segunda-feira, 21 de julho de 2014

Operação Protecção Limite - Dia 3 (VÍDEOS)



Moshe Malko, 20 anos, uma das 13 vítimas dos terroristas do Hamas

No 3º dia da Operação Protecção Limite, a tragédia bateu à porta do IDF (Forças  de Defesa de Israel). 13 soldados da brigada especial "Golani" foram mortos pelos terroristas do Hamas.  A Imprensa Mundial continua a incendiar a opinião pública contra Israel e os judeus.


7 morreram numa emboscada, atingidos por um míssil anti-tanque, e os restantes em troca de fogo com os terroristas.

Até agora conhecem-se os nomes dos seguintes militares do IDF, caídos em combate:

Maj. Tsafrir Baror, 32, de Holon; Capt. Tsvi Kaplan, 28, de Kibbutz Meirav; Sgt. Gilad Yacoby, 21, de Kiryat Ono; Sgt. Oz Mendelovich, 21, de Atzmon; Sgt. Sean Carmeli, 21, de Ra’anana; e Max Steinberg de Beersheba. Carmeli e Steinberg, são originários do Texas e da Califórnia, respectivamente.
Há até agora 18 baixas de soldados do IDF. A todos estes HERÓIS, a nossa gratidão, profundo respeito e sentida homenagem. Dar a própria vida para defender vidas é o mais nobre que um ser humano pode fazer. Caíram honrosamente, na batalha do Bem contra o Mal.



Provas vídeo do uso de casas de habitação para lançamento de mísseis contra Israel:

Sargento Sean Carmelli, 21 anos - mais uma vida ceifada pelos terroristas islamonazis do Hamas

Neste 3º dia, intensificaram-se os bombardeamentos do IDF contra os redutos terroristas de Shejaiyah. 52 alvos terroristas foram netralizados, incluindo mais de 20 casas de habitação, que, como temos exaustivamente demonstrado, com vídeos, são usadas como bases pelo Hamas para armazenamento de armas, lançamento de mísseis e abertura de túneis para penetrar em Israel.
 
Segundo os "palestinianos", neste dia registaram-se entre eles 60 baixas, sendo a maior parte de civis, segundo as fontes terroristas. Como temos demonstrado exaustivamente, com vídeos, a população de Gaza é instigada a actuar como escudo humano e a deixar-se «martirizar» em honra da sua divindade. Escolas, hospitais e mesquitas, também são usados como bases de terrorismo.

Veja sff a nossa etiqueta , para não estarmos continuamente a repetir vídeos.

Há poucos dias noticiámos a descoberta de uma missão da ONU, de 20 mísseis numa escola primária em Gaza. A referida missão, em vez de destruir os mísseis... entregou-os aos terroristas!


 As escolas de Gaza são usadas para doutrinar as crianças no ódio aos judeus, e para lançar mísseis sobre as crianças de Israel. A ONU bate palmas. A Imprensa (o destaque em Portugal vai para o obscenamente antissemita e pró terrorista Al-Público que hoje vomitou mais um EDITORIAL OBSCENO, DE APOIO AOS TERRORISTAS), idem aspas.

Benjamin Netanyahu


Apesar de todos os esforços para evacuar a população de Gaza dos locais onde o IDF vai atacar alvos terroristas, o P.M. Netanyahu mais uma vez apelou aos habitantes de Gaza, maioritariamente eleitores do Hamas e da causa do ódio antissemita:
"Saiam das vossas casas para os locais para onde vos mandaram ir. Saiam, não fiquem aí. O Hamas quer que vocês morram, mas vocês não deveriam morrer pelo Hamas. Eles não querem saber de vocês. Mas nós queremos que vocês estejam a salvo."




Falando à CNN, Netanyahu afirmou também: 
"Os terroristas do Hamas utilizam as suas populações civis para proteger os seus mísseis. É contra esse inimigo cruel, cínico e brutal que nós tentamos minimizar o número de vítimas civis. Tentamos atingir os alvos militares e infelizmente há vítimas civis que lamentamos e não desejamos. Tudo isso é responsabilidade do Hamas."


A cobardia dos terroristas do Hamas é de tal ordem, que não hesitam em usar ambulâncias com crianças para fazer circular terroristas. É, aliás, um velho hábito. Eles sabem que Israel jamais dispararia sobre uma ambulância. os alvos deles são as crianças, os hospitais, os infantários, as escolas, tudo o que seja israelita. A Imprensa mainstream, apostada em desencadear um novo Holocausto, ESCONDE estas e outras realidades.


Na Segunda Guerra Mundial, os nazis usavam cães com explosivos para fazer explodir carros de combate dos Aliados. Os nazis do Hamas usam também animais, Foi interceptado ontem este burrinho, carregado de explosivos para fazer explodir cidadãos israelitas.

Diga-se de passagem que o tratamento islâmico dos animais, e nomeadamente em Gaza, é igual ao que fazem dos «infiéis» (para eles não diferenças) . É assim que eles fazem.

Mais de 110 terroristas já foram mortos em Gaza e 1.032 alvos atingidos. No 3º dia da operação foram atingidos 341 alvos terroristas.

Soldados encontram casa de habitação repleta de explosivos, em Gaza:

Neste vídeo comovente, o comandante da Brigada Golani, Coronel Rasan Alian, encoraja os seus homens, em acção em Gaza. "A nossa nação está acima de nós" - lembra. Foi esta a brigada atingida no terceiro dia da guerra aos terroristas islamonazis do Hamas.

Israel é o Exército mais ético do Mundo. Infelizmente o seu inimigo é o bando mais sanguinário, cobarde e bárbaro do Mundo. Não é justo que os jovens do IDF sejam ceifados para salvaguardar vidas de terroristas, seus 'facilitadores' e suicidas. As baixas civis são culpa EXCLUSIVA  dos terroristas do Hamas - ou dos próprios civis, quando se usam a eles mesmos, voluntariamente, como escudos humanos. 

Israel é o Exército mais ético do Mundo, mas não pode cair no absurdo de fazer a guerra do Raúl Solnado, uma sátira que os mais antigos devem conhecer. O IDF tem que sacrificar a sua "ética" (que deixa de ser ética para ser suicídio), e passar a agir como aquilo que é: o melhor Exército do Mundo!







Apoie Israel! Apoie as vítimas, derrote a jihad

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.