. Desta vez o presidente Obama não virá de certeza dizer que se tivesse um filho este seria parecido com Cristopher Lane. Mas de certeza que será negada a motivação RACISTA de mais este crime. Ao mesmo tempo que será usado o racismo positivo para o justificar. Vai uma aposta? Tão certo como a mente marxista cultural taxar-me a MIM de racista por ter feito este post!

"Edwards chegou, inclusive, a fazer uma publicação racista no Twitter no passado dia 29 de Abril de 2013: “90% da população branca é desagradável, ODEIO-OS!
  Público

5 comentários:

  1. Vamos lá a ver o que o Reverendo Al Sharpton tem a dizer deste caso...

    ResponderEliminar
  2. Vai prá lista daqueles que são mortos por serem palestinianos ou israelitas e etc, etc e etc.
    P.S, ilustrou o post com declarações de um preto imbecil mas poderia tê-lo feito com milhões deles - pretos, brancos, amarelos ou verdes com pintinhas amarelas. Só prova que, racistas como você, há-os de todas as cores e feitios.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Paulo,

      O seu raciocínio não é novidade, infelizmente. É o resultado de décadas de demonização das pessoas de pele branca, que substituiram o Diabo na nova mitologia marxista, e são apresentadas nos media, e na cultura oficial como raíz de todo o Mal, de tal forma que a sociedade passou a considerar normal o seu assassínio. E você é bem o exemplo disso.

      Neste caso, a Imprensa fez eco do sucedido. Mas no genocídio dos brancos na África do Sul, por exemplo, não se ouve uma palavra. Considera-se tacitamente que é justo massacrar fazendeiros brancos, como vingança pelo apartheid. Linda ideologia, hã?...

      Eu chamo a atenção para a doutrinação racista promovida por indivíduos deploráveis como este Kambau, um dos racistas mais proeminentes da nossa época, inspirador de tantos crimes, e você chama-me racista a mim!

      Imagine que o Kambau era um branco a dizer para se matar negros. Aí você já acharia natural que eu expusesse tal ideologia como nefasta. Só que o racismo, seja de que cor for, é sempre condenável. É apenas isso que o meu amigo ainda não alcança.

      Experimente pensar mais e insultar menos.

      I.B.

      Eliminar
  3. Factos que poderão inspirar os pertencentes a determinado grupo étnico, (sem falar da escravatura e da discriminação após) : http://news.yahoo.com/remains-55-bodies-found-near-former-florida-reform-232708887.html
    Estudiosos afirmam que vivências passadas em gerações anteriores se refletem nos comportamentos das gerações seguintes. O que, digo eu, não será díficil encontrar no povo judeu.
    Classificá-lo de racista não é insulto - é constatação. Ó homem, é ÓBVIO!
    A propósito de pensar mais, aconselhá-lo-ía a pensar menos mas melhor. Diria mesmo que o seu problema será mesmo esse - pensar demais. Pensa tanto e apesar de considerar o racismo condenável não consegue ver o cáracter racista do seu post. Ou retorce argumentos (os fanáticos) ou é intelectualmente desonesto, o que vai dar ao mesmo. Leve a taça!
    P.S. " Mas no genocídio dos brancos na África do Sul, por exemplo, não se ouve uma palavra." - curioso, o meu primo vive lá e tem esquecido de me informar daquilo que a imprensa mainstream esconde. E o moço, além de branco, é de direita e tudo!
    Paulo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó Paulo, você é parvo ou anda a treinar? Onde é que quer ver racismo na minha pessoa? Que evidências tem parta tal alegação? A não ser que o facto de eu me assumir como amigo de Israel automaticamente lhe desencadeie uma torrente de insultos! Afirma aí que há judeus que são racistas. Não me admiro que sim, em todos os povos encontramos essa pecha. O que eu tentei destacar neste meu post é que a opinião pública e os media consideram o racismo e os crimes contra as pessoas de pele branca justificados.

      O seu primo deve visitar este museu: http://ajkraad.wix.com/genocide-museum.

      E neste blog já postei documentários sobre o genocídio dos brancos na África do Sul.

      Também não percebio as suas referências à reencarnação neste contexto. Recordo: um tipo preto assassinou um tipo branco, inspirado pelo discurso racista anti-brancos. Eu denunciei esse racismo, que é condenável, como todas as formas de racismo. E você, basicamente, ficou chateado. O seu racismo é o chamado racismo positivo. É apenas isso.

      I.B.

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.