sexta-feira, 4 de abril de 2014

Obama e os Matadouros de Cristãos na Síria

POST ACTUALIZADO:



O Governo Obama anunciou oficialmente o seu apoio à Al-Qaeda na Síria.


Hoje o Público conta a história de Mariam al-Khawli, que se imolou pelo fogo na Síria.

É claro que o Público não pode estar a fazer reportagem em todo o lado (sobretudo quando não se trata de vítimas de Bashar Al-Assad, mas das vítimas dos terroristas afectos à Al-Qaeda e apoiados por Obama e pelo Ocidente).

Mas há muito mais desgraças a relatar da Síria. Talvez as que envolvam cristãos e muçulmanos seculares ou afectos a Assad tenham menos interesse jornalístico, não sabemos... Afinal, nós nem Saddam Hussein sabemos escrever em Árabe...

Por exemplo (ATENÇÃO; IMAGENS EXTREMAMENTE CHOCANTES!):

Matadouros de cristãos descobertos na Síria

Muçulmanos massacram 400 pessoas em campos de morte e engravidam 3 mil mulheres

Muçulmanos irrompem em casa de família e massacram mãe e filha


A organização RESCUE CHRISTIANS é uma iniciativa de Walid Shoebat, ex-terrorista islâmico convertido ao Cristianismo. Shoebat nasceu em Belém, Judeia, em família muçulmana, e desde criança que foi doutrinado para ter no ódio aos judeus e aos ocidentais o foco da religião islâmica.


Walid Shoebat, de terrorista a activista pela paz 

Também com imagens EXTREMAMENTE CHOCANTES, o artigo:
Turquia ajuda ao massacre de cristãos na Síria  


"Não é 'islamofobia'; eles querem realmente matar-nos" é o lema do site Bare Naked Islam

Isto é uma mísera amostra do Holocausto a decorrer na Síria, perpetrado pelos terroristas afectos à Al-Qaeda e apoiados por Obama. Procure no youtube por Free Syrian Army e poderá testemunhar as actividades dos indivíduos em questão.

O site BARE NAKED ISLAM explica como é que as armas de Obama chegam aos jihadistas, e porque é que o Embaixador Christopher Stevens estava algures, numa missão norte-americana, e não no Consulado dos E.U.A. na Líbia.

Massacres indiscriminados, tortura, estupro, queima e destruição de igrejas, decapitações, crianças ensinadas a decapitar e a torturar, os terroristas da Al-Qaeda a actuar na Síria proporcionam um pouco de tudo... Neste vídeo, três camionistas muçulmanos são abatidos à beira da estrada por não serem da seita "certa" do Islão:



De toda a Europa (INCLUINDO DE PORTUGAL) estão a partir para a Síria simpatizantes do Islão, para se juntarem a estes simpáticos cavalheiros. Essas pessoas, um dia, regressarão. Esta semana falou-se disso nos media nacionais. A única pessoa, das que ouvimos, que teve a coragem de pronunciar o termo 'Islão', foi Francisco Moita Flores, no noticiário da CMTV - ainda assim com infinitas cautelas...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.