domingo, 13 de julho de 2014

Cristãos crucificados pelo Califado

Cristãos expulsos e crucificados pelo ISIS, grupo terrorista supremacista islâmico apoiado pelo muçulmano Barack Hussein Obama - Aquele Que O Mundo Ama.


"A pena para aqueles que travam guerra contra Alá e Seu Mensageiro e espalham a corrupção na Terra, é serem mortos ou crucificados, ou as suas mãos e pés serem cortado de lados opostos, ou que sejam exilados da terra. Isso é uma vergonha para eles neste mundo; e no outro é um grande castigo" - Alcorão 05:33

“Cristãos fogem da Síria e Iraque para escaparem a ataques e crucificações”  
BosNewsLife, Julho 7, 2014
 - Só na cidade de Shuheil, na Síria, foram expulsos mais de 3000 cristãos e crucificados pelo menos 9 (ver imagem acima).

www.rescuechristians.org

É um exercício habitual, mas convidamos os nossos leitores e amigos a fazerem-no mais uma vez:

Imaginemos que era ao contrário. Que os cristãos andavam a crucificar muçulmanos. O que iria de revolta, indignação, manifestações, agitação diplomática, por esse mundo fora.

Repita-se o exercício com outros países e religiões.

O que se passa com o mundo em relação à jihad global e ao Califado Mundial, que está aí, como anunciámos em devido tempo, e que massacra, persegue, tortura, estupra, profana e destrói, com a mesma voracidade com que o fazia no século VII, quando apareceu essa nefasta ideologia do Islão - o que se passa?

Passa-se que os media estão mais interessados em fazer a cobertura dos "cumprimentos à Obama".

E os políticos estão mais interessados em que Israel não se defenda e se deixe crucificar também pelos islamistas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.