quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Apanhar o Trevo

Assim como quem vai apanhar o trevo na noite de São João, muçulmanos destroem um cemitério de mortos de guerra ingleses na Líbia. Nem os mortos respeitam, nem a morte lhes faz apagar o ódio aos «infiéis». O estribilho da bonita acção é o Allahu Akhbar, o mesmo que gritam quando decapitam «infiéis», quando provocam os europeus nos transportes públicos (quando estão em proporções superiores a 50 para 1), o mesmo que o Ibrahim Jeilan usou para invectivar a assistência após a vitória nos Mundiais de Daegu, o mesmo que significa SUPREMACISMO e ÓDIO e que já custou mais de 21413 ataques terroristas desde o 11 de Setembro, quando a presente jihad foi declarada! Onde anda a Isabel?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.