quinta-feira, 17 de julho de 2014

Israel lança operação terrestre em Gaza


 O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra - Salmo 121


O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.

Salmos 121:2
¶ Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro.
O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra.
Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará.
Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.
O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita.
O sol não te molestará de dia nem a lua de noite.
O Senhor te guardará de todo o mal; guardará a tua alma.
O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.

Salmos 121:1-8
¶ Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro.
O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra.
Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará.
Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.
O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita.
O sol não te molestará de dia nem a lua de noite.
O Senhor te guardará de todo o mal; guardará a tua alma.
O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.

Salmos 121:1-8

Israel lança invasão terrestre a Gaza - PÚBLICO



"O Exército disse que o objectivo da operação é proteger vidas israelitas e esmagar o bando terrorista Hamas, que controla a Faixa de Gaza"

Óptimo! Esperemos que o terrorista da Caaba Branca, perdão, da Casa Branca, não se intrometa!  


"Israel lança operação terrestre em Gaza"

 AFP, 17 de Julho, 2014


   Jerusalém (AFP) - Israel lançou uma operação terrestre na Faixa de Gaza esta quinta-feira 10º dia de uma ofensiva para acabar com os ataques com mísseis a partir do enclave palestino, disse o Exército
     "Após 10 dias de ataques do Hamas por terra, ar e mar, e repetidas rejeições de resolução pacífica do conflito por parte do grupo terrorista, as Forças de Defesa de Israel iniciaram uma operação terrestre na Faixa de Gaza", disse o IDF em comunicado.

     O Exército disse que o objectivo da operação é proteger vidas israelitas e esmagar o Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

  
Primeiro guardião do Mundo Livre, o pequenino  Israel, marcha sozinho, contra o Mal


     "O objectivo do IDF, conforme definido pelo governo israelita, é estabelecer uma realidade em que todos os israelitas e todos os moradores da região possam viver em segurança, sem a constante ameaça de terrorismo indiscriminado, e desferir um golpe significativo na infra-estrutura terrorista do Hamas", diz o comunicado.

     Israel lançou a Operação Protecção Limite em 8 de Julho, para acabar com os ataques com mísseis a partir de Gaza, e o Exército declarou que a nova fase da operação inclui assaltos terrestres e aéreos.

     "A Operação Protecção Limite, liderada pelo Comando Sul do IDF, incluirá uma estreita coordenação entre unidades do IDF, incluindo infantaria, corpo blindado, corpo de engenheiros, artilharia e serviços secretos,  combinados com o apoio aéreo e naval", disse o porta-voz.  
     "Este esforço será apoiado pela Agência de Segurança de Israel (ISA) e outras organizações de informações", acrescentou o Exército.

     "Em face das tácticas do Hamas para aumentar as suas baixas civis, na busca de objectivos terroristas, o IDF continuará os seus esforços sem precedentes para limitar danos civis".

     Pelo menos 240 palestinos terão sido mortos em ataques aéreos israelitas, desde 8 de Julho, muitos deles crianças, referem fontes médicas em Gaza, com uma ONG com sede no enclave costeiro a dizer 80 % das mortes são de civis.


O Primeiro-Ministro,  Benjamin Netanyahu, com as tropas

- Relativamente às baixas civis do lado de Gaza, relembramos que os terroristas do Hamas obrigam os seus cidadãos eleitores a  actuar como escudos humanos, e que Israel faz tudo ao seu alcance para evitar estas baixas, procurando eliminar bases e comandantes terroristas.

Ver por exemplo este post:

Porque morrem os 'palestinos'

Para além de mentirem descaradamente, e de distorcerem e omitirem informação, os media, quase todos afectos ao terrorismo islâmico, bombardeiam incessantemente a opinião pública com o número de baixas de "palestinos" e o de judeus. O objectivo dos media é desinformar, para que os governos sejam pressionados pelo público (os cidadãos, não o jornal islamista) a isolar Israel, o Estado Judaico possa ser finalmente aniquilado, e o seu povo extinto, como é objectivo de todo o mundo muçulmano (é o único ponto em questão de acordo).

Ver também:

Comparar baixas é MANIPULAÇÃO

 

O resumo dos nossos posts sobre esta operação está neste marcador:




Para um temperamento como o nosso, assistir a situações como esta sem poder meter a mão na massa, é bastante penoso. Agradecemos a Deus a oportunidade de podermos secundar os esforços do Governo israelita e das Forças de Defesa de Israel, divulgando a VERDADE, e contrariando a propaganda. Em relação aos colossos da Informação, somos como David perante Golias. Somos como Israel perante o Mundo Islâmico e todos os seus outros inimigos.

Ninguém disse que seria fácil. O compromisso com o Bem é o caminho difícil. O caminho fácil é o da cobardia, da cupidez, da indiferença, da venalidade, do egoísmo e do ódio. Agradecemos a Deus podermos tocar o íntimo de muita gente decente.

Pedimos a Deus que proteja estes rapazes e estas raparigas que agora penetram no reduto do Mal. Obrigado a todos eles e aos que os apoiam e oram por eles.

 Am Yisrael Chai!

Faça-se segundo a vontade Divina.

Apoie Israel! Apoie as vítimas, derrote a jihad!

1 comentário:

  1. Entretanto no jornal Sol, prossegue a campanha anti-Israel da imprensa mainstream, em mais uma peça de "jornalismo" do mais alto nível:
    http://www.sol.pt/SOL/noticia/110865

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.