domingo, 11 de maio de 2014

Israel e a Mulher Barbuda!


Um homem de barba vestido de mulher ganhou o festival Eurovisão. Bóf... Nada de novo. A mulher barbuda do circo era mais extravagante!

O que me chateia é isto:
Israel pode abandonar o Festival Eurovisão em benefício de vários países árabes e muçulmanos

Apesar de uma boa selecção de música, e de um espectáculo electrizante, que tem atraído muitos elogios, a israelita Mei Feingold não foi seleccionada para participar na final do Festival Eurovisão da Canção.
Funcionários da Autoridade de Radiodifusão de Israel levantaram questões sobre a Eliminação de Feingold ... Israel considera não participar mais no Festival da Eurovisão!


Durante a sua apresentação, Feingold foi muito bem recebida pelo público. A delegação israelita estava "satisfeita com a performance perfeita da artista", mas, apesar da sua confiança, no final, ela saiu como veio: a mão à frente e outra atrás... (...)

Um membro do Conselho de Administração da IBA, Neve Yaakov, disse que vai emitir uma recomendação para Israel não participar na competição em 2015. "Há algo de estranho no fato de que nós não chegamos à final desde há 4 anos ... ".
Vários israelitas acham que houve "países a votar segundo considerações políticas e não artísticas ... ".
Se Israel se retirar, ainda que temporariamente, criará uma oportunidade para os países árabes filiados à União Europeia de Radiodifusão participarem na competição - eles por sua vez recusam-se, para não afrontarem o Estado judeu.
Nos últimos anos, vários países europeus têm apelado para a participação da Autoridade Palestina na competição de canto ... Uma aberração, quando se sabe que os palestinos não fazem parte da União Europeia de Radiodifusão. Em termos de cultura e desporto, os palestinos dependem da Ásia.

Dan Birenbaum - JSSNews

Mas sabem porque é que me chateia? E porque, à excepção dos ABBA e do seu inesquecível Waterloo, as canções de Israel são das pouquíssimas do Eurofestival de que gosto. E do Walking on Sunshine - de Katrina and the Waves, se bem me lembro! Talvez se Israel levar uma mulher barbuda se safe...


E aqui vão três vencedores israelitas do Eurofestival. Nem os antissemitas resistem a bater o pezinho! :-)

3 comentários:

  1. Os pontos são sempre, ou por razões políticas, ou comerciais. Nada de novo portanto...

    Euro+visão, não é mundo-visão. Quanto a Israel, por causa dos boicotes árabes sempre jogou na Europa, deve continuar. Nem que leve o Zé Cabra do país, só para chatiar os mouros. Apre!

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.