sábado, 13 de julho de 2013

'A Grã-Bretanha, os Estados Unidos, e todo o Ocidente que vão para o inferno'

Pois nós somos uns «exagerados». Os muçulmanos são todos uns gajos porreiros e não representam assim um perigo tão grande para o Ocidente. Podem decapitar um ou outro infiel, só para manter acesa a chama, meter umas bombas de vez em quando para provar que o Islão é religião da paz, mas pouco mais...

Mas o califado global, a que nós tantas vezes aqui nos referimos... bah! Coisa de paranóicos!

Pois agora vem uma figura de proa do islamismo, a falar em conferência dos Estados Unidos, dizer com todas as letras (e muita LOUCURA e ALDRABICE à mistura) que os islamistas querem o califado global!

E agora, defensores do islamismo? Estão prontos para ter as cabeças cortadas se não se converterem? Ou na melhor das hipóteses pagarem a jyzia?

Damos a palavra ao site Observatório da Jihad (que aconselhamos a todos os que saibam Inglês) e sejam uns «instigadores do ódio», como nós:

 

Constantemente nos dizem que os muçulmanos no Ocidente não querem que a Sharia e o califado global sejam alargados aos ocidentais e não-muçulmanos. E nós somos obrigados a acreditar, ou seremos acusados de "islamofobia". Mohammed Malkawi não deve ter recebido o memorando para manter silêncio sobre o assunto.
"Fundador do Hizb Al-Tahrir em Chicago: O Califado está a chegar, e a Grã-Bretanha e América que vão o inferno", MEMRI, 21 de Junho:

    
A seguir, trechos de um discurso proferido pelo professor Mohammed Malkawi, que foi para o ar na TV Al-Jazeera em 21 de Junho de 2013:

    
Professor Mohammed Malkawi: Quando o Islão alcançou o pico da glória e os muçulmanos eram senhores do mundo, chegou um momento em que os infiéis conspiraram contra os muçulmanos, que estavam num sono profundo. A Grã-Bretanha conspirou contra eles, juntamente com os colaboradores e traidores árabes e turcos, e terminou o califado islâmico e a sua glória.

    
Desde que o califado foi destruído, o mundo perdeu um exemplo de justiça, um modelo para a Humanidade na sua totalidade. Desde então, o mundo tem sido mantido refém por lobos, que não respeitam a honra de um homem ou de um crente. Duas guerras mundiais custaram a vida de mais de 70 milhões de pessoas, mas eles acusam-nos de terrorismo. Eles mataram mais de 70 milhões de pessoas, e lançaram bombas atómicas sobre o Japão, mas eles lançam acusações contra nós.

    
O mundo definha sob todo tipo de opressão. Vocês todos sabem o que o capitalismo produziu, o que o socialismo tem contribuído e o que o nacionalismo trouxe ao mundo. O nazismo e o fascismo nacionalista levaram a duas guerras mundiais. O capitalismo de hoje está a destruir a África na totalidade, coloniza a Ásia, e controla o petróleo e o gás dos muçulmanos.

    
Obama diz-vos, na Síria, no Egipto e em outros lugares: eu escolhi a heresia como a religião para vós. Vocês vão aceitar heresia como vossa religião, oh muçulmanos? Digam: "Allah Akbar".
   Multidão: Allah Akbar.

    
Professor Mohammed Malkawi: Digam: "Allah Akbar".

 
  
Multidão: Allah Akbar.

 
Professor Mohammed Malkawi: Exigimos um estado governado pelo Alcorão!

   
Multidão: Nós exigimos um estado governado pelo Alcorão!

   
'Speaker': Nós exigimos um estado governado pelo Alcorão!

  
 
Multidão: Nós exigimos um estado governado pelo Alcorão!

   
'Speaker': Nós rejeitamos a regra secular!

    Multidão: Nós rejeitamos regra secular!

   
'Speaker': Nós rejeitamos a regra de Satanás!

   
 
Multidão: Nós rejeitamos a regra de Satanás!

    
[...]

    
Professor Mohammed Malkawi: ... Allah escolheu o Islão para ser a nossa religião. Vieram os governantes dos Estados Unidos, Grã-Bretanha, França e Rússia, que se reuniram com os seus colaboradores e lacaios, e decidiram vender-nos a religião da heresia. Vamos pesar as coisas. Vamos levar a palavra de Deus... Eu não estou a referir-me a vocês que venderam as vossas almas pelo amor a Allah, mas à grande nação que tem negligenciado a sua religião, e a quem foi vendida uma religião que se parece com o Islão, mas que não tem nada a ver com o Islão.

    
... Oh muçulmanos, os infiéis e seus colaboradores vão querer proibir-vos o uso do termo "califado"! Usem a palavra "religião", usem a palavra "Islão", usem qualquer palavra que quiserem, mas a palavra "califado" é demais - dirão eles.
A América odeia o califado, Obama não gosta do califado, e os governantes do petróleo têm medo do califado, porque ele exigem o petróleo, o mesmo petróleo com que se esgotou a honra dos muçulmanos. Eles aterrorizaram as pessoas com essa palavra: "califado."
Eles dizem-vos: "Vocês podem dizer qualquer coisa, excepto que vocês querem a lei islâmica." Para eles, a lei islâmica é algo incrivelmente duro. Para eles, a lei islâmica impede a usura. Impede-os de explorar os povos. A lei islâmica e o califado trarão a lei de justiça, que fará com que todos os governantes enfrentem pilhas de lixo, pois lixo é tudo o que eles valem.

    
Todos esses governantes são anões-de-Obama, o dono da Casa Branca, os governantes desses palácios nas terras dos muçulmanos. Estão todos assustados com o califado islâmico e a lei islâmica, e é por isso que tentam fazer-nos ter medo dele. Eles assustam os muçulmanos. Eles dizem aos rebeldes na Síria: "Não exijam um califado em voz alta, porque os EUA vão negar-vos o equipamento e ajuda." Eles dizem ao povo egípcio: "Não exijam instaurar a lei islâmica, porque a América não vai ficar contente com isso. "

    
Eles dizem que o califado faz os infiéis ficarem com raiva. Não queremos deixar os infiéis com raiva? Não é isso o Islão?

   
Deixem a América e a Grã-Bretanha odiarem o califado. A Grã-Bretanha, os Estados Unidos, e todo o Ocidente que vão para o inferno, porque o califado está a chegar, se Alá quiser.

___________________________________


- E agora? Continuam a achar que o islamismo não representa um perigo para o Mundo e para o Ocidente?

- Conseguem imaginar uma conferência supremacista de qualquer religião em terra islâmica?

- Ainda acham que o Islão é uma religião como as outras?

- Ainda acham que «não devemos falar das atrocidades islamistas para não enfurecermos mais os islamistas»?

- Acham que somos nós que «semeamos o ódio» e que «não respeitamos a diferença»? 

- Politicamente correctos modernaços e odiadores do Ocidente, marxistas culturais, palestinianistas, amantes de Arafates e de bines Ladenes, estamos ansiosos por vos ouvir!

Neste vídeo, os valentes e justos enviados de Allah na Síria trazem lei da justiça, decapitando um padre e outros cristãos. É um cheirinho a califado, e como este há milhares, todos os dias. 

CONCORDAM COM ISTO, AMIGOS DO ISLAMISMO?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.