quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Cristão é forçado a converter-se, e decapitado!

Este pobre homem foi assassinado como um aviso para "todos no mundo como ele". É mais um aviso aos acomodados ocidentais, como as suas bondosas intenções de "apaziguamento" dos terroristas islâmicos.

Por muito que os amigos do Hamas, da Al-Qaeda, do ISIS, do Boko-Haram, etc., se curvem perante os terroristas, NÃO ESPEREM QUE ELES NÃO VOS DECAPITEM TAMBÉM.
 
 "Ele vai ser porque ele é decapitado porque é  kaffir (não-muçulmano), está do lado do governo e não quis converter-se. Todo o Mundo vai ter o mesmo fim que ele, a decapitação".

Em que é que o ISIS, a Al-Qaeda, o Boko-Haram, o Hezzbollah, e tantos outros grupos terroristas islâmicos, diferem do Hamas? Em nada! No entanto, vemos por esse mundo e por estes dias, alguns indivíduos a gritar em apoio ao Hamas.

Eis um exemplo (APENAS UM EXEMPLO!) de como são tratados os cristãos (e outros «infiéis»), no mundo muçulmano. Aqui é na antiga Síria, hoje parte do nascente Califado Global, que alastra diariamente.
"Muçulmanos decapitam cristão, após o terem forçado a negar Jesus Cristo e a saudar Maomé como " Mensageiro de Alá"
 por Leonardo Blair, Christian Post, 04 de Agosto de 2014



Um homem cristão, na Síria, foi recentemete decapitado brutalmente por militantes islâmicos, após ter sido forçado a negar a sua fé e a saudar Maomé como "o mensageiro de Alá"

O incidente foi captado em vídeo para o Mundo ver, e transmitido como um aviso para "todos no mundo como ele".

No vídeo postado no YouTube com legendas traduzidas, o cristão indefeso é cercado por militantes armados usando máscaras e é obrigado a recitar: "Não há outro deus senão Alá e eu declaro que Maomé é o mensageiro de Alá".
O líder evidente do grupo diz então: "Ninguém vai matá-lo agora, percebem? Ele não vai ser morto a tiro, porque seria misericordioso para ele".

"Ele vai ser
decapitado porque ele é  kaffir (não-muçulmano), está do lado do governo e não quis converter-se. Todo o Mundo vai ter o mesmo fim que ele, a decapitação".

Um militante armado com um facalhão agarra o homem pelos cabelos e começa a cortar-lhe a cabeça, enquanto o grupo grita: "Allahu Akbar ... não há outro deus além de Alá".
 - Aguardamos comentários dos defensores do islamismo. Onde está a vossa indignação com o Holocausto dos cristãos no Médio-Oriente? A vossa indignação vai toda contra Israel, por este país abater terroristas em legítima defesa?

5 comentários:

  1. ENTÃO? NENHUM AMIGO DO ISLAMISMO COMENTA? SE CALHAR ATÉ APROVAM...

    J.J.

    ResponderEliminar
  2. O ocidentezinho foi tomado por loucos e imbecis, que fecham os olhos a estas atrocidades.

    ResponderEliminar
  3. Cara eu fico pensando.... alguém tem que fazer alguma coisa! Mas depois lembro do que está escrito na Bíblia, que chegaria o tempo em que matariam os cristãos.... e a coisa ficaria tão ruim, tão negra e que duraria não mais que 4 anos, verdadeiro TERROR....ao ponto de JESUS VOLTAR... ENTÃO..QUEM SOMOS NÓS PRA EVITAR ISTO... ME DIGA...PRA ONDE CORRER?????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazer o que pudermos e deixar o resto nas mãos de Deus. Não vejo outra opção. Gog e Magog estão perto de atacar Israel, conforme previsto há milénios, e nem uma profecia falhou.

      Podemos pedir a Deus que a Grande Tribulação se faça com o mínimo de sofrimento para todos. E depois, um Novo Mundo. Que estejamos cá para ver!

      Abraço!

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.