domingo, 8 de setembro de 2013

Enquanto o Papa ora

Enquanto o Papa junta católicos em oração pela paz na Síria, os cristãos no Egipto e na Síria sofrem horrores. Um exemplo entre muitos (veja mais sob a etiqueta "Síria" e por essa Internet fora):


Síria : Al- Qaeda cerca aldeia cristã, que ainda fala a língua antiga de Cristo, destrói estátua de Maria, ameaça moradores para se converterem ao Islão
Ruth Sherlock e Magdy Samaan no Telegraph, 05 de Setembro 
    Um ramo da al-Qaeda em luta na guerra civil da Síria atacou uma das poucas aldeias restantes onde a língua original do Cristo ainda é falada, dizem os moradores. (...)

    
"Eles entraram na praça principal e quebraram uma estátua da Virgem Maria", disse um morador da área, falando por telefone e com muito medo de dar o seu nome. "Eles bombardearam-nos da montanha nas proximidades. Dois mísseis acertaram no Convento de Santa Tecla".

    
Maaloula, escondida nas falésias cor de mel de uma cadeia de montanhas ao norte de Damasco, está na lista de candidatos da Unesco a Património da Humanidade, e está associada aos primeiros dias do Cristianismo.

    
Santa Tecla, que está supostamente enterrada no convento , era uma seguidora de São Paulo, que fugiu para a aldeia na Síria para evitar o casamento, depois de ter feito um juramento de castidade. Diz-se que a fenda da rocha em que o convento é colocado se abriu para deixá-la escapar aos seus perseguidores.

    
Os habitantes são em sua maioria cristãos melquitas católicos e ortodoxos gregos , mas, historicamente, viviam pacificamente ao lado de uma minoria muçulmana sunita. Este é um dos três únicos lugares no mundo onde aramaico ocidental, um dialecto da língua falada por Cristo, ainda é utilizado.

    
Até recentemente, a cidade conseguiu manter-se principalmente afectada pela guerra civil que já ceifou mais de 100 mil vidas. A visita do The Daily Telegraph no ano passado constatou que estava cercada por postos de controle do governo, mas sofre com a falta de peregrinos e turistas que são vitais para a sua economia .

    
Nas primeiras horas de quarta-feira de manhã, os grupos rebeldes, uma mistura do extremista Jabhat al-Nusra  e do Exército Sírio Livre mais moderado (FSA), atacaram com força total.

    
"Primeiro eles assaltaram uma fábrica de tijolos de propriedade de um homem cristão, que agora está desparecido", disse o morador . "Então, pelas 05h30, um carro-bomba explodiu no posto de controle na entrada para a aldeia".

    
"Alguns dos rebeldes entraram numa casa perto do posto, pertencente a Yousef Haddad, um cristão . Eles tentaram forçá-lo a converter-se ao Islão."

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.