domingo, 20 de julho de 2014

O momento é AGORA!

 


Evitamos ultrapassar os três posts diários, e tentamos ao máximo comprimir a informação. Mas há tanta, tanta, tanta coisa para dizer... Há tanta jihad, tanto terrorismo, tanta barbárie islamista para noticiar. Há tanta difamação contra Israel para denunciar. Tanto antissemitismo, nazismo e islamonazismo para apontar...

Já bem basta a tortura de se estar longe da acção, de se ver o mais pequeno e fraco dos povos,a nação Eterna, avançar contra os gigantes do Mal, de se ver o fogo descer dos céus na forma de  Leão, e de não se poder seguir o Rei David, ombro com ombro, e tingir as areias do deserto com o nosso sangue, suor e lágrimas.

Este blog descreve-se prudentemente como «breves apontamentos sobre a injusta difamação de Israel, e sobre as atrocidades dos seus inimigos, que a Imprensa 'mainstream' esconde». Brevíssimos.

Mas em tempo de guerra não se contam posts. E não há tempo!


 

Não há tempo

Este não é um momento de celebração
Não é momento para apertar amãos  

Não é hora para palmadinhas nas costas  
Não é hora para bandas a marchar

Não é momento para optimismo
Este não é um tempo para pensar sem fim
Não é o momento para o meu país hesitar
Lembrem-se do que isso nos trouxe

Não há tempo
Não há tempo
Não há tempo
Não há tempo
 

Não é hora para felicitações  
Não é hora de virar as costas
Este não é um tempo para rodeios
Não é o momento para o discursos ensaiados 

Este não é um tempo para contar bênçãos
Não é o momento para ganhos pessoais
Este é o momento de tudo ou nada
E não vai acontecer de novo

Não há tempo
Não há tempo
Não há tempo
Não há tempo  


Não é hora de engolir a raiva
Não é o momento de ignorar o ódio
Este não é um tempo
de  frivolidades
Porque o tempo está a escassear


Este não é um tempo para vinganças privadas
Este não é um tempo para 'não sei quem você é'
O auto-conhecimento é uma coisa perigosa  

É a liberdade de seres quem és
 

Não é hora de ignorar os avisos
Não é o momento para limpar os pratos
Não vamos lamentar perder a oportunidade
E deixar o passado tornar-se o nosso destino


Não há tempo
Não há tempo
Não há tempo
Não há tempo


Não é o momento para virar costas e ir beber
Ou fumar uns quantos frascos de crack
Este é o momento de reunir forças
Avançar e atacar

Este não é um momento de celebração
Não é o momento para saudar bandeiras
Isso não é hora para buscas interiores 
O futuro está nas nossas mãos


Este não é um tempo para retórica falsa
Não é o momento para o discurso político
Este é um momento para a acção
Porque o futuro está ao alcance


Este é o momento
Este é o momento
Este é o momento
Porque não há tempo


Não há tempo
Não há tempo
Não há tempo
Não há tempo

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.