terça-feira, 4 de março de 2014

Ódio aos judeus começa no berço


A Imprensa não mostra: Udi Fogel, (37 anos), Ruth Fogel (36 anos), e os seus filhos Yoav (10 anos), Elad (4 anos) e Hadas (3 meses), foram assassinados sexta-feira à noite, enquanto dormiam. O crime foi cometido por um terrorista palestiniano das “Brigadas de Al-Aqsa” (ver Al Aqsa Brigades claims responsibility for West Bank killing).

O soldado israelita que deixou de olhar para as crianças palestinianas como miniterroristas - PÚBLICO

Como de costume, a Imprensa internacional ignora a realidade do terrorismo contra Israel e dá voz a qualquer excêntrico - que os há em todo o lado. Um judeu "palestinianista", venha de onde vier, a sua palavra é Lei! A política oficial do Hamas e outras organizações terroristas é atacar Israel por todos os meios. A política de Israel é o direito de auto-defesa contra o terrorismo. Querer comparar os jovens terroristas apedrejadores e bombistas suicidas com soldados que vão defender o seu país é o cúmulo da hipocrisia.
--------------------------------------------------------------------------------
Australiana vai a Gaza ajudar as "vítimas de Israel" e descobre a dura realidade do ódio irracional a Israel, do uso de crianças como bombistas suicidas, do culto da morte e do terror. ISTO os media ocidentais não mostram! Só o ódio ao judeu sustém a causa "palestinianista" nos media internacionais.



Jovens bombistas suicidas, ou como os árabes usam as suas crianças:

Crianças israelitas no jardim infantil, são alvo diário e constante dos terroristas:

 A doutrinação no ódio aos judeus começa no berço:

 
Os terroristas usam as crianças como escudos humanos:

  
 
Doutrinação das crianças árabes para bombistas suicidas: "As bombas são mais preciosas que as vossas vidas". No jardim infantil, as crianças são eninadas a matar e a morrer pelo ódio aos infiéis. A doutrina oficial é "Nós amamos a morte como eles (os infiéis, i.e. nós) amam a  vida":


 




As crianças israelitas do terror, com elas ninguém se preocupa. Só o antissemitismo sustem a causa da "Palestina" - esse país que NUNCA existiu, esse país que os árabes querem edificar no território de Israel, que outrora ocuparam, como antes e depois deles tantos povos.

- Um exemplo entre tantos do terrorismo islâmico contra Israel, neste caso mais uma obra dos pacíficos atiradores de pedras, que o Ocidente esquerdista tão romanticamente ama:

OS APEDREJADORES PALESTINOS DESTROEM A VIDA DAS CRIANÇAS
Há poucos dias, Adva Biton testemunhou no julgamento de um homem palestino acusado ​​de atirar as pedras que colocaram a sua filha Adele, de três anos, no hospital, até hoje. A vida dela mudou drasticamente naquela noite trágica.

A pequena Adele Biton sofreu danos irreversíveis

Em Março de 2013, Adva Biton conduzia o carro levando as suas três filhas a caminho de casa perto de Ariel. Um menor palestino atirou pedras contra o camião na frente do seu carro. O camião parou de repente e Adva não teve tempo para reagir. Colidiu directamente com o camião. As filhas de Adva de cinco e quatro anos de idade ficaram levemente feridas, mas a sua filha de três anos de idade, Adele, ficou gravemente ferida.
 Atiradores de pedras palestinos

"Toda a sua alegria, toda a sua vida lhe foi tirada com a idade de três anos", disse Adva durante seu depoimento no tribunal. 
A bebé permanece no hospital até hoje, e exige a presença constante de Adva ou do seu marido. "Eu já não estou em casa, eu não estou disponível para os meus três filhos", disse ela. "Eu tenho que ser uma mãe, mas eu moro no Hospital Levenstein. O meu marido não foi a casa em mais de 10 meses. Ele já não dorme em casa. É como se já não tivéssemos família.""
Ver uma criança ligada a um milhão de tubos é muito difícil. A sua vida foi destruída por causa dos apedrejamentos. É difícil para mim lidar com o facto de que a minha filha vai ser prejudicada em todos os sentidos por causa de tal acto. É um trauma diário, quando uma pessoa vê o seu filho ofegando, com a cabeça pendendo para baixo, e não pode fazer nada."
 
Este artigo foi originalmente publicado no blog oficial das Forças de Defesa de Israel.Data: 19 de Fevereiro de 2014

Ao contrário do que a Imprensa mainstream tenta fazer crer, a razão de Israel não ter conhecido um único dia de paz desde a restauração da sua independência, não é de território (Israel é menos 4 vezes menor que Portugal). A razão é o ódio islamista:

Listas dos atentados terroristas ocorridos desde o 11 de Setembro, os locais onde ocorreram, as vítimas que causaram, as religiões atingidas e outros dados. Caso queira consultar, aqui vai:


LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2004

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2005

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2006

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2007


LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2008

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2009

LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2010

 LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2011

 LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2012

 LISTA DOS ATAQUES TERRORISTAS ISLÂMICOS DE 2013 (1º SEMESTRE)

Sites de interesse:
E você, ainda embarca na MENTIRA "palestina"? Não vá por nós; estude e confirme por si. Estude os factos e não a propaganda antissemita, arabista, neo nazi:


8 comentários:

  1. Ao anónimo cobarde nazi que comentou, informo que não publico insultos nazis. Fundamente as suas estúpidas alegações. Eu apresento factos. Você, como todos os nazis, apenas insulta. O vosso único argumento é o ódio. Israel tem o direito de viver na parcela que resta da SUA terra.

    Israel Bloom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O odiador acérrimo de Israel voltou a deixar aqui os seus insultos. Não publicamos discurso de ódio nem insultos. Já sabemos que a chacina de judeus para ele são «fait-divers». Isso define-o claramente. Agora agradecíamos era que mostrasse onde estão os actos terroristas de que acusa Israel - esse sim, graves (nas suas palavras), não engraçadas traquinices como esta, em que só morreram 8 crianças israelitas:

      https://www.youtube.com/watch?v=Av1-yWX1TmI

      Será que as crianças israelitas correrem para os abrigos anti-bomba é um acto terrorista? Para a sua mentalidade, deve ser! Os judeus têm a obrigação de ficar quietinhos a serem chacinados. A esse pensamento eu chamo ser-se nazi. Não quer dizer, obviamente, que você ande para aí com a braçadeira da suástica a fazer Heil Hitler. Pelo menos em público...

      Israel Bloom

      P.S. - Em breve contamos publicar mais um artigo sobre esse estranho país que refere, a "Palestina" árabe. Mas de que adiantará? Você escolheu odiar, e para si a última opção é encarara os FACTOS!

      Eliminar
    2. P.P.S. - Para se avaliar o calibre destas peças, basta que se diga que os vídeos acima, que mostram o terrorismo islâmico, são por eles interpretados como ódio... da parte de quem os divulga!!!

      Ou seja: os islamistas matam, explodem-se, violam, mutilam, decapitam, torturam. Gabam-se de terem inventado a "indústria da morte". Está tudo bem.

      Nós mostramos: somos uns malandros "cheios de ódio"!

      Há certas doenças mentais que são uma chatice...

      Eliminar
  2. Tanto ódio frequentemente se vira contra os próprios: assim foi o comunismo contra os comunistas, assim será na "palestina".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As vítimas não nutrem ódio, ao passo que os agressores alimentam-se dele. E isto é verdade para o terrorismo islâmico, como para o comunismo ou o nazismo. São ideologias de ódio. É triste.

      I.B.

      Eliminar
  3. Eu sempre soube disso. Sempre soube que o ódio aos judeus é incitado a cada um dos palestinos desde crianças, eles aprendem nas escolas que judeus são porcos, macacos.
    Usam crianças como escudo.
    A paz é impossível desse jeito
    Eu fui a Israel em janeiro de 2009. Vi uma manifestação pela paz (cartazes escritos "Rotze Shalom"-Queremos Paz) Tava escrito com letras em hebraico claro rs

    Infelizmente não adianta somente um lado desejar a Paz

    ResponderEliminar
  4. Hipócritas são os israelitas e o mundo os odiará cada vez mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portanto: os terroristas islâmicos como o meu amigo entram em casa de famílias israelitas e matam toda a gente, fazem dos próprios filhos bombas humanas, usam-nos como escudos, fazem seu objectivo de vida assassinar judeus e "infiéis" em geral. E depois, são hipócritas!

      Se você é realmente um ser humano e não um monstro hediondo, não é capaz de ver que a sua ideologia é o próprio Mal?

      Que Deus o resgate das garras do ódio, são os meus votos mais sinceros. E que o perdoe também.

      Israel Bloom

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.