segunda-feira, 8 de julho de 2013

"Oh, macacos bárbaros, porcos miseráveis ​!"




"Menina na TV palestiniana: os judeus são "a mais vil de todas as criações! Macacos, porcos, bárbaros miseráveis​​', condenados à "humilhação e ao sofrimento "


por Itamar Marcus e Nan Jacques Zilberdik para Palestinian Media Watch, 7 de julho:

   
A TV da Autoridade Palestina continua a promover o discurso do ódio baseado no Islão e no antissemitismo, pela voz de crianças pequenas. Neste último exemplo, duas irmãs recitam um poema que incluiu a seguinte demonização dos judeus:


    
A seguir, a transcrição do poema recitado pelas meninas  programa de TV Palestina Esta Manhã:

   
Repórter de TV: "Vamos receber estas meninas que querem recitar um poema curto."
    
Menina 1: "Eu não temo a espingarda porque as multidões iludidas são  rebanhos ignorantes.
    
Jerusalém é a minha terra, Jerusalém é a minha honra
    
Jerusalém é os meus dias e meus sonhos.
 
Oh, vocês que assassinaram profetas piedosos de Alá
(ou seja, os judeus na tradição islâmica)
    
Oh, vocês que foram criados para derramar sangue
    
Vocês foram condenados à humilhação e sofrimento.
    
Oh filhos de Sião, oh mais vil entre as criações
    
Oh macacos bárbaros, porcos miseráveis
   
Menina 2: Jerusalém não é vossa
    
Jerusalém se opõe a vossas multidões
    
Jerusalém vomita dentro dele sua impureza
    
Porque Jerusalém, é piedosa, imaculada
    
E vós sois sujos, é limpos e impuros.
    
Eu não temo a barbárie.
   
O meu coração é o meu Alcorão e a minha cidade
    
Contanto que eu tenha meus braços e minhas pedras
    
Enquanto eu for livre, não trocarei a minha causa
    
Não temerei vossas multidões
    
Eu não vou temer a espingarda. "
  

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.