terça-feira, 12 de agosto de 2014

Robin Wiliams morreu - há quem comemore!


Morreu Robin Williams. A par com legiões de fãs, deixou uma horda de odiadores islamistas, que se têm regozijado com a partida do génio para «o eterno lago de fogo». Por causa do número de sand-up comedy acima, intitulado Jihad.

Wiliams cometeu 2 pecados capitais 2: disse a VERDADE e fez HUMOR!

"Alá não criou o homem para que ele pudesse divertir-se. O objetivo da criação foi a Humanidade a ser posta à prova por meio de sofrimento e oração. Um regime islâmico deve ser sério em todos os campos. Não há piadas no Islão. Não há humor no Islão. Não há diversão no Islão. Não pode haver diversão e alegria no que é grave" -  Aiatolá Khomeini


"Jihadistas verberam Robin Williams pelo seu número de stand-up  de 2002"
por Dilip Mangala, International Business Times, 12 de agosto de 2014:

     O veterano actor e comediante Robin Williams, de 63 anos, foi encontrado morto em sua casa na Califórnia pela polícia do condado de Marin, após uma chamada de emergência por volta do meio-dia, hora local, segundo a CNN.


     De acordo com sua representante, Mara Buxbaum, tratou-se de suicídio, na sequência da "depressão grave que enfrentava nos últimos tempos". (...)

     Enquanto o mundo lamenta a sua perda através da partilha dos seus melhores desempenhos, há alguns que activamente comemoram a morte prematura do actor.


     "#RobinWilliams enforcou-se? O Islão é uma bênção. Em verdade, a nós, Alá protege-nos da depressão. O Inferno é um destino terrível". Postado por Abdullah, aka Mujahid4life.

     Em resposta a Abdullah, sucederam-se votos de que Williams arda no inferno, Rahman Yusuf Nidal postou: "@ mujahid4life como pode qualquer kafir ter paz? Espero que ele arda no mais escaldante do lago de fogo."
"Ele cometeu suicídio, ganhava a vida vestindo-se de mulher, e difamando a nossa religião. Que Alá lhe dê o que ele merece no akhira"- comentou Abu Hamzah AlNabilsi.
     Desde a sua morte, um vídeo de Williams a executar um número sobre a jihad  tem atraído muita atenção, com os fãs e odiadores a compartilhá-lo com muito fervor. Este movimento incessante do vídeo tem levado cada vez mais jihadistas a escrever comentários vingativos contra Williams.

O coro de ódio e desejo de danação eterna de Robin Williams prossegue. Paramos de traduzir aqui, por motivos de higiene.

Lembramos que no Islão, dizer a VERDADE sobre essa suposta religião, é considerado DIFAMAÇÃO.

Desejamos que Deus acolha Robin Williams na Sua Paz. Lamentamos profundamente a sua partida, pela saudade que deixa, e pelo sofrimento que uma doença como a depressão provoca.

Obrigado, Robin Williams. Que Deus tenha compaixão dos odiadores.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.