terça-feira, 10 de setembro de 2013

Paliestine desmonta Pallywood



Torna-se difícil desmontar uma a uma as mentiras, a manipulação, a propaganda que os inimigos de Israel (todo o mundo islâmico e os antissemitas em geral, que não deixaram de existir com a derrota de Hitler) constantemente lançam. 

Com uma base cultural milenar de ódio aos Judeus, muito boa gente engole copiosas quantidades de propaganda produzida na fábrica de mentiras a que se convencionou chamar Pallywwod.

São bombas de fósforo branco aqui, é o apoio de Messi aos «palestinianos» ali, é a esterilização de mulheres etíopes acolá, são as crianças mortas pelos israelitas mais além... E quem se julga "informado" brande estas coisas com fúria e as certezas absolutas de quem "viu na Internet".

Os muçulmanos são 1 bilião e 600 milhões. Os israelitas são mais ou menos tantos quantos nós, portugueses. Israel é 1% do Médio Oriente. Não tem petróleo. Só trabalho, muito trabalho e sacrifício. É a única democracia da região. Não há países islâmicos democráticos. É uma luta desigual.

A fogueira é constantemente alimentada por uma máquina de mentiras à moda nazi (a propaganda islamista inspira-se na dos velhos aliados nazis, aliás) que não cessa de bombardear e bombardear e bombardear.

Eles têm profissionais do ódio. Do lado de Israel há apenas voluntários que fazem o que podem para os desmascarar. Um exemplo é o site


Sempre que vir uma acusação dessas que correm pela net, confira neste site. Exemplos ao acaso:


Esta não é das piores, mas o Messi nunca apoiou a tal «Palestina». É photoshop!



Imagens com crianças mortas nos conflitos que grassam constantemente no mundo islâmico são sempre recicladas para passarem por crianças "mortas pelos israelitas". Estas foram mortas pelos terrorista da Al-Qaeda na Síria, mas passam por ser vítimas de Israel. Muita gente engole. Conferir aqui.



É de um cinismo sem limites, mas é o que este gente é paga para fazer. Este bebé passa por ser uma vítima dos malandros dos israelitas. O bebé é israelita! Conferir aqui

Esta propaganda é considerada socialmente aceitável. Já expô-la, é considerado "susceptível de provocar o ódio"!

8 comentários:

  1. Muito interessante esse site.

    ResponderEliminar
  2. Acho que este vídeo deveria ser colocado aqui no seu blogue:

    http://www.youtube.com/watch?v=63hTOaRu7h4

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fica na calha. É pena é não ter legendas. Mas vou tentar traduzir.

      Abraço!

      I.B.

      Eliminar
  3. Outro artigo recente do jornal Expresso:

    http://expresso.sapo.pt/israel-e-palestina-as-grandes-divergencias=f790373

    ResponderEliminar
  4. O site paliestine.com está suspenso. Você deveria guardar e gravar todos vídeos e informação que eles mostram, para não se perderem, caso o site desapareça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh! Estava para fazer isso! Vou esperar que volte a estar no ar e guardarei tudo. A verdade incomoda-os, meu amigo. Obrigado!

      I.B.

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.