sábado, 30 de maio de 2020

Estados Unidos: Muçulmanas já saqueiam

«Nada diz "protesto por um irmão negro caído" como roubar um aspirador de pó»
- comentário no Youtube.

Nos Estados Unidos, uma detenção de um condutor fortemente alcoolizado resultou na morte do mesmo. Os agentes envolvidos na morte de George Lloyd, sendo polícias e brancos, e sendo a vítima uma pessoa negra, não gozam da presunção de inocência.
Já foram despedidos e sumariamente julgados e condenados no tribunal dos media. O julgamento no Tribunal propriamente dito, só vai confirmar o que já foi decretado pelo politicamente correcto.
Nota: na nossa opinião, os agentes foram negligentes e a sua conduta parece-nos errada, mas as opiniões não substituem  a Lei no apuramento de responsabilidades.


Comerciantes guardam as suas lojas, armados.


Entretanto, a extrema-esquerda está a saquear, incendiar, alvejar polícias, espancar inocentes, dando largas aos seus instintos criminosos e tentando a todo o custo gerar uma guerra civil, pois só assim o Homem Mau Cor-de-Laranja pode ser impedido de ganhar as eleições que se aproximam.
As hordas de criminosos são constituídas por grupos terroristas como os Antifa, os terroristas racistas supremacistas Negros Black Lives Matter, mais a costumeira carneirada hippie, as feminazis, os gayzistas e fauna variada. 
Visto que "o sangue e as propriedades dos infiéis pertencem aos muçulmanos", eles também estão a dar uma mãozinha.


A supremacista islâmica, fez carreira como defensora da comunidade islâmica nos EUA.

Omar odeia brancos e infiéis, e não faz segredo disso:
ILLAN OMAR NÃO DOMINA O RISO COM AMERICANOS MORTOS



- Traduzimos para si este artigo do BARE NAKED ISLAM:

MINNEAPOLIS: Mulheres muçulmanas somalis em hijabs entre os saqueadores da loja Target

A Congressista Somali Islamista do Minnesota, Ilhan Omar, foi apanhada a distribuir alimentos aos criminosos que no seu próprio distrito estão a tentar provocar uma guerra civil, alegando que "a nossa raiva (pela morte de George Lloyd) é justa". Mulheres usando hijabs foram filmadas a saquear lojas, e a filha de Omar promoveu uma "lista de suprimentos" de que os saqueadores precisariam.




MadWorldNews - A congressista de Minnesota assistiu aos manifestantes a saquearem a loja Target e recusou-se a condená-los. Em vez disso, ela alimentou a revolta, que agora está fora de controle e continua em andamento, fazendo declarações que podem ser interpretadas como encorajamento aos manifestantes.  
Omar, que representa no Congresso o distrito afectado pelos protestos e também onde Floyd perdeu a vida, postou uma série de tweets na noite de quarta-feira, dizendo que "a raiva é justa" e "podemos reconstruir a nossa comunidade".  
Quando Omar diz "podemos reconstruir", perguntamo-nos se ela pagará a conta de todos os negócios que foram saqueados e queimados. Porque é que ela não diz aos seus eleitores para pararem de protestar e saquear?  
A filha adolescente de Omar, Isra Hirsi, também está a promover os saques e o caos e até retweetou uma lista de suprimentos necessários para os saqueadores:




Um vídeo do YouTube desta quarta-feira à tarde mostra mulheres usando hijabs e rindo ostensivamente enquanto saqueavam a loja Target:





Via:

https://barenakedislam.com/2020/05/30/minneapolis-somali-muslim-women-in-hijabs-among-looters-at-target-store/



O SANGUE E AS PROPRIEDADES DOS INFIÉIS PERTENCEM AOS MUÇULMANOS:






ALTO! PÁRA TUDO!
Realmente, para quê esperarmos por um inquérito, por um julgamento, pelos procedimentos da Lei, se a Grande Iva Domingues, renomada especialista em Direito e Investigação Criminal, já emitiu o seu Decreto Infalível?


E quem diz Iva Domingues toda a classe merdiática, coltural, e afins deste mundo!


- Publicado no AMIGO DE ISRAEL 2.0

Sem comentários:

Publicar um comentário

Comentários temporariamente desactivados. As nossas desculpas.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.