terça-feira, 13 de maio de 2014

Recordistas Mundiais de Estupro!

A Nigéria é o país do Mundo que regista maior índice de estupros. A SUÉCIA é o segundo. Os autores, são os mesmos. 


 Protestos... porque este estupro colectivo aconteceu na Nigéria e não na Europa...

... aí seria "extrema-direita", "racismo" e "intolerância".

Suécia -  recordista europeia do estupro! 

Muçulmanos estupram mais de 300 crianças e 700 mulheres suecas nos 7 primeiros meses de 2013
Cecilia Malmström, Comissária Europeia, não se preocupa com os números astronómicos dos crimes de estupro muçulmanos na Suécia - contra as crianças e as mulheres do seu próprio país.


Cecilia Malmström, a moderanaça, solidária e tolerante Comissária Europeia

Malmström gere as políticas de imigração e é essencialmente a única pessoa que pode conceder a entrada de imigrantes muçulmanos na Europa. Ela prometeu aos terroristas muçulmanos e misóginos, camuflados como requerentes de asilo político, serem admitidos na Europa ainda em maior número, para que possam cometer ainda mais crimes, estupros e assassinatos, no seu país de origem já saturado de muçulmanos.

Malmström está ansiosa para deixar que as mulheres e as crianças sejam estupradas e abusadas na Suécia, para que ela possa aparecer publicamente como um exemplo do politicamente correcto, e fingir ser uma grande humanista. 
Pouco lhe importa o facto chocante de que a Suécia é hoje o segundo país do Mundo em volume de crimes de estupro, logo a seguir à Nigéria, tudo devido aos imigrantes muçulmanos.
Nos primeiros sete meses de 2013, mais de 1.000 mulheres suecas foram estupradas por imigrantes muçulmanos, só na capital, Estocolmo. Repetimos: estes são apenas os números para Estocolmo! Mais de 300 dessas mulheres tinham idade inferior a 15 anos.
O número de estupros aumentou 16% nesse período, em comparação com 2012. Uma grande proporção do aumento inclui estupro de meninas [pré-adolescentes].
O relatório oficial do Conselho Nacional Sueco para a Prevenção do Crime recusa-se a mencionar a palavra - "M", de MUÇULMANOS, numa Suécia sufocada pelo Socialismo.
Na Suécia, quando se contacta fontes policiais, estas confirmam (anonimamente, com medo de perderem o emprego) que os violadores são muçulmanos. E que a maioria dos estupros e agressões sexuais são causadas pelos requerentes de asilo recém-chegados, cuja entrada foi facultada pela senhora Malmström.

Estes números são apenas a ponta do iceberg. Segundo as autoridades, as estatísticas de estupro reais da Suécia são 400-900% maiores do que os números oficiais. Estima-se que apenas10 a 20% dos estupros são reportados à Polícia.
(CONTINUA)
Fonte: The Muslim Issue.

VÍDEO: Maratona de estupro cometida por muçulmanos num campo de "refugiados" sueco, em Mariannelund. Reacção socialista ao crime macabro: racismo para expulsá-los!".



 Compreendendo a jihad sexual na Europa

A jihad sexual é uma realidade largamente documentada. Podemos encontrar na Internet, provenientes de entidades tão  fiáveis como as Polícias europeias, largas centenas de documentos (vídeos, discursos, decretos islâmicos) a permitir e encorajar o estupro, a escravatura sexual das mulheres "infiéis" e a prostituição "sagrada" junto dos guerreiros "sagrados" do Islão.

As Polícias do Mundo Livre continuam a compilar pacientemente os dados da epidemia de estupros cometidos pelos muçulmanos, que vêem as nossas mulheres como "prostitutas", que não se tapam decentemente, e que por isso "merecem" ser violadas. Além disso, sendo elas "infiéis", vêem-nas como inferiores e descartáveis. O politicamente correcto e o desejo de submissão ao Islão por parte dos nossos políticos, pouco mais permite às Polícias do que produzir estatísticas.


Boas notícias para as nigerianas



Para as meninas e mulheres nigerianas há boas notícias, entretanto: As Forças Armadas de Israel já estão no terreno, para dar caça a cavalheiros como este membro da seita Boko Haram.

Imagine-se mulher ou menina, desarmado, à frente de uma turba de elementos como este, sob efeito de drogas e de sermões inflamados pró-terrorismo jihadista! Imagine-se|

Estes terroristas não são diferentes dos do Hamas ou do Hezzbollah, que Israel enfrenta diariamente. Só que a esses terroristas, o Mundo idolatra-os! A estes, parece que não tanto...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.