segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

MITO 4 - «O Holocausto é o problema da Europa; os palestinos não tiveram nenhum papel nele»



Desmontamos os principais mitos sobre Israel, convidando os leitores a confirmarem as nossas afirmações. O site original que resumiu esta problemática, o «Muro da Verdade», foi deitado abaixo, mas há muitas outras fontes. Nomeadamente MITOS E FACTOS SOBRE ISRAEL.

«O pai do nacionalismo 'palestinano', Haj Amin Al-Husseini, planeou campos de morte para os judeus no Médio
Oriente.  

Haj Amin Al-Husseini, era um seguidor devoto de Hitler, passou a guerra em Berlim, recrutou uma legião árabe para a causa nazi e planeou a "Solução Final" para os judeus do mundo árabe. 

A Irmandade Muçulmana, que criou o Hamas e que governa Gaza, traduziu para o árabe o 'Mein Kampf' em 1930 e pediu a destruição do Estado judaico logo no seu nascimento

4 comentários:

  1. Tem aqui um artigo interessante:
    http://www.barenakedislam.com/2013/01/18/in-the-20th-century-muslim-jihadists-joined-forces-with-nazis-to-eliminate-the-jewish-problem/

    Ao lado de Hitler lutaram 100000 muçulmanos. A aliança esquerda-Islão é de certo modo natural.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado, fica na calha para futura tradução.

    Abraço,

    IB

    ResponderEliminar
  3. Para completar ainda podemos verificar os seguintes fatos:

    1- século III a.C. Gregos que dominaram a judéia.

    2- 19 d.C. Expulsão dos judeus de Roma.

    3- 38 d.C. Alexandria.

    4- 66 d.C. - 73 d.C. Primeira guerra judaico-romana.

    5- 1096 - Primeira cruzada.

    6- 1290 - Expulsão da Inglaterra.

    7- 1478 - Inquisição espanhola.

    8- 1472 - Decreto de Alhambra (judeus expulsos da Espanha).

    9- 1497 - Expulsão de Portugal.

    10 - 1903 - O pogrom de Kishinev.

    11- 1905 - O segundo pogrom. (tiveram muitos outros pogrom em outros locais)

    12 - 1920 - Distúrbios na Palestina.

    E muitos outros que não foram mencionados entre esses 12. Conflitos e expulsões anteriores à segunda guerra incluindo países que os "salvaram" na segunda guerra. O que chama mais atenção são as palavras encontradas como motivo desses conflitos e expulsões: Dinheiro, agiotagem, abastados, ouro, loja.

    Dizem que um tal de abraão viveu 175 anos.
    Dizem que um tal Noé viveu mais 350 anos após o dilúvio.
    Porém, Rei Davi viveu apenas 70 anos.

    A qualidade de vida devia ser muito boa naquela época para se viver 175 anos. Talvez Judas ou Barrabás explique.
    Pelo jeito nunca foi um povo santo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, muito antes de Cristo a qualidade de vida era melhor em qualquer parte do mundo, vários registros de fora da Bíblia confirmam isso. A "Palestina" por decisão divina pertence aos seus donos e ser ateu é negar todas as provas, mais tarde as mando.

      Eliminar

Os comentários estão desactivados pois o blogue está inactivo. As nossas desculpas por qualquer incómodo.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.