quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

MITO 2 - «Israel pratica o Apartheid»




Desmontamos os principais mitos sobre Israel, convidando os leitores a confirmarem as nossas afirmações, e a visitarem o site original que resumiu esta problemática, o «Muro da Verdade» (actualmente inactivo). 

«O termo Apartheid refere-se à segregação de grupos com base na etnia ou raça, e à negação de direitos civis básicos para o grupo segregado. 
Não há essa separação em Israel. Aos árabes são concedidos todos os direitos civis sob a lei israelita, que proíbe a discriminação com base em raça, credo ou sexo. 
Os Árabes participam plenamente na sociedade israelita e no governo. Os cidadãos árabes de Israel votam nas eleições nacionais, têm representantes no Parlamento israelita, assento nos tribunais israelitas e no Supremo Tribunal de Israel, e servir como professores efectivos de ensino em faculdades e universidades israelitas. 
Os cidadãos árabes de Israel têm mais direitos, e desfrutam de mais liberdade, educação e oportunidades económicas do que os árabes de qualquer Estado Árabe.»

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.