domingo, 20 de julho de 2014

Operação Protecção Limite - Dia 2 (VÍDEOS)

Israel destruiu 13 túneis que permitiam a entrada de terroristas em Israel a partir de Gaza. Baixas do lado dos terroristas e do lado do IDF. Terroristas põem a população na linha de fogo. Imprensa atiça o ódio a Israel.

Pára-quedistas descobrem e destroem túnel sob uma casa de habitação:




Todas as entradas desses túneis estavam camufladas em estufas e residências particulares em Gaza, comprovando a colaboração (voluntária ou forçada) que a população de Gaza presta aos terroristas do Hamas.


 Entrada de um dos túneis de terrorismo, próxima de uma mesquita...
O IDF abateu 13 terroristas do Hamas vindos de Gaza, que iam atacar um kiboutz no sul de Israel:


O caso que precipitou a intervenção terrestre em Gaza foi o que o vídeo acima mostra. Foi a gota que fez transbordar o copo e forçou Israel e entrar em Gaza e desmantelar o Hamas na região.


3000 MÍSSEIS JÁ FORAM DESTRUÍDOS POR ISRAEL

Israel informou que destruiu cerca de 3 mil mísseis em Gaza. Calcula-se que o arsenal total conte 10 mil. Os terroristas dispararam cerca de 1.100 mísseis sobre cidades israelitas só nas últimas semanas, antes de Israel ter finalmente respondido. Só este ano já tinham disparado mais de 500. Os alvos do Hamas em Israel são civis. 

No dia 2 da operação, uma célula terrorista penetrou em Israel, mas foi rechaçada pelo IDF, com uma baixa do lado 'palestiniano' e 4 soldados israelitas feridos.  

Contam-se 323 mortos do lado 'palestiniano' (terroristas e eventualmente escudos humanos e colaboracionistas), e 2 soldados israelitas. Um beduíno israelita foi abatido por um míssil dos terroristas do Hamas na região de Dimona (deserto do Negueve). 

Na devida oportunidade homenagearemos devidamente as vítimas inocentes do terrorismo do Hamas no presente ataque.


IDF destrói bases de lançamento de mísseis:


O IDF continua a encontrar armamento, a destruir túneis e a fazer recuar os terroristas do Hamas que tentam desesperadamente entrar em Israel para assassinar civis israelitas.
50 mil residentes do Norte de Gaza já abandonaram as suas habitações, segundo ordens das Forças de Israel, uma vez que é naquela zona que se estão a dar os maiores confrontos.
 O Hamas dispara sobre áreas civis, do meio das localidades e da sua população:


Os terroristas do Hamas põem a sua população na linha de fogo:


Os únicos responsáveis pelo sofrimento dos civis 'palestinianos' em Gaza são os líderes do bando terrorista Hamas, como temos demonstrado repetidamente. Os cobardes, escondidos nos seus bunkers de luxo, mandam a população «martirizar-se» em nome de Alá.  Reveja a vida de luxo dos líderes terroristas:

No conforto do bunker...


A Imprensa (com destaque especial para as eternas  odiadoras de Israel, no abertamente antissemita e filo-muçulmano Al-Público) não mostra os ataques dos terroristas, mas mostra a resposta israelita e as vítimas do lado 'palestino'. Nada de novo...



Enquanto Israel protege a sua população e faz todo o possível para evitar baixas civis do lado do inimigo, este terrorista fanático religioso bárbaro informa que o Hamas entregará granadas às suas crianças.








Apoie Israel! Apoie as vítimas, derrote a jihad!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.